https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A GUERRA DO AMOR

 
Tags:  amor    desejo    esperança  
 

Neste mundo, nesta Terra,
Há tanta, tanta guerra,
Mas todas elas diferentes.
Há a guerra pelo poder.
Há a guerra pelo dinheiro.
Há a guerra no desporto
Para tentar ser o primeiro.
Mas não há melhor guerra
Do que a guerra do amor
Que já vem das noites os tempos.
Para Adão e Eva...
Talvez fosse passatempo!
É uma luta corpo a corpo,
Num bailado de felicidade.
As armas? são os olhos que brilham
Como espadas cintilantes,
Lábios que se entrecruzam
Entre dois seres amantes.
Dois corpos jamais cansados
De lutar como guerreiros
Pelo amor aprisionados...
Felizes prisioneiros!
No fim dessa luta de amor
Nossos corpos abandonados,
Descansando alongados
Nesse campo de batalha
Que não era que uma cama,
Recebemos como medalha
Um fósforo, que nos deu a chama
Para acender nossos cigarros.
E entre duas auréolas de fumo,
Minha mão tomou teu rumo
Indo acaraciar o teu corpo;
Fechas-te os olhos, de conforto
Ao sentires minha carícia.
Nossos corpos transpiraram.
Nossos corações suspiraram
Num suspiro de trovador.
Então, senhores das guerras
Enterrai as espingardas
Até que elas dêm flor.

A. da fonseca






SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

Open in new window
 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
876
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
23
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 13/11/2008 20:10  Atualizado: 13/11/2008 20:10
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: A GUERRA DO AMOR
Que saudades Alberto você é que mercia uma medalha
por tão belo poema.

Espero que esteja tudo bem?

Um beijo doce

E Então, senhores das guerras
Enterrai as espingardas
Até que elas dêm flor.
Palavras lindas de amor!


Enviado por Tópico
LuisaMargaridaRap
Publicado: 13/11/2008 20:15  Atualizado: 13/11/2008 20:21
Colaborador
Usuário desde: 19/08/2008
Localidade: Portalegre - Alentejo
Mensagens: 1512
 Re: A GUERRA DO AMOR
Caro Poeta li e reli o seu poema e vou lhe responder do seguinte modo. Enquanto no mundo houver entre homens divisão, há-de a honra vender, há-de honrar o ladrão.
Nem o silêncio é virtude nem a balbúrdia precisa, errada é a paz que se ilude das ilusões que utiliza.
Quem dá mais a morte teme e a sua vida restringe, onde a mentira é o leme, é a verdade que finge!

( resposta ás guerras que existem no mundo logo no inicio do texto )

Resto do poema ficou mais suave
beijinho

Luisa Raposo


Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 13/11/2008 20:47  Atualizado: 13/11/2008 20:47
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: A GUERRA DO AMOR
A guerra do amor e tão linda como seu poema!Aplausos por tão bela composição!


Enviado por Tópico
SMACC
Publicado: 13/11/2008 21:01  Atualizado: 13/11/2008 21:01
Super Participativo
Usuário desde: 23/04/2008
Localidade: Alhos Vedros
Mensagens: 133
 Re: A GUERRA DO AMOR
Bem Alberto estou estupefacta com tremenda habilidade em misturar amor com guerra.
Adorei

beijos

smacc


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 13/11/2008 21:06  Atualizado: 13/11/2008 21:06
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: A GUERRA DO AMOR
Já tinha saudades de ver esta foto por aqui, e dos seus escritos também, mas hoje brindou-nos com uma guerra...que bom serei se o mundo seguisse este poema e só houvesse guerras de amor nesta forma aqui retratada de uma forma poética sublime.

Beijos




Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 13/11/2008 21:11  Atualizado: 13/11/2008 21:11
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: A GUERRA DO AMOR
Bem podiam esperar e fazer o bem enquanto as espingardas não dão flor

Gostei!

Bjs


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 13/11/2008 21:49  Atualizado: 13/11/2008 21:49
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: A GUERRA DO AMOR
Bom Alberto, e enquanto houver poetas assim... as guerras nunca acontecerão nos corações dos homens!
<bjnsOpen in new window


Enviado por Tópico
Frederico Rego Jr
Publicado: 13/11/2008 23:04  Atualizado: 13/11/2008 23:04
Da casa!
Usuário desde: 15/01/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 393
 Re: A GUERRA DO AMOR
a sublime guerra do amor, a melhor das guerras!


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 14/11/2008 14:39  Atualizado: 14/11/2008 14:39
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: A GUERRA DO AMOR
Esta guerra sim, eu alisto-me

Bom ter-te por cá Alberto lindo!!!!

Beijoca grande


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 14/11/2008 14:59  Atualizado: 14/11/2008 14:59
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: A GUERRA DO AMOR
Amigo Alberto,

Este seu poema chega ao epogeu.
Belíssimo.

Um abraço fraterno


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2015 10:05  Atualizado: 02/05/2015 10:05
 Re: A GUERRA DO AMOR
Gostei muito de ler!


"Falar de amor quando o coração escalda tristeza é poesia, é ser poema, é torna-se poeta"

ABRAÇO!

ASS:© GERSON CLAYTON RODRIGUES DOS SANTOS. (s.d.).