https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

“Ocaso”

 
Tags:  alma    rimas    silêncio    olhos    versos    culpa    poente  
 
“Ocaso”
 

Se sair de mim...
Se abandonar neste poente
as rimas dos meus versos.
Se pausar minha historia,
no tempo que declina.
Se ouvir os “ais”, que
orvalham minhas vertentes,
banindo as carências .
Se debruçar
na janela da alma,
minhas ambigüidades.
Assim...
Olhos presos no ocaso...
Sem pesar, sem culpa.
Então...
Na explosão púrpura
desse fim de tarde...
Nua de essência,
farei barulho
neste vasto silêncio.
Acordando o porvir...

Glória Salles
18 fevereiro 2009
20h39min

Open in new window


Glória Salles

No meu cantinho...
 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
1136
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
21
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Renata
Publicado: 19/02/2009 00:33  Atualizado: 19/02/2009 00:34
Super Participativo
Usuário desde: 14/02/2009
Localidade:
Mensagens: 138
 Re: “Ocaso”
Faça barulho sim,
rompa o silêncio
grite até que a voz lhe doa
e as palavras se gastem.
Só aliviamos a dor quando nos superamos
na própria dor.
Gostei de a ler Glória.


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/02/2009 01:01  Atualizado: 19/02/2009 01:02
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: “Ocaso”
Não te afastes das pessoas Glória,
não te oprimas no silêncio,
não esqueças aqueles que sempre estiveram ao teu lado, dando a cara.
Era isso que te queria deixar hoje expresso, com todo o carinho que nutro por ti.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2009 01:04  Atualizado: 19/02/2009 01:04
 Re: “Ocaso”
Glória Salles,

Ouvindo os versos como de ti
Saídos, com todos os “ais”
De tuas rimas, na minha voz
um pouco de teu sentir!

Beijos

Ulysses


Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 19/02/2009 09:54  Atualizado: 19/02/2009 09:54
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: “Ocaso”
E tão barulhenta é a tua poesia,tens um jeito tão especial de escrever que nos eleva num plano altíssimo, beijinhos


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 19/02/2009 13:37  Atualizado: 19/02/2009 13:37
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: “Ocaso”
Refletida e sentida poesia...as vezes deve-se romper o silêncio...

Beijos


Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 19/02/2009 22:23  Atualizado: 19/02/2009 22:23
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: “Ocaso”
Quase que te consigo imaginar sentada num rochedo de uma praia deserta de olhos postos no ocaso de mais um dia que finda na tranquilidade das tuas palavras...

Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2009 23:33  Atualizado: 19/02/2009 23:33
 Re: “Ocaso”
Se percebi o comentário da Vóny eu tinha razão há uns dias atrás na minha msg que te enviei!

A palavra "ocaso" é proibida em ti! Só te vejo " Sol nascente"

Beijos com carinho


Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 20/02/2009 13:24  Atualizado: 20/02/2009 13:24
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: “Ocaso”
Gloria:

Como me revi nestas palavras.

lindo o poema.

Beijo


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 21/02/2009 17:28  Atualizado: 21/02/2009 17:28
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8225
 Re: “Ocaso”
Cada vez que te leio vejo em ti um novo passo para a sublimação. Belo! Parabéns. E um beijinho


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 23/02/2009 21:50  Atualizado: 23/02/2009 21:50
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: “Ocaso”
Se sair de voce quero mais barulho...
Gostei muito do poema, da sensubilidade.

Bjs

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 26/02/2009 12:33  Atualizado: 26/02/2009 12:33
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: “Ocaso”
Maravilhoso! Toquei a púrpura das tuas vestes, raiadas de sentimento e vestígios de murmúrios ensurdecedores... Beijo!

Enviado por Tópico
MariaLiberdade
Publicado: 27/02/2009 00:12  Atualizado: 27/02/2009 00:12
Super Participativo
Usuário desde: 30/09/2008
Localidade: Acre - Brasil
Mensagens: 130
 Re: “Ocaso”
"Na explosão púrpura
desse fim de tarde...
Nua de essência,
farei barulho
neste vasto silêncio.
Acordando o porvir..."

Você é uma verdadeira poetisa. Sou fã do seu estilo poético.

Abraços