https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 10 »
Offline
GlóriaSalles
CARNAVAL SÓ NOSSO (republicação)
Vestidos de arco-íris vamos pelo salão No compasso patente desse louco amor. Ao conhecer na pele ...
Enviado por GlóriaSalles
em 15/02/2015 23:23:55
Offline
GlóriaSalles
ASSUMO
Assumo que quando sem norte peregrinava E nos tantos descaminhos era mero viajante A porta origin...
Enviado por GlóriaSalles
em 12/02/2015 01:42:20
Offline
GlóriaSalles
Enviado por GlóriaSalles
em 08/02/2015 02:25:59
Offline
GlóriaSalles
O QUE FALTA
De cavalgar feliz, meu coração tem pressa Seguir o rastro da lua, versos derramando De um terno o...
Enviado por GlóriaSalles
em 07/02/2015 22:28:43
Offline
GlóriaSalles
“Intransferível...”
Quando solícita, permiti que adentrasse E que nosso pensar fosse uma só alquimia Dei a senha para...
Enviado por GlóriaSalles
em 30/01/2015 02:53:10
Offline
GlóriaSalles
“Fascina-me…”
Fascina-me nunca saber o que está evidente Se o homem, que jorra ternura desmedida. O lobo, que m...
Enviado por GlóriaSalles
em 16/01/2015 02:03:18
Offline
GlóriaSalles
“Mergulhar sem medo”
Nas avenidas dos meus versos um desfile ameno De palavras sutis camufladas em sinistra apatia Que...
Enviado por GlóriaSalles
em 17/04/2013 01:42:25
Offline
GlóriaSalles
“Palhaço, trovador...”
A antiga peleja inda existe Entre o que quero e o que faço. Um lado de mim não desiste Das regras...
Enviado por GlóriaSalles
em 09/04/2013 19:41:07
Offline
GlóriaSalles
“Foi engano…”
Você foi o ascendente de todos os meus enganos O caminhar interrompido na soleira da entrada O ...
Enviado por GlóriaSalles
em 09/04/2013 02:36:37
Offline
GlóriaSalles
“Assim sendo, gritei...”.
Porque o silencio já não aquece a alma E nas tramas das letras já não me acho As linhas titubean...
Enviado por GlóriaSalles
em 08/04/2013 00:16:46
Offline
GlóriaSalles
Série Indriso : “Pena”
-Registro na Biblioteca Nacional -Ministério da Cultura -E.D.A. —
Enviado por GlóriaSalles
em 15/10/2012 20:38:40
Offline
GlóriaSalles
"Sem respostas..."
Avaliar porque falhou aquele instante Fragmentar resquícios de memória É como fugir sem endereço,...
Enviado por GlóriaSalles
em 13/10/2012 14:55:44
Offline
GlóriaSalles
“Sem palavras...”
Trago um poema farto de incertezas Ressoando farpado e monótono canto Cujas letras, isentas de qu...
Enviado por GlóriaSalles
em 09/10/2012 03:40:26
Offline
GlóriaSalles
Enviado por GlóriaSalles
em 07/04/2012 04:12:00
Offline
GlóriaSalles
Enviado por GlóriaSalles
em 23/01/2012 20:53:04
Offline
GlóriaSalles
Enviado por GlóriaSalles
em 18/01/2012 15:53:39
Offline
GlóriaSalles
“Por este amor...”
Por este amor, piso no que o olhar ignora Abandono o temor na estação passada Deslembrado no ne...
Enviado por GlóriaSalles
em 14/01/2012 01:13:29
Offline
GlóriaSalles
“Tortuoso caminho...”
Quisera pra seguir, ter toda astúcia e engenho. E com passos firmes por caminhos incertos Mundo...
Enviado por GlóriaSalles
em 12/01/2012 23:11:55
Offline
GlóriaSalles
‎"Sou eu…”
Para a minha obstinação, não caço causa Sequer vãs e dúbias provisões, acumulo A razão dos meus s...
Enviado por GlóriaSalles
em 11/01/2012 21:49:48
Offline
GlóriaSalles
“Ciclo”
. Pela vida toda tem sido assim A lucidez quieta de cada tarde Avança indócil, passa por mim O h...
Enviado por GlóriaSalles
em 11/01/2012 01:33:06
(1) 2 3 4 ... 10 »