https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 19 »
Offline
Rogério Beça
Val’Ouro em três actos
O não vale a pena parece estar na moda, ao invés do olhar do poeta, tampouco a caneta, olhares de...
Enviado por Rogério Beça
em 05/10/2019 08:14:29
Offline
Rogério Beça
Nova alegoria do rio
O que o rio sabe é que não passa duas vezes pela mesma ponte, não corre para a sua fonte, que o l...
Enviado por Rogério Beça
em 29/09/2019 22:23:55
Offline
Rogério Beça
tamanho
O que quer que se divida será sempre em sombra e luz, par oposto que nos conduz e dá a profundida...
Enviado por Rogério Beça
em 21/09/2019 06:53:33
Offline
Rogério Beça
Prosaico
Num campo de milho no Minho pouco maior que um hectare, em mangas de camisa vive um espantalho. P...
Enviado por Rogério Beça
em 14/09/2019 09:05:00
Offline
Rogério Beça
Separação de bens
A culpa que morre solteira vive sempre junta com a cobardia...
Enviado por Rogério Beça
em 10/09/2019 15:19:23
Offline
Rogério Beça
quarenta e dois, Bill Withers
O meu espelho é um rio que passa depressa. Corrente que não se espaça; no seu lugar apenas come...
Enviado por Rogério Beça
em 25/08/2019 09:38:23
Offline
Rogério Beça
Uma letra sentada
Procuram-me os segredos contidos à solta, que correm como as crianças e os rios. Inguardados. V...
Enviado por Rogério Beça
em 14/08/2019 22:34:28
Offline
Rogério Beça
no futuro do indicativo
Encontrarás uns tantos, uns pouco, alguns que procurem o sopro em cada esquina, cantem a tabuada...
Enviado por Rogério Beça
em 05/08/2019 19:37:37
Offline
Rogério Beça
Argilar
Da última vez que tentei fazer barro de água e cinza foi com as tuas mãos...
Enviado por Rogério Beça
em 22/07/2019 22:44:15
Offline
Rogério Beça
Aqui é o tempo
Aqui é o tempo que me dá mais gosto. Sinto-o direito no rosto, na face rugosa que amiúde sorri. ...
Enviado por Rogério Beça
em 13/07/2019 19:10:35
Offline
Rogério Beça
Sem nunca ser
O Perto é tão incerto como o Agora. Vive mesmo à nossa frente, rente, tão à vista armada. Um de...
Enviado por Rogério Beça
em 02/07/2019 22:28:49
Offline
Rogério Beça
Trono do nada
O Longe é sempre um contrato com o passo, mais do que com o pé. Não é tanto de espaço como acto ...
Enviado por Rogério Beça
em 24/06/2019 22:42:43
Offline
Rogério Beça
Ditongo
Dizer os outros, a água dos seus passos, e ser dito, o ditado do vento nos montes a esculpir as ...
Enviado por Rogério Beça
em 14/06/2019 09:09:06
Offline
Rogério Beça
ficamos
Só mais um dia depois do Hoje que voou como ave de rapina. Num pestanejar curvo somou a noite, s...
Enviado por Rogério Beça
em 08/06/2019 00:26:25
Offline
Rogério Beça
Senão traduzido
E então, Senão pensou para consigo: Sigo. Quem sem a Bela sou? Quem sou eu sem a Bela, quem, qu...
Enviado por Rogério Beça
em 19/05/2019 21:56:29
Offline
Rogério Beça
Era de madrugada quando ma deste
Há muito muito deste-me a Saudade. De pessoas, das rochas quando fui vaga, da chuva quando fui d...
Enviado por Rogério Beça
em 08/05/2019 22:40:33
Offline
Rogério Beça
Números irracionais
Naquela casa decimal cabia um lar. Havia o teu cheiro entranhado nas fissuras do chão, a tua mar...
Enviado por Rogério Beça
em 29/04/2019 21:42:37
Offline
Rogério Beça
Profetas que veem coisas que não acontecem
Tinha os dados todos, rolava-os no meio do casino num sábado à tarde. Ou, porque ouvia conversas...
Enviado por Rogério Beça
em 13/04/2019 12:31:29
Offline
Rogério Beça
Nas páginas do silêncio
Nas páginas do silêncio eram inscritas trovoadas carregadas de vento, de uivos, de piares e pios...
Enviado por Rogério Beça
em 06/04/2019 20:04:35
Offline
Rogério Beça
pergunta
Pergunto-me se no feitio está aquilo de que sou feito. Lá para dentro espreito vejo, cego, moldur...
Enviado por Rogério Beça
em 30/03/2019 11:57:45
(1) 2 3 4 ... 19 »