Mensagens -> Amor : 

Saudades

 
Open in new window
Como te sinto a falta...parece uma coisa escura que me sufoca. Quero-te cheirar, provar.
Não sei como te explicar, mas, por favor, desculpa-me.
Estou a incomodar?
Não queria ser inconveniente nem forçar-te a compreender-me. Foram tantos anos a esquecer-te sem conseguir sequer apagar a tua boca da minha, a tua mão do meu corpo.
Quero que saibas que te amo, noutra dimensão, noutro espaço. Seríamos felizes como crianças.
Sem pensar no futuro, nas consequências.
Gosto de imaginar que sentes como eu, mesmo sabendo que é uma tortura que não controlamos. Mesmo sabendo que dói, dilacera...quero que te doa também, não quero estar sozinha neste medo de te esquecer para sempre. Quero recordar o teu rosto, o teu olhar, principalmente o teu olhar. Que dor...quero ver-te de novo.
Não quero morrer sem te ver de novo!


Open in new window

 
Autor
Maroska
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1157
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 09/03/2007 15:06  Atualizado: 09/03/2007 15:06
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 890
 Re: Saudades
Cá mais parece um poema póstumo...
Com uma dor sonante ao fundo,
E o desejo que se derrama
Por entre as falas, o gosto, o sonho...

"Ver-te, seria apenas atestar a morte
Do que em teus olhos não há-de ter
Dado ao fado, eternamente, má sorte"

Mui bueno Poetisa.
Como entendo esta quimera.