https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

No Fundo do Poço Há Sempre Uma Mola.

 
O preto nunca ficou tão cinza como agora
E o hoje tão claro sobre o ontem,
Tudo no claro e escuro dos movimentos de alguns dominós
Peças que nos levam sempre ao mesmo lugar, o constante.

As mesmas coisas de sempre, o monótono, entediante e
Percebemos que quando se ama alguém, as coisas perdem sentido
Todos eles são deixados de lado e passamos visar apenas
Àquilo que se torna de interesse, a pessoa amada.

À noite o sonho chega, e é a melhor coisa, por que você esta nele!
E é tudo perfeito, inexplicável,
Mas o tempo leva, e as horas passam, e o dia chega, e é hora de acordar
E o sonho vai embora com você nele.

Eis o despertar para uma nova jornada,
Uma busca por aquele sonho que fixamos em mente, uma luta diária pra buscar na imensidão Das nossas próprias imaginações as fantasias mais cobiçadas, as aventuras mais loucas e o amor mais desejado que gritam dentro de nós para serem agarrados de vez.

Autores: Regiane Peroso e João Vitor


RegianePeroso

 
Autor
Regiane
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1472
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
crissales
Publicado: 20/08/2009 00:29  Atualizado: 20/08/2009 00:29
Super Participativo
Usuário desde: 20/09/2008
Localidade:
Mensagens: 129
 Re: No Fundo do Poço Há Sempre Uma Mola.
AS VEZES EU TENHO MEDO DE ACERTAR BEM NA MOLA, PARA MIM É MAIS FACIL QUE NAO ACONTEÇA AQUILO QUE DESEJO TANTO, COMO ACONTECEU NAO ACONTECENDO DOIS DIAS ATRAS, BEIJOS CRIS,.BELA EFLEXAO SOBRE O SER AMADO E O SER QUE AMA.