https://www.poetris.com/
João Cabral de Melo Neto : A viagem
em 04/03/2009 14:24:46 (9509 leituras)
João Cabral de Melo Neto

Quem é alguém que caminha
Toda a manhã com tristeza
Dentro de minhas roupas, perdido
Além do sonho e da rua?

Das roupas que vão crescendo
Como se levassem nos bolsos
Doces geografias, pensamentos
De além do sonho e da rua?

Alguém a cada momento
Vem morrer no longe horizonte
Do meu quarto, onde esse alguém
É vento, barco, continente.

Alguém me diz toda a noite
Coisas em voz que não ouço.
- Falemos na viagem, eu lembro.
Alguém me fala na viagem.

In "O engenheiro", 1945.



**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessébarbosadeolivei
Publicado: 17/03/2009 18:43  Atualizado: 17/03/2009 18:47
Da casa!
Usuário desde: 14/09/2008
Localidade: SALVADOR, Bahia ---- BRASIL
Mensagens: 368
 Re: A viagem
amo este tom mineralmente reflexivo que irrompe
da poesia cabralina,
mesmo quando versa obliquamente sobre a morte.

Links patrocinados

Visite também...