https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Fazendo Rondel com Ibernise* (Inédito!/Texto Revisado 03.09.2008)

 
Tags:  poema    amizade    rondel    didática  
 
Open in new window


Fazendo Rondel com Ibernise*

ESPAÇO DE AMIZADE*

Uma palavra amiga para acolher
Um coração, teu coração ferido...
Exposta a luz daquele alvorecer
Sofrendo junto contigo, querido...

Toma nas mãos a esperança, ida,
Esta oferenda, fazes por merecer,
Uma palavra amiga para acolher
Um coração, teu coração ferido...

Vale escavar toneladas pra viver,
Esquecer palavras tristes na lida,
E sempre iluminar novo amanhecer.
Faço valer tua presença como_vida.
Uma palavra amiga para acolher...

Ibernise.
Rondel Inédito!
Indiara (GO), 02.09.2008.
Núcleo Temático Educativo.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.

Este é meu poema de hoje, caso tenha interesse em saber como ele foi elaborado, leia a Parte VII do meu método, a seguir.

Muito grata

Ibernise





MÉTODO DE IBERNISE PARA FAZER POEMAS – Rondel*Parte VII




O poema surge a partir de uma frase... Se for Rondel a frase deve ser forte duplamente porque o segundo verso vai se repetir duas vezes... E o primeiro verso, três vezes, assim cada vez que se repetir deve reforçar uma idéia forte, que movimente e dê ritmo a declamação do poema...

A elaboração do banco de rimas deverá ser pródiga porque só terá duas rimas, como exige a forma do Rondel.



Apresentação da teoria literária do Rondel:



Rondel é um gênero de poesia originário da França. É um poema exigente em ritmo, cadência. É uma forma muito romântica e tem mais de 400 anos (Século XVI), mantendo sua forma inalterada. O poema Rondel é formado por duas estrofes de quatro versos e uma de cinco versos, seguindo esta ordem.



Veja nos grifos este detalhe de sua estrutura:



AMAR SONHANDO O POSSÍVEL*

Desejar para acreditar na vida e na sorte,
Sonhar o possivel, te ter e jamais te faltar.
Te dar meu carinho, ser tua parte consorte,
Entre atenções, mimos, beijinhos te afagar...

És distração, Minh´alma, regalia a pulsar,
Brinde em sorrisos e abraços, neste forte
Desejar, para acreditar na vida e na sorte,
Sonhar o possivel, te ter e jamais te faltar.

Estando perto brinco em teu sul e norte,
Em ti me comprazo, me alimento de amar,
Rica parceria, na forma, conteudo e porte...
Te amar é, gostar com requintado paladar,
Desejar para acreditar na vida e na sorte.

Ibernise.
Indiara(GO), 02.04.2008.
*Núcleo Temático Romântico.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.



Assim, o Rondel, devido à sua estrutura, exige duas rimas: ABAB - BAAB - ABABA, conforme pode-se observar no Rondel AMAR SONHANDO O POSSÍVEL, onde esta formulação de rimas está distribuída, do primeiro ao último verso.



Siga observando o esquema abaixo:



Verso 1 a palavra sorte (A)

Verso 2 a palavra faltar (B)

Verso 3 a palavra consorte (A)

Verso 4 a palavra afagar (B)



Verso 5 a palavra pulsar (A)

Verso 6 a palavra forte (B)

Verso 7 a palavra sorte (B)

Verso 8 a palavra faltar (A)



Verso 9 a palavra norte (A)

Verso 10 a palavra amar (B)

Verso 11 a palavra porte (A)

Verso 12 a palavra paladar (B)

Verso 13 a palavra sorte (A)



Verifique, ainda, que os dois primeiros versos da primeira quadra vão ser os dois últimos versos da segunda quadra. É importante frisar que o primeiro verso da primeira quadra (Desejar para acreditar na vida e na sorte,) será o último verso do poema na estrofe de cinco versos.



Observe o esquema abaixo:



Verso 1 Desejar para acreditar na vida e na sorte (A)

Verso 2 Sonhar o possivel, te ter e jamais te faltar (B)

Verso 3 a palavra consorte (A)

Verso 4 a palavra afagar (B)



Verso 5 a palavra pulsar (A)

Verso 6 a palavra forte (B)

Verso 7 Desejar para acreditar na vida e na sorte (A)

Verso 8 Sonhar o possivel, te ter e jamais te faltar (B)



Verso 9 a palavra norte (A)

Verso 10 a palavra amar (B)

Verso 11 a palavra porte (A)

Verso 12 a palavra paladar (B)

Verso 13 Desejar para acreditar na vida e na sorte (A)



Em geral o rondel não obedece a esquema fixo de métrica, embora apareça mais frequentemente com versos de sete a oito sílabas poéticas.



Para iniciar a produção do Rondel passo a passo, a proposta é seguir os passos originais do método, para um poema qualquer.


Ou seja:


Para iniciar a composição de um poema utilizando este método, é importante:


1. Partir de uma TEMÁTICA ORIGINAL exposta em um texto gerador que poderá ser da autoria do autor do poema ou não. A sua ferramenta de trabalho são as palavras, o desenvolvimento do sentido dentro da temática ganha vida própria ao ser iniciada a composição;

2. A seguir Eleger palavras-chaves do poema no texto gerador;

3. Selecionar no texto ou criar um par de versos que serão o centro de interesse do rondel;

4. Elaborar um banco de rimas (só após conhecer os dois versos cujas rimas serão repetidas até o final).


.Texto Gerador (De Ibernise. Cidade de Indiara-GO/Brasil ,02.09.2008).

Certo dia precisei escrever uma palavra amiga para um querido amigo, que estava com seu coração ferido.“Amigo as palavras tristes são como avalanche, quando elas surgem em nossa vida a gente precisa encontrar um cantinho e esperar sobreviver, e muitas vezes precisamos escavar toneladas, sem se importar com o sangue a escorrer das mãos porque a vida nos espera, a esperança nos guia... Uma luz iluminará novo amanhecer, é imprescindível nos concentrarmos na alegria de viver.”


.Composição dos dois primeiros versos a partir da seleção das palavras-chaves.


Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...


.Banco de Rimas

Aquecer, merecer, esquecer, viver, acolher,comparecer, ser, fazer, amanhecer, alvorecer, escorrer, sobreviver, compreender, etc.

Perdido, ferido, ida, esquecido, escondido, deprimido, doído, sofrido, querido, comovido,perdido, etc



Observação: quando procurar lembrar palavras para seu banco de rimas, procure dar ênfase a palavras de categorias gramaticais diferentes para maior valorização do poema. Exemplo, se lhe ocorrer muitos verbos, aceite e registre no banco de rimas, mas procure advérbio, substantivos, etc...



.Dando Seqüência ao Poema:



Dar prosseguimento ao assunto desenvolvido, colocando as circunstancias do sentimento descrito, seguindo a justificativa e a conclusão na seqüência lógica encadeada, nesta cadência o poema adquire vida própria e tudo pode aparecer, surpreendendo até mesmo o poeta.



Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...

Exposta à luz daquele alvorecer

Sofrendo junto contigo querido...



Para a produção da segunda estrofe e o sétimo e oitavo versos. Registre as terminações que você almeja e encadeie o assunto enquadrando as rimas, consulte o banco de rimas, se não for suficiente eleja mais algumas rimas...



Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...

Exposta a luz daquele alvorecer

Sofrendo junto contigo querido...



Verso5 er

Verso6 ido

Uma palavra amiga para acolher

Um coração, seu coração ferido...



Assim poderá obter a composição:


Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...

Exposta a luz daquele alvorecer

Sofrendo junto contigo querido...



Toma nas mãos a esperança, ida,

Esta oferenda, fazes por merecer

Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...

Na seqüência escreva o décimo terceiro verso que é obrigatoriamente o primeiro e arme a quintilha desta forma:

Verso 9 er

Verso 10 ido

Verso 11 er

Verso 12 ido

Uma palavra amiga para acolher

Conclusão do Rondel


Buscar os versos na tendência da temática concluindo o por quê daquela oferta, da acolhida, da palavra amiga ou outra forma qualquer de conclusão ou até deixar em aberto a concluir. Este tipo de final é um convite a participação do leitor naqueles fatos e sentimentos. É parte de uma abordagem moderna de poetisar uma temática.


Vale escavar toneladas pra viver,

Esquecer palavras tristes na lida,

E sempre iluminar novo amanhecer.

Faço valer tua presença como_vida.

Uma palavra amiga para acolher...


Agora poderá ver o poema na íntegra verificando sua estrutura e desenvolvimento e desta avaliação finalmente por o título, que é a marca, a vitrine da produção que é o poema. Valorize-o com palavras-chaves de difusão, para que seja inserido com facilidade nos mecanismos de busca e assim será mais compartilhado.

ESPAÇO DE AMIZADE*



Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...

Exposta a luz daquele alvorecer

Sofrendo junto contigo, querido...


Toma nas mãos a esperança, ida,

Esta oferenda, fazes por merecer,

Uma palavra amiga para acolher

Um coração, teu coração ferido...


Vale escavar toneladas pra viver,

Esquecer palavras triste na lida,

E sempre iluminar novo amanhecer.

Faço valer tua presença como_vida.

Uma palavra amiga para acolher...

Ibernise.
Rondel Inédito!
Indiara (GO), 02.09.2008.
Núcleo Temático Educativo.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.

Espero que tenha acompanhado esta construção metodológica, seria interessante ler, consultar os passos anteriores do Método nos links abaixo.

1.Fundamentos Teóricos do Método de Ibernise para Fazer Poemas

http://www.ibernisemaria.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=639330

2. MÉTODO DE IBERNISE PARA FAZER POEMAS (Série Poemas Didáticos)*Parte I

http://www.ibernisemaria.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=639126

3. MÉTODO DE IBERNISE PARA FAZER POEMAS (Série Poemas Didáticos)*ParteII

http://www.ibernisemaria.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=639146

4. OFICINA DO MÉTODO DE IBERNISE PARA FAZER POEMAS (MSN) IV

http://www.ibernisemaria.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=682100

Ibernise.
Indiara (GO), 02.09.2008.

Texto Inédito!
Núcleo Temático Educativo.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.


 
Autor
Ibernise
Autor
 
Texto
Data
Leituras
761
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 03/09/2008 06:48  Atualizado: 03/09/2008 06:48
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Fazendo Rondel com Ibernise* p/
Querida amiga Ibernise

Você é mesmo maravilhosa
quanto carinho dedicas a
todos que querem escrever
um Rondel com esta tua aula
não tem como errar basta agora
pegar lápis e papel e soltar
a imaginção...Obrigado linda
amiga você é dez...

Beijinhos no coração

Ah! O teu Rondel está belíssimo
Muitas palavras amigas como flores
a colher....
Parabéns

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 03/09/2008 12:33  Atualizado: 03/09/2008 12:33
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Fazendo Rondel com Ibernise*
É um belo rondel!

Copiei suas explicações...Nunca compus um rondel...Vou experimentar!


Beijos de luz e um carinho especial para você, querida amiga!!!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/09/2008 16:11  Atualizado: 03/09/2008 16:11
 Re: Fazendo Rondel com Ibernise*
Ibernise,
Eu adoro rondéis!São musicais e cadenciados a declamação.Esse teu junto com as explicações está excelente.Parabéns pela didática!
Bjins, Betha.