https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ANDANÇAS DE MIM

 
Tags:  amor    paixão    saudade    ilusão    emoção    mentira    engano  
 
ANDANÇAS DE MIM
 
.


Glória Salles

No meu cantinho...


Open in new window

 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
1973
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
11
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 08/02/2015 03:05  Atualizado: 08/02/2015 03:05
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: ANDANÇAS DE MIM
perfeito, na medida certa.
bom que tenhas voltado! obrigada pela partilha
que me encantou. bjs


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 08/02/2015 09:31  Atualizado: 08/02/2015 09:31
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: ANDANÇAS DE MIM
Sentimentos que se desparta de nosso corações, saindo pelos olhos evanescendo os encantos das faces de nossos sentidos.

Somente apaludir


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 08/02/2015 10:27  Atualizado: 08/02/2015 10:27
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3962
 Re: ANDANÇAS DE MIM
Muito bonito!
Parabéns!
Um beijinho!


*-*


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 08/02/2015 10:29  Atualizado: 08/02/2015 10:29
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: ANDANÇAS DE MIM
Magnífico poema, linda imagem, e esse toque sem igual, da inspiração de Glória Salles. Parabéns!

Feliz domingo.

Bjos


Open in new window


Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 10/02/2015 13:11  Atualizado: 10/02/2015 13:15
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 3753
 Re: ANDANÇAS DE MIM
Soneto inglês, ou melhor, shakespeariano... É raro se ver quem o domine tão bem. Penso que o dístico do fim ficou perfeito. Apenas senti falta de metro e ritmo. Rimas suaves, naturais, não ofendem o idioma com construções inusuais sem qualquer motivo. Não, a gente lê do início ao fim sem se dar por si de qualquer palavra dura.

Quanto ao tema -- aparentemente, autoconhecimento -- alegra-me a elegância de tuas andanças em ti mesma. Povoaste minha mente com teu caminho que cessa ao amanhecer, levando rimas e músicas que habitam em ti. Reencontras o calor, enquanto a noite se aproxima cheia de encontros e maravilhas.

Obrigado por compartilhar tua fecunda interiorização.

Um abraço, Ricardo Cunha.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2015 02:39  Atualizado: 21/02/2015 02:39
 Re: ANDANÇAS DE MIM
Bem doce.


Feliz num ponto e bem maís odiável do que gosto.




Belo poema.



Abraço,




Coletivo...