https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pertenço à ordem dos homens

 
Open in new window

Pertenço à ordem dos homens,
Sou um homem
E não fruto de clonagem,
Sinto, amo e morro como homens

Sinto como tu sentes
Choro quando tu choras
Imploro como tu imploras,
E deste mundo, parto como tu partes

Preciso é:
Saber amar
Saber perdoar
E em Deus, ter a fé

Fé que conduz a ti a mim
No momento crucial
Do juiz final,
Onde tudo tenderá pra o fim

Sou um homem
E não fruto de clonagem,
Sinto a tua dor,
E por ti verto lágrimas de amor

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
284
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/11/2018 10:31  Atualizado: 05/11/2018 10:31
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29263
 Re: Pertenço à ordem dos homens
Pleno paraiso onde o amor é sentido em cores que os olhos se fazem em tons romanticos e sentimentais, somente maravilha nesse magico poema


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 06/11/2018 01:10  Atualizado: 06/11/2018 01:10
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: Pertenço à ordem dos homens
Boa noite Upanhaca, teus versos nos evidenciam que como somos humanos não temos como nos isentarmos de certas consequências inerentes a nossa natureza, parabéns pelo vosso incisivo poema, um abraço, MJ.