https://www.poetris.com/
 
Textos -> Tristeza : 

Insónia

 
Tags:  noite    querer    desespero    amanhecer  
 
Começa a haver noite, e nascem com ela os desígnios escondidos que me serviram de recosto no passado. Sinto sossego ao avistar que já todos se preparam para ser embriagados de sono...
É sublime e doce, a dor de um fim, a apatia de um rosto... como se sentisse fogo em mim.
Para onde vou, perguntas tu. Nada neste Mundo me fará parar, largo-me do teu beijo, porque jamais me irás esperar.
São estas, memórias que receio, a angustia e o devaneio...
Sonolentamente de certa forma ainda o quero, velo o meu desespero, dou voz e passo ao exagero, porque três quartos da noite já terão passado, e o meu pensamento ainda se manterá por ti acordado...
Enche-me de vez o coração de coisas para dizer, ou cala-me a boca, arranjando outra forma de o fazer.
O céu citadino faz-se amanhecer, a rua e o rádio ritmados, trazem o ruído que tanto havia esperado.
Agora sei por onde me deixas-te... Eu? Ficarei sempre por trás das palavras que não falaste.


Choro com os dedos para não o fazer com lágrimas!

http://naoprecisadenome.blogspot.com/


 
Autor
Moon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1126
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/03/2009 17:25  Atualizado: 09/03/2009 17:25
 Re: Insónia
Mais um bom texto...
valeu Moon
abraço

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/03/2009 14:16  Atualizado: 10/03/2009 14:16
 Re: Insónia
Open in new window

Maravilhosa esta sua prosa poética! Esta insónia que lhe despertou um excelente momento.

Beijo azul

Enviado por Tópico
Andraz
Publicado: 11/03/2009 11:46  Atualizado: 11/03/2009 11:46
Muito Participativo
Usuário desde: 13/01/2009
Localidade: Planeta Terra
Mensagens: 60
 Re: Insónia
Gostei bastante. Menina talentosa..=)

Beijinho*