https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

ALMA

 
Tags:  amor    desejo    alma    corpo  
 
Open in new window


Desejos que consome a alma
pura insana levitação do sim e não;
Desejo que me da fome,
que mata e se torna redenção;


Do veneno que me tornou vitima,
me tornou pedra, me fez sonho indomado.
Me fez sangue, brinde do vinho
de um ser amado.


Taças quebradas, petalás de uma rosa guardada.
Um tango que nunca dancei,
um lugar que nunca olhei.
Um dia depois de ser amada...


Nua me olho no espelho,
um nada pintado de negro.
Alma alva no reflexo não te vejo;
Deve estar perdida,
em alguma esquina do desejo.


by
S_adverso

serie FRAGMENTOS
 
Autor
ADVERSO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
619
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaurélioMachado
Publicado: 04/11/2008 12:13  Atualizado: 04/11/2008 12:13
Participativo
Usuário desde: 24/10/2008
Localidade: São Bento do Sul/SC
Mensagens: 17
 Re: ALMA
Profundamente encatadora sua poesia querida poetisa.
Um abraço e parabéns, encantou minha manhã.


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 04/11/2008 14:23  Atualizado: 04/11/2008 14:23
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: ALMA
Sugestivo e deambulante este seu poeta. Retrato de uma diversidade de pensamentos relacionados com um encontro marcante.