https://www.poetris.com/
 
Contos : 

A Chama da Sabedoria

 
Tags:  conto    sabedoria    ignorância    inreligência  
 
A Chama da Sabedoria
by Betha Mendonça

Abaixo da Montanha da Sabedoria, morada dos Deuses das Letras, localizava-se o Reino das Palavras Soltas habitado por escritores de duas classes ou castas intelectuais com aspectos físicos
diferentes: os cabeças grandes e os cabeças pequenas. Os possuidores de cabeças grandes guardavam cérebros do tamanho de olivas, mas com rica atividade criativa para agrupar letras, formar fantásticas palavras e delas frases que resultavam em textos bem elaborados.

Os que tinham cabeças pequenas possuíam cérebros do tamanho de melões, com pouca ou quase nenhuma atividade imaginativa.Apesar de esforçados e estudiosos não iam além da mediocridade nas produções literárias, que com muita obstinação e esforço montavam.

Rezava a lenda que os cabeçudos recebiam a Chama Sagrada do Saber direto da mente do Deus do Alfabeto e Ortografia.Os de cabeça pequena tinham como mentores os Deuses Escribas Menores.

Por séculos o pacífico povo esteve separado entre sábios e medíocres, e, parecia reinar certo equilíbrio e aceitação popular...Contudo, um sujeitinho de cabeça pequena (Zerus), inconformado que seu cérebro maior e mais pesado pensasse menos que um cérebro menor e mais leve, por muitos anos ruminou idéias toscas.Depois de o seu lento pensar, elaborou e colocou em ação um plano na tentativa de mudar a realidade.

Em noite escura subiu sorrateira e calmamente a montanha.Invadiu o Palácio dos Deuses. Escondeu-se nos aposentos do Deus do Alfabeto e Ortografia. Quando esse adormeceu - apesar do pouco raciocínio - o intruso surrupiou a Chama do Saber que ele tirava da cabeça para dormir.O contato próximo com aquela força sobrenatural e incontrolável clareou-lhe a mente, como uma explosão ao causar o nascimento de uma estrela.E dono da sabedoria, Zerus jogou a chama dentro de um rio apagando-a para sempre.

A partir dali os Deuses tornaram-se humanos.Como os sábios e medíocres, sem a graça da Chama, todos tiveram que batalhar por conhecimentos.Montar em si chamas interiores e ser reconhecido cada um por seus próprios méritos.
 
Autor
Betha Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
1388
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 15/09/2009 02:54  Atualizado: 15/09/2009 02:55
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: A Chama da Sabedoria
Uma belissima reflexão amiga, eu particulamente acredito na tese que entre mediocres e sábios existem os teimosos a dizer:"rapaz se ele faz eu também posso fazer"...rsrs acho que me enquadro nessa inveja boa.
Parabéns,pela profunda reflexão,
Beijocarinhoso,Lu


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/08/2013 00:36  Atualizado: 14/08/2013 00:38
 Re: A Chama da Sabedoria
Ótimo para refletir, pois, quem sabe, foi assim batalhando
por conhecimentos que apareceram os grandes poetas e
escritores, com exceção do Paulo Coelho que nem ele
acredita aonde está, mas soube onde encontrar
os meios para chegar.
Perfeito Betha, gostei.


Enviado por Tópico
GELComposicoes
Publicado: 14/08/2013 01:14  Atualizado: 14/08/2013 01:14
Luso de Ouro
Usuário desde: 04/02/2013
Localidade: Uberlândia - MG - Brasil
Mensagens: 2374
 Re: A Chama da Sabedoria
Gostei, Betha.
Eu não acredito muito em talento, boto mais fé na vontade e na persistência. Pensando assim, vendo o comentário acima que fala de teimosia, acho que em alguns casos ela é uma tremenda qualidade. É como ver nela a persistência e a ousadia juntas.
Abração.


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 15/08/2013 03:51  Atualizado: 15/08/2013 03:51
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: A Chama da Sabedoria
obrigada... (levo) bjs

quase me perco nesse clic, rs!