Poemas : 

Hospitalidade

 

Tento na abundância das minhas lágrimas regar o chão que piso, esperar que cresça a esperança!!
Estou a sós com o choro que ferve nos meus olhos, a insanidade ama-me e como entende-la?! É algo que se entende em mim…
Eu própria sou ela própria.
Talvez porque já não saiba o que sentir o que os outros queiram, decidi sentir-me a sós com esta loucura.
Ai, e agora só me resta tricotar mais pensamentos, dar-lhes um campo para semear o que ninguém sabe!!??
Quem pensa nesta loucura, um arroto desparasitado já da sua hospitalidade.
Pena, não a tenho porque esta loucura é meia sanidade!!



Renascer de uma luta é sentir que a vitória é imparável!

Egéria

 
Autor
Egéria
Autor
 
Texto
Data
Leituras
240
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/10/2023 16:41  Atualizado: 24/10/2023 17:01
 Re: Hospitalidade
.

Gosto de um tom de rebeldia, parece que ao ouvir na voz de outra pessoa vem um éééé… tenho a melhor companhia.
Abraços.



"Talvez porque já não saiba o que sentir o que os outros queiram, decidi sentir-me a sós com esta loucura."