https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Um abraço!

 
Estamos separados por um segundo se tanto,
no entanto por milhares de quilómetros de fibra óptica
Queria eu ser luz e percorrer todo este espaço
Ainda a tempo de lhe dar um abraço
De enxugar as lágrimas que sobram em seu rosto
A tempo de atrair a mim seu desgosto, sua atenção
Olhar em seus olhos e partilhar consigo a expressão
Neste momento em que suspira queria eu ser,
Não o ar que expira, mas o ar que ao entrar lhe trará alivio.
Ser eu a devolver ao seu rosto niveo o rubor de outrora
Lhe cobrar um sorriso sem pudor como se cobra esmola.
E sem demora lhe beijar ao de leve a face e ao fazê-lo
Sentir nesse preciso e breve enlace o desenlace do novelo
Esse novelo que mesmo que embrulhado o mais que fosse
Se desfaz num beijo como, na boca, algodão doce.
Aí pegaria numa ponta, você numa outra
E lhe diria "até já" como quem diz que volta.<br />
 
Autor
TrabisDeMentia
 
Texto
Data
Leituras
1695
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 23/09/2006 14:39  Atualizado: 23/09/2006 14:39
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Um abraço!
Caro amigo poeta, realmente belo seu poema... Gostei muito e não esqueça tem muitos amigos do outro lado da fibra ótica e a muitos quilômetros que sempre esperam um abraço ou uma palavra amiga sua! Beijinhos na sua alma de poeta

Enviado por Tópico
MaryFio
Publicado: 18/11/2012 02:14  Atualizado: 18/11/2012 02:14
Da casa!
Usuário desde: 28/09/2012
Localidade:
Mensagens: 479
 Re: Um abraço!
Simplesmente tocante.
O fim deste poema, tocou-me de uma forma absoluta.
Nao eh o infantil que eh puro e toca a alma? Adulto/cheio de ternura.
Que delicia o algodao doce. O novelo...o sentimento, a fidelidade.
Amei esse!
Abracos,
~Mary~