Poemas : 

Tribunais e leis sem luz

 
Open in new window

O mundo gira,
O homem retrocede
E nada aprende,
Só conspira

O que ontem
Era sagrado,
Hoje, é usado
Na conspiração doutrem

A vida perde sentido,
O bem já não é opção
Nem de carne já é feito o coração,
O homem está perdido

Na rota do tempo,
Só se vê lágrimas,
Já não se ouve lástimas
Pra corpo que cai antes do tempo

A justiça já não faz jus
Ao injusto,
Só causa susto
Nos tribunais de leis sem luz

Louco ficou o homem,
Motivo de vários passamentos.
Em seus vis pensamentos,
Já não há lugar pra uma reza ou amém

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
265
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 25/05/2024 08:40  Atualizado: 25/05/2024 08:40
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Lisboa/loures
Mensagens: 8384
 Re: Tribunais e leis sem luz
Faça-se justiça agora,
O juiz és tu!

Open in new window