Poemas : 

31-HISTORIAS DE MEU AVÔ RAIZ

 
31- Histórias de meu avô raiz
Meu avô me contou uma maluquice dele, que superou todas as outras, por larga margem...Ele me disse que um determinado dia no seu consultório veterinário, resolveu fazer uma autocirurgia, ou melhor retirar um nódulo da sua parótida, isso em 2011, sem usar nenhum dos recursos da medicina moderna, sem exames, sem risco cirúrgico,etc, quase uma cirurgia espiritual...Colocou um espelho na mesa cirúrgica, convocou a secretária e enfermeira para ajudar naquela empreitada, o pior é que a mesma aceitou, nem um ponto ela tinha dado na vida...Meu avô fez um bloqueio com anestésico local, fez o corte e orientou a Sabrina na execução da maluquice, o pior que era um cirurgia com tudo para dar errado, era previsível uma paralisia facial, uma infecção poderosa e outras coisinhas sem importância...Mas, quase por encanto deu tudo certo! Tudo dentro do que o maluco do meu avô esperava. A outra enfermeira a Carla, cuidou de documentar aquela autocirurgia histórica, fotografou tudo. O melhor é que não foi preciso retirar pontos, já que não foram dados... Fizeram a aproximação das partes do corte, ficou uma cicatriz mínima. Meu pai errou, me arrumou um avô com juízo no dedo do pé! O pior que já teve outros malucos querendo ser operados pelo meu avô, com todos os recursos que ele oferecia...Mas, felizmente, em humanos só essa autocirurgia, pelo menos um pouco de juízo restou nesse vô pra lá de divertido.



 
Autor
Frederico Rego Jr
 
Texto
Data
Leituras
72
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.