Poemas : 

No derramar das paixões

 
Open in new window

Hoje, já não se sabe
Avaliar doçura dum beijo,
Candura dum abraço
Ou, o gostoso roçar dos lábios

A juventude está perdida
Anda tudo à pressa,
Com o simples toque…
Pronto, busca-se o fim dos tempos

Apressada a juventude,
Encurta-se o namoro
E se afoga nos desejos apressados,
Sem dar tempo ao tempo

Não se vai ao altar
Sem antes, abrir portas
Pra que os anjos arejem o ar,
Antes da hora de todas as horas

Amar,
É arte do saber fazer coisas…
É bênção pra corações
No derramar das paixões

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
261
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 27/05/2024 21:23  Atualizado: 27/05/2024 21:23
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Lisboa/loures
Mensagens: 8390
 Re: No derramar das paixões
Amor carece de afabilidade d’alma
E docilidade do coração.

Open in new window