https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

Carta 5

 
Do alto da macieira, num instante qualquer, em um tempo qualquer.

Ma Sucrerie Jolie,

As linhas tuas de agora não poderiam trazer-me outro esboço a este meu semblante senão o deste meu sorrir, que sorrateiramente abandona-me a alma, para então cantar voluptuosamente estes teus traços marcados em meus olhos tão sucumbentes de ti. Se a ti sou anjo ou nada, que seja este meu peito a tua sempre morada, o expressar mais firme e doce do que assim te desejo ser.

Entendo-te em todas as tuas arestas, anjo meu, até mesmo em tuas lacunas outrora omissas à realidade que a mim não remetia. Mas, responda-me ma Jolie, como eu poderia não entender a quem eu mais amo em vida? Tua história me é desconhecida factualmente, mas cá em mim, guardo em tuas palavras feições convictas que me permitem reconhecer-me em tuas dores infindas. Não desejo, nem por um momento inequívoco deste meu desmedido amor, impor-te palavras minhas, nem tão pouco julgar as tuas. Peço-te, contudo, que não me afaste os olhos, que não te esmoreças diante as incertezas de um futuro por nós ignorado. Não venho por essas e por nenhuma outra alínea cantar-te o futuro, nem tuas misteriosas cores. Canto-te o que há em mim de mais casto, pleno e inconteste; canto-te o meu amor, e, sobre ele não lanço incertezas, dúvidas ou tristes vaidades de uma vida subumana e infecunda a que muitos se subjugam. Ao contrário, lanço-me nele, com os meus olhos vendados pelas tuas suaves e delicadas mãos, sobre estas tuas linhas que me queimam o peito, fazendo-me e desfazendo-me, continuamente, tantas e outras vezes mais forem preciso para que tu não venhas a esquecer-me em ti.

E se em cada alvorada, eu te recobrir assim de beijos, saibas que serão estes os meus mais secretos desejos, a trazer-te de volta os sorrisos que um dia ousaram abandonar os lábios de minha mais doce amada.

Delicados Carinhos.

Simplesmente teu,

Secret Passionné


rody

Essas cartas são frutos de um ambicioso projeto literário que desenvolvo conjuntamente com uma minha amiga literata Jey. As personagens (Secret Passionné e Jolie) foram criadas para instigar a curiosidade das pessoas, e, permitir com que elas mesmas definam o desfecho da história, mostrando a pura singeleza de um amor vivente nos dias atuais. Não existe uma pessoa a quem escrevo. Escrevo o amor de todas as linhas, a todas as pessoas, pq o amor não faz distinção de raças, sexos, idades. O amor é soberano e o mais universal de todos os sentimentos. Declará-lo é propagá-lo, é se permitir a ele intensamente, nem que seja por um momento apenas. Amar sempre vale a pena. Boa leitura!
 
Autor
rody
Autor
 
Texto
Data
Leituras
410
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 24/08/2009 09:22  Atualizado: 24/08/2009 09:22
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Carta 5
Bela e intensa prosa poética, em que o Amor é rei e senhor... Essa forma de cantar o sentimento mais nobre é deveras criativa, tanto mais que qualquer um de nós se pode identificar com ela - o que creio seja o principal objetivo.
Parabéns pela original e expressiva sentimentalidade!
Um abraçooo de Boas Vindas!
Abílio