https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tumultos à passagem do sistema

 


Peripécias desenvoltas
estimularam eloquências,
proferidas palavras soltas...
arcadas as consequências.
Síndroma desdenhado,
omitidas benevolências,
plano reestruturado...
aumentadas as exigências.
Trajecto reencontrado
de uma diferente forma,
apesar de transfigurado
alcançou a plataforma...
Quem do passado torna
jamais se provocará...
no sentido que adorna
os que agora estão cá.
Vindos do lado de lá,
optaram por outro caminho,
num sentido que não vá
comprometer o desalinho...
Entornado todo o vinho
por tentáculo usurpador...
definhou todo o carinho
não mais existiu amor!...


António MR Martins
Tem 12 livros editados. O último título "Juízos na noite", colecção Entre Versos, coordenada por Maria Antonieta Oliveira, In-Finita, 2019.
Membro do GPA-Grupo Poético de Aveiro
Sócio n.º 1227 da APE - Associação Portugues...

 
Autor
António MR Martins
 
Texto
Data
Leituras
911
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
48 pontos
24
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ravendra
Publicado: 03/02/2009 00:21  Atualizado: 03/02/2009 00:21
Muito Participativo
Usuário desde: 28/10/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 79
 Re: Tumultos à passagem do sistema
Amigo,
Não há como definir teu poema...delirei.
Contudo, lembro-me Shakespeare:

"Só ri da cicatriz, quem nunca foi ferido".

Grande abraço,

Ravendra.


Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 03/02/2009 12:50  Atualizado: 03/02/2009 12:50
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: Tumultos à passagem do sistema
Olá amigo, não sei se peguei e essencia do teu poema à primeira vista, mas senti que fala do 'pouco caso" de alguns sobre muitos...
De qualquer forma, espetacular...
E pela primeira vez digo isto num comentário:
Que belo ritmo!
Abraço


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 03/02/2009 13:30  Atualizado: 03/02/2009 13:30
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12082
 Re: Tumultos à passagem do sistema
António

um poema forte com mensagem para refletir na passagem da vida, fica comigo.

Beijos


Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 03/02/2009 15:22  Atualizado: 03/02/2009 15:22
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Tumultos à passagem do sistema
Um dos melhores textos que leio hoje!Brilhante!


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 03/02/2009 16:01  Atualizado: 03/02/2009 16:01
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Tumultos à passagem do sistema
António, um dos mais belos poemas que leio! Vou guardá-lo

Beijo grande


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/02/2009 19:03  Atualizado: 03/02/2009 19:03
 Re: Tumultos à passagem do sistema
António, numsistema reestruturado, as espectativas são quase sempre mais altas.
Resta saber se estaremos sempre à altura.

Obrigado pelo carinho

Abraço


Enviado por Tópico
mim
Publicado: 03/02/2009 22:45  Atualizado: 03/02/2009 22:45
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Tumultos à passagem do sistema
Primo
Que poema!!!
Nem tenho palavras...vou levar para ler e ler e ler...

Bombocas e beijocas doces






Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 04/02/2009 23:58  Atualizado: 04/02/2009 23:58
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Tumultos à passagem do sistema
António,
Num mundo de interesses sórdidos o amor pelo próximo não tem lugar.
Que orgulho de ser sua amiga.
Beijo
Nanda


Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 05/02/2009 21:03  Atualizado: 05/02/2009 21:03
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: Tumultos à passagem do sistema
António:
Desta vez vou utilizar palavras suas.
Gostei sobremaneira.
Vamos ver se tudo se compõem.
Beijo


Enviado por Tópico
PAULOMONTEIRO
Publicado: 06/02/2009 15:45  Atualizado: 06/02/2009 15:45
Muito Participativo
Usuário desde: 23/07/2008
Localidade:
Mensagens: 92
 Re: Tumultos à passagem do sistema
prezado antónio
como escreveu el gaucho che guevara
é preciso ser duro
sem jamais perder a ternura
e ele era poeta
com um grande e fraterno abraço do
paulo monteiro