https://www.poetris.com/

 
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Vendedora de velas
Vendedora de velas Em finados saí para caminhar um pouco Em volta do cemitério, próximo de casa ...
Enviado por João Marino Delize
em 06/11/2018 20:07:14
Textos deste autor
Offline
Betha Mendonça
Depois
Depois por Betha Mendonça depois dela e dele não há depois silencio de morte cala aos ouvido...
Enviado por Betha Mendonça
em 21/04/2017 04:11:48
Textos deste autor
Offline
Luisa Zacarias
DOMINGO 12...
O dia começara com sol, sabemos que é primavera, mas, nem sempre o tempo está como desejamos. Só ...
Enviado por Luisa Zacarias
em 13/05/2013 18:50:36
Textos deste autor
Offline
LuizMorais
Capitães dos mares
" ... olhar aguçado, vigília constante, em busca de inimigos, gigantes..." ============...
Enviado por LuizMorais
em 06/04/2013 10:52:16
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Três dias de São João
Três dias de São João Numa festa de São João foi que eu a conheci Alegria e esperança enchera...
Enviado por João Marino Delize
em 02/08/2012 18:10:59
Textos deste autor
Offline
Carlos Ricardo
Enviado por Carlos Ricardo
em 20/04/2012 23:15:43
Textos deste autor
Offline
Cristhina Rangel
Outros faróis
Vou deixar que passe essa fúria que me arrebenta todos os cais que me faziam voltar. O meu amar...
Enviado por Cristhina Rangel
em 03/02/2011 15:53:48
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Finados
Finados Caminhando nas proximidades do cemitério Vi ambulantes que vendiam flores e velas Muit...
Enviado por João Marino Delize
em 02/11/2010 13:06:00
Textos deste autor
Offline
MCTAURINO
Quando eu Morrer...
Quando morrer, não quero flores, nem discursos, nem velas... Quero que se abram todas as janelas...
Enviado por MCTAURINO
em 29/09/2010 20:16:25
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Vendedora de velas II
Vendedora de velas - II Saí em volta do cemitério para caminhar Vi uma pobre mulher em frente às...
Enviado por João Marino Delize
em 24/07/2010 18:14:34
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Vendedora de velas
Vendedora de velas Hoje fui caminhar em volta do cemitério Que fica bem próximo à minha residênc...
Enviado por João Marino Delize
em 24/07/2010 15:45:29
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Memórias
Eram duas velas em alto mar Desfraldadas ao sabor do vento Dois corações num só p'ra amar Os...
Enviado por rosafogo
em 12/08/2009 03:33:34
Textos deste autor
Offline
Islo-Nantes
PRA QUE JANTAR FORA?
PRA QUE JANTAR FORA? (Luiz Islo Nantes Teixeira) Traga toda semana Uma flor para a flor Onde voc...
Enviado por Islo-Nantes
em 06/04/2009 16:17:36
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
O aniversário do meu bem
Hoje eu quero as rosas mais lindas que houver, Quero comprar o presente mais caro que puder. ...
Enviado por João Marino Delize
em 07/05/2008 15:53:45
Textos deste autor
Offline
TrabisDeMentia
Ventos
Quanto olhos? Quantos ventos sopram nelas? Nessas velas, nesses barcos, nesse mar? Quantos vão só...
Enviado por TrabisDeMentia
em 03/10/2007 01:43:14