https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Este é o meu dilúvio em sentidos

 
Tags:  olhos    sorrisos    pranto    mímica    exuberância  
 
A mímica dos teus olhos,
o segredo das palavras
por dizer, a exímia exuberância do entardecer e os teus braços dentro de uma saudade infinita que já não cabe na espera.

Sinto o som da tarde dentro do sopro do vento do meu peito, num despertar silencioso como se o som das palavras se abrisse em gestos e as tuas mãos fossem os meus sorrisos abertos.

Trago no pranto de outrora os meus olhos mergulhados na sede dos teus.

Este é o meu dilúvio em sentidos na claridade da realidade que nos veste os dias.

Trago o azul do céu dos teus olhos no branco aceso da minha alma,
um campo de margaridas,
a força do vento que fustiga, o repousar dos teus olhos na candura perfumada de todos, os meus sorrisos.

Bebo o cheiro fresco do dia, no perfume suave da existência, há céus que nos abraçam por dentro, e eu danço, danço no breve instante das memórias vestidas de ti.

Alice Vaz de Barros


Alice Vaz De Barros

 
Autor
AliceVazDeBarros
 
Texto
Data
Leituras
179
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
1
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 09/09/2023 20:48  Atualizado: 09/09/2023 20:48
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1862
 Re: Este é o meu dilúvio em sentidos
No entardecer de um amor cristalino
Que se deixa afagar no fundo do olhar
Como que num abraçar em leito divino
Onde tudo que é belo se deixa extravasar!

Os dilúvios de amor correm sempre na direção dos seus quereres, nada os detém!