https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

TU AI!

 
Aqui estou neste lugar
Ouvindo o meu grito
De silêncio falar,
Fico calado a dizer tudo.
Quem já não se sentiu assim?
Tu, ai!... Então, vem até mim.
Quero sentir-te corpo invisível
Tocar meus lábios nos teus,
Que importa quem és!..
Se és o tudo e o nada.
Quem já não se sentiu assim?
Tu, ai!... Então fala-me de ti.
Quero sentir o teu respirar
Calmo e cansado
Apenas quero senti-lo
Assim junto a mim.
É difícil ter-te, não te tendo.
Desejar-te, sem te querer
E querendo-te sem saber,
Neste silêncio sem fim.
Que importa quem és!...
Quem já não se sentiu assim?
Eu aqui, não consegui... e tu ai?


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

Direitos Reservados
 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
620
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 21/06/2008 00:07  Atualizado: 21/06/2008 00:07
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: TU AI!
EU AQUI GOSTEI DO POEMA. NOSSA! O AMOR É COMPLICADO MESMO. BEIJO, LEDALGE.


Enviado por Tópico
MariaJoséLimeira
Publicado: 24/06/2008 01:21  Atualizado: 24/06/2008 01:21
Super Participativo
Usuário desde: 04/06/2008
Localidade:
Mensagens: 131
 Re: TU AI!- Para "Quidam"
Bem, eis aqui um bom poema. E para saber mais sobre o autor (Jorge Oliveira?), li outros textos dele, visitei seu blog, fucei seu perfil nesta linda comunidade literária. Impressionou-me, sobretudo, os vários sentidos que o autor empresta ao "Tu ai", que ora é "Tu, ai", em outras passa a ser "Tu aí", etc. casando bem forma & conteúdo, num jogo de metáforas interessante e bem original. Estranhei somente o autor não usar seu próprio nome próprio (Jorge Oliveira?) preferindo usar o nick "Quidam"... Mas, talvez esse detalhe não venha ao caso... Um abraço & Parabéns. Saludos. Maria José Limeira.