https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Textos deste autor
Offline
Iolanda Brazão
MINHA FORÇA
Quando estou triste. Angustiada! Lágrimas rolam por minha face. A cabeça embaralhada. Sinto-me só...
Enviado por Iolanda Brazão
em 27/11/2018 18:20:34
Textos deste autor
Offline
nereida
Sonhadora
Parte de mim Corre pela relva orvalhada Com pés nus ,refrescada Ser a...
Enviado por nereida
em 23/09/2018 16:31:35
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Lágrimas
Lágrimas Quisera entender por que eu derramo tantas lagrimas Que estão escondidas no meu ser que...
Enviado por João Marino Delize
em 23/09/2018 14:38:06
Textos deste autor
Offline
SALETI HARTMANN
UM POEMA CADA DIA
Minha Inspiração - a qual eu chamo de “Anjo! – Soprou docemente nos meus ouvidos: - Amada minha, ...
Enviado por SALETI HARTMANN
em 20/10/2016 23:39:24
Textos deste autor
Offline
Fhatima
Solidão!
Solidão! À noite assustada engolia seus órfãos, nem as estrelas podiam aparecer a brisa gélida co...
Enviado por Fhatima
em 24/10/2015 04:06:00
Textos deste autor
Offline
vandin99
palavras em prantos
Ai essas palavras em prantos que minha mao escreve sob o relento Para que os raios de sol entrem ...
Enviado por vandin99
em 19/02/2015 16:34:53
Textos deste autor
Offline
IzauraN.Soares
Amado Meu
Amado Meu Izaura N. Soares Antes eu vivia triste Muito triste eu vivia, Amei-te tanto não sei qu...
Enviado por IzauraN.Soares
em 07/10/2011 16:14:08
Textos deste autor
Offline
GilbamardeOliveira
POR MENOR QUE O PRANTO SEJA
Por menor que o pranto seja, agonia, porque dor é como raiz de amargura que golpeia mortalmente a...
Enviado por GilbamardeOliveira
em 26/03/2010 01:00:52
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Quadras sem voz
QUADRAS SEM VOZ Deixei florisse a saudade Na hora que está a passar À memória fulgor da mocidad...
Enviado por rosafogo
em 15/01/2010 15:56:23
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Onde estás coração?
Eu te queria mais que minha vida Mais que minha mãe, eu te amava O teu carinho era como a vida Mi...
Enviado por João Marino Delize
em 19/12/2009 21:02:23
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Romance acabado
(Imagem: - Google) Romance acabado Vendo-te, o pranto dos meus olhos rola Por não poder sent...
Enviado por João Marino Delize
em 09/10/2009 21:54:23
Textos deste autor
Offline
eduardo_braune
NÃO VER
Do meu pranto, Ecoa um canto, Que causa espanto, Encanto, tanto quanto; A alegria que por esta vi...
Enviado por eduardo_braune
em 19/09/2009 23:46:14
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Lezírias
Lezírias (poema dedicado às mulheres Ribatejanas já tem alguns anos de gaveta) deixo aqui como ho...
Enviado por rosafogo
em 14/08/2009 02:30:19
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Noite triste
Quem faz a noite aqui no meu canto Depois que acaba a luz vespertina Há sons vibráteis como o p...
Enviado por João Marino Delize
em 15/06/2009 21:47:37
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Insistência
Se minha alma erra a te olhar tanto E os meus olhos são tristes sem te ver Eu sei que há cois...
Enviado por João Marino Delize
em 30/05/2009 18:55:50
Textos deste autor
Offline
Esther
Não há amarras que me detenha
Não há amarras que me detenha Não há amarras que me detenha, Livre sou e longe vou... Qual páss...
Enviado por Esther
em 28/02/2009 12:47:05
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
Galgo o asfalto
Galgo o asfalto vertiginosamente como se quisesse planar o cosmos Sinto o silênc...
Enviado por Liliana Jardim
em 18/01/2009 22:27:21
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
Prantos esquecidos de mim
<a href="http://www.imeem.com/people/oJDlDF3/p ... qLl84qN/"><img src="ht...
Enviado por Liliana Jardim
em 03/12/2008 22:05:14
Textos deste autor
Offline
FredericoSalvo
LONGE
Tive um corpo. Tive um corpo; Tive um corpo... Mas meu pensamento Continuou ancorado em ti. Vi-me...
Enviado por FredericoSalvo
em 03/08/2008 16:11:03
Textos deste autor
Offline
Mel de Carvalho
Vem de longe
Vem de longe de tão longe quanto imaginar se possa sem negar a origem do primado do tempo este ve...
Enviado por Mel de Carvalho
em 21/05/2008 09:37:39
(1) 2 »