https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

“No silencio das horas”

 
Tags:  amor    poema    coração    alma    sonhos    luz    corpo    boca    nua  
 
 “No silencio das horas”
 

Quando feito fruta madura,
adoça-me a boca e o coração...
Tenho os sonhos voláteis alimentados.
A seiva da descoberta, sazonada...
E teu corpo é poema, em versos cantados.
Acredito se dizes que sou a mulher,
que nos teus sonhos nasceu, e deles escapou,
tornado-se palpável e real...
Luz radiante que deu vida, inundou,
coloriu e perfumou o teu quintal...
Que meu amor tira o juízo,
porem lhe aquece por inteiro...
Amo a paz que vejo neste sorriso,
a buscar o que tenho de verdadeiro.
Gosto dos momentos de fim de tarde,
onde num berço de folhas, me fazes deitar.
Lendo minha alma, ternamente me ama.
E me vejo “nua” dentro do teu olhar.
Quero beber mais de tua farta essência,
que me rouba os sentidos e a alma arvora.
E muito mais desses difusos momentos,
quando me deixo amar, no silêncio das horas...

Glória Salles

Open in new window


Glória Salles

No meu cantinho...
 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
1239
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
20
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 28/01/2009 22:37  Atualizado: 28/01/2009 22:37
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: “No silencio das horas”
As tuas palavrinhas dão alimento a alma!
"Gosto dos momentos de fim de tarde,
onde num berço de folhas, me fazes deitar.
Lendo minha alma, ternamente me ama.
E me vejo “nua” dentro do teu olhar."

Beijocas doces


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 28/01/2009 22:48  Atualizado: 28/01/2009 22:48
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: “No silencio das horas”
Glória,

Mais um lindo e exultante poema de amor.

Beijinho


Enviado por Tópico
krystyna77
Publicado: 28/01/2009 23:16  Atualizado: 28/01/2009 23:16
Muito Participativo
Usuário desde: 17/11/2007
Localidade: Moita
Mensagens: 99
 Re: “No silencio das horas”
"adoça-me a boca e o coração..."



E é com a alma doce que fico ao ler algo tão belo como o entardecer nos braços do amor!



Beijos


Enviado por Tópico
Katrine
Publicado: 28/01/2009 23:20  Atualizado: 28/01/2009 23:20
Participativo
Usuário desde: 30/08/2008
Localidade: Sintra
Mensagens: 15
 Re: “No silencio das horas”
Glória, ler o que escreve é para mim
puro prazer!
Um beijo para si!
Katrine


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/01/2009 23:21  Atualizado: 28/01/2009 23:21
 Re: “No silencio das horas”
A nudez da alma no silêncio de momentos inesquecíveis


Beijinhos

Dolores


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 29/01/2009 13:27  Atualizado: 29/01/2009 13:27
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12082
 Re: “No silencio das horas”
A beleza e a transparencia do amor neste belo poema.

Beijos


Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 29/01/2009 13:40  Atualizado: 29/01/2009 13:40
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: “No silencio das horas”
Com a certeza de me repetir sempre que te leio, belo,belo, beijinhos


Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 29/01/2009 23:07  Atualizado: 29/01/2009 23:07
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: “No silencio das horas”
Ler almas... Gosto disso!
E gosto muito do teu poema Glorinha!
Um beijo querida!
Dill


Enviado por Tópico
Moon
Publicado: 30/01/2009 00:23  Atualizado: 30/01/2009 00:23
Super Participativo
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade:
Mensagens: 102
 Re: “No silencio das horas”
"...quando me deixo amar, no silêncio das horas...", a sua relação do poema em 'imagens' está perfeito. Senti-me como se estivesse em seus olhos,
está sem sombra de dúvida muito belo o seu texto, os meus parabéns. *


Enviado por Tópico
CarlosCarpinteiro
Publicado: 30/01/2009 08:19  Atualizado: 30/01/2009 10:55
Da casa!
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Mondeville
Mensagens: 200
 Re: “No silencio das horas”
Leio,
mas comentar não sei.
Talvez porque não me tenha sido dado poder sonhar.
Os sonhos para que se tornem palpaveis
é necessario realiza-los
e para realizar sonhos é necessario submeter a realidade a prova da duvida.
Talvez se os ocenos secassem, ou se um Deus apartasse as aguas do atlantico...dizem que ja aconteceu em outras paragens.
Historias dos antigos.
Continua a escrever.
Eu continuarei a ler em silêncio.
Ca