https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

“Intransferível...”

 
Tags:  amor    paixão    saudade    ilusão    emoção    mentira    engano  
 
 “Intransferível...”
 
Quando solícita, permiti que adentrasse
E que nosso pensar fosse uma só alquimia
Dei a senha para que em meu íntimo entrasse
E invadisse meus portões com tua fantasia
.
Sem medo, lhe confessei minha intimidade
Deixei que minha vida, dissecada no breu
Por teu sorriso largo inundasse de claridade
E matizasse meu sorriso, cada gesto teu.
.
Teu receio é miragem, já que sou incomum.
E desafiando o vulgar, asseguro fidelidade.
Não brinco com emoção, só sei amar de verdade.
.
O segredo que é teu, não divido com nenhum.
Se me olhasse veria, tua dúvida me amofina.
E a confiança que busca, escrito em minha retina.

Glória Salles
-Registro na Biblioteca Nacional
-Ministério da Cultura
-E.D.A. —



Glória Salles

No meu cantinho...

Open in new window
 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
1044
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
8
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/01/2015 10:13  Atualizado: 30/01/2015 10:13
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29155
 Re: “Intransferível...”
Pintam-se os verdadeiros encantos que se prolifera nos andais de uma essência que trasnpira dos olhos da poesia um lindo amor em forma de emoção, sentido pela lindas almas


Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 30/01/2015 11:12  Atualizado: 30/01/2015 11:12
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 3754
 Re: “Intransferível...”
Saudações, Glória Salles.

Sou novo nessa plataforma e espero que me perdoe, de antemão, qualquer exagero em meu comentário.

O modo como V. se posiciona em face do que aparenta ser insegurança do seu parceiro é cativante, firme e insistente, tal como deve ser quando realmente nos importamos com as dúvidas e exigências das pessoas a quem amamos. Há um ambiente de intimidade, de papo de alcova, que é delicioso.

Não obstante, penso que, no encerramento do soneto, "confiança" deveria concordar com "escrito(a)" no gênero feminino do substantivo, o que não ocorreu ainda.

Sua métrica com sílabas variando entre onze e doze e com tônica variante pela 4°, 5° ou 6° sílabas também me incomodaram. Não seguir o ritmo, em um soneto, é negar-lhe a concisão que a forma requer. Sei que versificação é algo questionável por muitos, mas, para mim, ela só agrega à qualidade do estilo.

Também tive algumas dúvidas em relação aos efeitos pretendidos por sua pontuação. Vale a pena trabalhar mais a sua ideia nesse soneto, penso que pode melhorar muito ainda.

Mais uma vez, peço desculpas se me alonguei e se fiz considerações inoportunas.

Um abraço, Ricardo Cunha.


Enviado por Tópico
Álvaro
Publicado: 30/01/2015 15:29  Atualizado: 30/01/2015 15:29
Da casa!
Usuário desde: 02/09/2009
Localidade: Serra Talhada - Pe
Mensagens: 268
 Re: “Intransferível...”
A mais pura emoção feminina!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/02/2015 13:36  Atualizado: 07/02/2015 13:36
 Re: “Intransferível...”
Meus olhos dançam com um prazer imenso
nas nuvens do teu soneto.

Grata pela partilha

Abraços