https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

SENSAÇÕES DE ENIGMA

 
SENSAÇÕES DE ENIGMA
 
SENSAÇÕES DE ENIGMA
Juliana S. Valis


Teus olhos captam sensações de enigma,

Enquanto a fé imprime o amor já tão disperso,

Entre as estrelas sós de uma sublime rima

Que redime a luz na intrepidez de um verso !



E cada vez que o ápice da tempestade

De dor invade teu olhar profundo,

Eis que o mar da vida, muito cedo ou tarde,

Só verá segredo muito além do mundo...



Bem ou mal, teus olhos só procuram luz

No que há de vida em verso, em vastidão,

Mas é preciso ver sempre o que o amor conduz,

Entre os labirintos do teu coração...



Olha, então, a luz que te vier na alma,

Além de toda a dor que vislumbrar no mundo,

E todo mar de enigma que já não te acalma

Desaguará no cerne de um amor profundo.

---

www.cultura-diversao.blogspot.com

poema registrado por Juliana S.Valis, copyright.


 
Autor
Juliana Silva Valis
 
Texto
Data
Leituras
987
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gothicum
Publicado: 19/11/2008 21:53  Atualizado: 19/11/2008 21:53
Da casa!
Usuário desde: 21/09/2008
Localidade: Galáxia de Andrômeda
Mensagens: 427
 Re: SENSAÇÕES DE ENIGMA
"Entre no desconhecido e em todos os momentos de sua vida, terá excitação, aventura e mistério. A incerteza é o caminho da liberdade." Autor desconhecido

Este poema só pode ter uma clasificação. Excelente. Adorei.... Obrigado por escrever e partilhar.