https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Memorias Perdidas

 
Ancestrais marginalizados,
Memórias reprimidas,
História adulterada,
Conhecimento demonizado.

Caminho incerto
Pelas tempestades ciclicas
Da mente universal,
Sensivel às minimas vibrações
Emitidas pelos corações solitários
Em busca do Elo perdido.

O sagrado vibra no sangue,
Âmago flamejante
Que corre na fonte divina
Imortalizando todos que nela se banham.
Fogo mais Água,
Mescla impregnatória de vida,
Vértice superior e inferior
Do equilibrio terrreno.

Caíram no esquecimento racional,
Mas não sairam das entranhas corporais,
D’onde continuam a vibrar infimamente,
Aguardando o desabrochar de uma nova era,
Ou do colapso
Que as façam libertar
Em direcção ao
Inexistente existencial,
Permitindo o (re) inicio.

Por: Venctus
Também em Sic Lvcet Lvx

 
Autor
Venctus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
582
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.