Poemas : 

O céu sempre foi o nosso lar

 


fragilizado com as lágrimas alheias
desmoronou a emoção
nos ombros mais próximos

com a voz embargada
pediu aos olhos parecidos
uma pausa
na descida
acentuada
das vagas

aquele menino
ainda não sabe
que as janelas
da face
deixam
trespassar
o mar
quando o coração
cresce
tocado
pela saudade
de quem parte









 
Autor
argoladafivela
 
Texto
Data
Leituras
376
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
43 pontos
1
5
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
argoladafivela
Publicado: 16/09/2023 05:02  Atualizado: 16/09/2023 05:13
Membro de honra
Usuário desde: 13/01/2017
Localidade:
Mensagens: 24
 Re: O céu sempre foi o nosso lar
aquele menino
saiu do santuário
preocupado

mas depois
olhou naqueles olhos parecidos
e sorriu
afinal tinha pedido à mãe
para que a mãe
não chora-se mais

enfim
a vida é feita de pequenos milagres
que nos escapam á vista
mas não ao coração
de um filho
que nos ama