https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Prometeus

 
Rouba o fogo do Céu,
Tesouro precioso dos deuses,
E amarrado ao falo da serpente ficarás.
As entranhas devoradas pela àguia dourada
Serão o desassossego diário,
Para que na escuridão implores a morte
E não o restabelecimento indesejado.

Rouba a centelha divina,
Preso te encontrarás,
Torturado pela Luz serás,
E a cura da noite não desejarás.

Dissolve-te,
Desintegra-te,
Espera a solução
Que iluminará o âmago do Self.

 
Autor
Venctus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
384
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.