https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A sombra dela

 
Tags:  Leviandades  
 
Quando ela passa
o vento para,
o sol brilha mais,
é uma graça,
esse mimo de cara
e de olhos irreais

tão leve que imita
as nuvens do céu ameno
Tão doce
que ao passar levita
e num sorriso pleno
age como se anjo fosse

pinturas de aguarela
são os tons que emana
todos os dias do ano;
até a sombra dela
quando passa não engana:
é bela. E eu leviano!


Sou fiel ao ardor,
amo esta espécie de verão
que de longe me vem morrer às mãos
e juro que ao fazer da palavra
morada do silêncio
não há outra razão.

Eugénio de Andrade

Saibam que agradeço todos os comentários.
Por regra não respondo.

sobre o real dentro do virtual, as minhas levianices nunca me deram grandes frutos ;) Não é a minha característica principal, apenas um lado meu que, a custo, admito. Geralmente sou muito sério e correcto. Os amigos, a Evelina apagou o perfil, os restantes padecem duma saturação que é compreensível...
 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
925
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
PauloAlves
Publicado: 10/07/2008 16:33  Atualizado: 10/07/2008 16:33
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2008
Localidade: Bern, Suiça
Mensagens: 1810
 Re: A sombra dela
Amei o seu texto caro amigo Rogério...
Parabéns

Abraços

Paulo

Enviado por Tópico
Kira
Publicado: 10/07/2008 17:02  Atualizado: 10/07/2008 17:02
Colaborador
Usuário desde: 26/07/2007
Localidade: São Paulo
Mensagens: 805
 Re: A sombra dela
Não és leviano, caro poeta!
Apenas aprecias e absorves o belo.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 10/07/2008 17:51  Atualizado: 10/07/2008 17:51
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7173
 Re: A sombra dela
Com uma beleza tal, até dá gosto ser leviano e não pedir desculpa a ninguém rsrsrsr
excelente, Rogéruio Bessa
Abrapo amigo
A. da fonseca

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 10/07/2008 19:32  Atualizado: 10/07/2008 19:32
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: A sombra dela
Suas rimas ficaram impecáveis!Excelente trabalho!

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 10/07/2008 22:07  Atualizado: 10/07/2008 22:07
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: A sombra dela
Poeta nunca é leviano, é detalhista, adorei!
Beijos!

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 18/09/2021 17:55  Atualizado: 18/09/2021 17:55
Da casa!
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 417
 Re: A sombra dela
Se admite menos mal, reparei que o poema é de 2008, admitir foi um grande progresso. Agora se ela o desculpa já não sei! Se não perguntou ainda, pergunte. Boa sorte!

Não nos abandone como a Evelina, eu ia ficar triste, e penso que muitos outros leitores.

Um abraço

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 23/09/2021 20:01  Atualizado: 23/09/2021 20:01
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 522
 Re: A sombra dela
O corpo da mulher, mesmo no seu movimento natural, é sempre uma forma de sedução.
Abraço.
Juvenal Nunes

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 23/09/2021 20:02  Atualizado: 23/09/2021 20:02
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 522
 Re: A sombra dela
O corpo da mulher, mesmo no seu movimento natural, é sempre uma forma de sedução.
Abraço.
Juvenal Nunes