https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

MEMORIAS...

 
MEMORIAS...
 
Quem Sabe


Quisera te apagar de minha memória

Quisera rasgar a página do livro que marcou nossa história

Quisera apagar o que aconteceu.

Quisera esquecer este louco amor que me invadiu e me enlouqueceu.

Sonho vivido, amor confirmado, amor proibido, amor sofrido..

Distância imensa, saudade da tua presença...

Te sentindo no peito, te sentindo na alma imploro a calma, mas aos poucos vou morrendo, sabendo que estamos mais distantes que supomos, mais longe do que suportamos.

Quisera fugir, mas para onde quer que eu vá, este amor vai me acompanhar, e eu sei que sempre, sempre vou te amar.

Não há nada que possa este sentimento mudar,não há nada que possa nos ajudar...
Prova dura na terra que nos foi dada a enfrentar...

Não diga mais nada.
Vá amor,continue sua caminhada, mesmo com os nossos corações ardendo de paixão, aprenderemos a conviver com a dor da separação.

Guarde contigo este tesouro, leve contigo o amor mais amigo, o sonho interrompido.
Quem sabe na eternidade poderemos nos reencontrar e livremente nos amar!

Quem Sabe...!!!





Abílio Pereira




 
Autor
Abílio_Pereira
 
Texto
Data
Leituras
644
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 30/09/2008 14:02  Atualizado: 30/09/2008 14:02
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: MEMORIAS...
Um tema comum que é aqui tratado de forma original e muito agradável. Abraço.


Enviado por Tópico
LuisaMargaridaRap
Publicado: 30/09/2008 15:35  Atualizado: 30/09/2008 15:35
Colaborador
Usuário desde: 19/08/2008
Localidade: Portalegre - Alentejo
Mensagens: 1512
 Re: MEMORIAS...
Caro Abílio,

«...Quisera te apagar de minha memória
Quisera rasgar a página do livro que marcou nossa história
Quisera apagar o que aconteceu.
Quisera esquecer este louco amor que me invadiu e me enlouqueceu...»

Mas no fundo e aqui só pra nós que ninguém nos ouve, não quer nada apagar da sau memória um amor tão grande e que lhe deixou para além da saudade muitas lembranças e lindas memórias

Belo poema, parabéns


Beijinhos

Luisa Raposo