https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Cada semente do porvir é como um pequeno tesouro enterrado

 
Tags:  tesouro    raízes    constante    FLORESCER    brotar  
 
Que tal adentrarmos por uma porta no caminho, que mergulhe na dualidade do ser?

Às vezes, parece que estamos entre a luz e a sombra, onde a ternura se mistura à intensidade, e a paz à inquietude.

Imagine que a pele não é apenas como um livro, mas como um vasto pergaminho, onde os momentos da vida são agrupados e formam um mapa de experiências, cicatrizes e sonhos.

Cada linha desse pergaminho é uma história que se interliga com outras, criando uma tapeçaria única, um reflexo do eu em constante evolução.

E dentro desse mapa, cada semente do porvir é como um pequeno tesouro enterrado, que espera para brotar e florescer.

É a promessa do amanhã, do novo e do desconhecido, que se alimenta das raízes do passado, das lições e ensinamentos que se transformam em nutrientes para o crescimento.

Assim, a arquitetura da ternura torna-se uma jornada intrínseca e complexa, onde a bondade é a base, mas também há espaço para a força, a paixão e a resiliência.

É como se estivéssemos a construir uma catedral de emoções, onde cada pedra, cada detalhe, contribui para a grandiosidade e a beleza do todo.

Essa exploração da dualidade e da complexidade do ser, dentro dessas imagens e sentimentos oferece um convite para navegarmos nas profundezas da experiência humana.

Há uma riqueza inexplorada nessa intersecção entre a ternura e a arquitetura, entre a suavidade e a força, que nos convida a continuar à descoberta de novas facetas de nós mesmos.

Alice Vaz de Barros


Alice Vaz De Barros

 
Autor
AliceVazDeBarros
 
Texto
Data
Leituras
146
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 18/11/2023 11:14  Atualizado: 18/11/2023 11:14
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 5019
 Re: Cada semente do porvir é como um pequeno tesouro ente...
Ao ler a sua reflexão poética fui levado a diversas reflexões a partir do deslumbre em cada palavras. Magistral os pensamentos sendo construídos. Parabéns! Gostei imensamente!