https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

embaciado

 
Tags:  saudade    desilusão  
 
embaciado
 
quando te vejo...

embaciado já

por trás de nada ...

salpicado de vida em gotas de água

salpicos em ti

vivias momentos de salpicos...

embacias...

quando te vejo sem te ver

no fosco que me separa de ti...

quando te vejo assim

embaciado

embaciado pela solidão

em que te confortas sempre

eu...daqui

já não te consigo ver

já não sinto a vida em ti...

por detrás de nada ... e se nada se vê

se tudo se embacia em ti...

escondido

em sombras que fabricas

não te deixas ver

não te queres sentir

nunca

salpicas sempre...

as gotas dizem-me que houve vida aí

que um dia já eram mais que gotas

que as gotas se transformaram em rios que bebias

já não deixas entrar as gotas que te davam de beber

que um dia te fizeram viver

e que a mim... me

davas a provar

um dia o sol desambaciou ...

essa parede

que embacias

constantemete embacias...

com a tua solidão

embaciaste

solidão de ti...

solidão de mim...

já não bebes essa água

não vês através daí

daí dessa fosca solidão

que te prende a ti

que te desprende de mim

te desprende dessas gotas...

que do lado de lá não podes beber

já embaciado te vejo...

por detrás de nada

embaciado nessa louca solidão...

teresa/janeiro 2009


 
Autor
teresamaria
 
Texto
Data
Leituras
794
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 22/01/2009 14:19  Atualizado: 22/01/2009 14:19
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4099
 Re: embaciado
Uma solidão embaciada que prende e desprende, e que afasta...
Gostei muito do poema. Toca...

Beijo