https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

AS MINHAS MAOS!!!

 
As minhas maos amarguradas
a lirios roxos debruadas
cinzeladas de martirios.
em tumba concha prostradas
encerram brancos lirios.
As minhas maos...acoitadas
por fortes ventos vergadas
lembram pequenas pombas
brancas, alvas, agitadas,
tais quais peregrinos de fe'.
talvez sejam embarcacoes,
de lagrimas mortas, secos cirios,
aproveitando a mare'.
ou talvez gaivotas a' beira mar
que mais fazem lembrar,
lencos brancos a acenar ou
sinos lamuriosos na santa Se'!!!
e entre cancoes de embalar
o seu triste badalar
rezam oracoes a cantar.
frotas de amor, abrindo portas
abracos de ilusoes,
talvez contradicoes,
em horas mortas, de poemas,
poeticos a' contra-re',
transpirando mar, suspirando mare'!!!

Dinah Raphaellus

 
Autor
Dinahraphaellus
 
Texto
Data
Leituras
550
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.