https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Desígnios da paixão

 
Tags:  poema    paixão    reflexão  
 
Desígnios da paixão
 
Buscando respostas no luar,
entrega-se em confidências ao mar.
Acreditando no reflexo do astro,
inebria-se em desejos sem lastro.

Sua razão, enevoada pela paixão,
distorce os dias como eles são.
Vivendo fugazes delírios em vão,
precipita-se em nova efêmera relação.

O luar e o mar, em conluio, tingem,
com pálida insensatez, devaneios,
velados com as rendas que tecem.

Renovadas, tais delicadas vendas turvam
o senso de noção que não cativam!
Assim, consagram-se os desígnios da paixão.


"Viver é confrontar o caos no cotidiano,
evitando cair nas armadilhas da depressão."




Sentimento efêmero!
Participe do grupo: Poesia no Caos
https://www.facebook.com/groups/1218204639013511
 
Autor
Helio.Valim
 
Texto
Data
Leituras
285
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.