https://www.poetris.com/
Artigos > Luso-Entrevistas > Luso do mês > Outubro 2008 - Ibernise

Outubro 2008 - Ibernise

Publicado por Luso-Poemas em 03-Oct-2008 19:10 (7539 leituras)

Introdução:



No mês de Outubro, o destaque Luso é a Ibernise. Sem margem para dúvidas, é alguém que merece todo o carinho deste sítio e de todos os seus utilizadores. É uma autora assertiva, de grande capacidade literária e interactiva com, o que são, as várias vertentes do Luso-Poemas, colhendo simpatias, mantendo-se à margem de polémicas, revelando um low profile que a engrandece e afirmando-se como uma força viva da escrita de expressão portuguesa, no sentido mais lato.
É um enorme orgulho partilhar o espaço com a Ibernise e é, com uma certeza igual que a elegemos como o destaque deste mês, deixando aqui a sua fotografia e convidando todos a visitar alguns dos seus trabalhos através dos vários links referenciados.
Fazem também parte deste trabalho, quatro músicas dos Scorpions, porque sabemos que a Ibernise é admiradora confessa da banda. Assim e para quem quiser, damos a possibilidade de enquadrar a leitura com o som de eleição da nossa ilustre destacada.
Deve-se uma referência importante à entrevistadora convidada, a Luso-Poeta Tânia Mara Camargo, que amavelmente e com grande entusiasmo acedeu em participar deste trabalho. O nosso reconhecimento e agradecimento à Tânia pelo seu contributo valioso.
Ficamos, então, com a entrevista, precedendo-a de uma pequena autobiografia da autora que ela intitulou de "Autobiografia estendida de Ibernise". Desfrutem desta maravilhosa Luso-Poeta.






Autobiografia estendida de Ibernise:



Minha formação acadêmica:
Sou Engenheira Agrônoma, Engenheira de Segurança do Trabalho,Pedagoga e Historiadora-MS. Tenho 58 anos. Meu cargo público: Fiscal Federal Agropecuário do Ministério da Agricultura em Goiânia (GO)-Aposentada desde 1998. Natural da cidade de Recife, Estado de Pernambuco. Cidade litorânea da costa do nordeste brasileiro.

Acredito que ainda em tenra idade desenvolvi um autodidatismo, porque cursei apenas o primário em escolas. Parei de estudar aos 13 anos para me casar fiquei casada por 7 anos. Aos 20 descasei e voltei a estudar, só, em casa, durante o decorrer daquele ano prestei exame do supletivo (ginásio e colegial) em duas etapas, uma a cada seis meses e fui aprovada. Aos 21 anos estava aprovada no vestibular de Engenharia Agronômica. Entrei na UFRPE e aos 24 anos conclui o curso e casei com o pai de meus filhos e avô de meus netos. Meses após a minha primeira formatura, fiz concurso público para o Ministério da Agricultura e fui aprovada.


Assumi meu cargo federal na Amazônia brasileira juntamente com meu esposo (Médico Veterinário do Ministério da Agricultura, que assumiu como Secretário de Estado da Agricultura em Roraima e Depois Diretor do Ministério da Agricultura).

Trabalhei na Amazônia por 10 anos, no então, Território Federal de Roraima. Lá Coordenei Colônias Agrícolas e Distritos Agropecuários, Coordenei o Primeiro Curso

Técnico em Agropecuária, entre muitos outros serviços relevantes prestados ao Serviço Público Federal. Tenho três elogios administrativos ao nível Federal. Atingi todos os níveis de promoção do programa de carreira que M. Agricultura oferece.

Já em Goiás, em 1992 conclui Pedagogia na UFG. Em 1993 fui aprovada, em concurso, para Secretaria de Educação da Cidade de Goiânia.Trabalhei durante 7 anos na educação no turno noturno, acumulando cargos na Agricultura e na Educação. Em 1996 terminei meu mestrado com a Dissertação “ A Patente Intelectual na Agricultura e o Agribusines Goiano ( Micro história -1991 a 1996) em 1997 conclui o Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho. Em 1998 aposentei no Serviço Público Federal.

Exerço atualmente Assessoria de Projetos em todas as minhas área de atuação. Sou voluntária no atendimento a uma Associação de Moradores, onde faço seus projetos anuais para captação de recursos. Faço eventuais oficinas de pesquisa pedagógica em escolas do Primeiro Grau com os meus poemas da Série Didática. Gosto muito de filosofia e Metapsicologia Freudiana. Meu projeto mais avançado, está na área da Psicanálise: As músicas que ouvi com Freud. Meu paper preferido: Freud, os Grupos e o Poder.

Nas minhas áreas técnicas sou autora de dezenas de impressos, entre boletins técnicos e cartilhas de orientações de usuários de Expo-Agropecuárias, Informação de Mercado, Boletins informativos diários de preços editados durante 15 anos. Publiquei em Goiânia o Primeiro Calendário Agrícola de Comercialização de Ortigranjeiros, trabalho de pesquisa na CEASA-GO durante 5 anos, observando a sazonalidade dos produtos.

Alguns Cargos dos que assumi: presidente da Comissão de sementes e mudas em três unidades federativas, Representante da Comissão de Previsão de safras Agrícolas em três unidades da federação, Diretora Substituta do Ministério da Agricultura do Brasil em Roraima, Fiscal Federal Agropecuário em três unidades da Federação. Participações relevantes em Congressos Nacionais e Internacionais, entre outros tipos de eventos de aperfeiçoamento nas áreas de atuação profissional.

Vice-Presidente por dois anos no Lions Club Goiânia Branca Farjado. Membro (Delegada em 1992) da Federação Nacional de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil, etc.

Gosto de viajar, ouvir música (banda favorita- Scorpions), assistir filmes e shows, de ir a minha praia (Litoral da Paraíba), onde tenho grandes amigos e as mais lindas e-ternas lembranças.Gosto muito, muito,de me reunir com meus familiares e meus amigos.Amo estar com meus filhos e netos. Gosto muito de escrever, ler, dançar, descobrir e fazer coisas novas.Estou ensinando meus netos a jogar xadrez e eles já estão dando xeque-mate...

Meu passatempo, individual favorito, é escrever poesia...
Tenho um projeto de poesia estruturado em três núcleos temáticos, a saber: Educativo, Romântico e Filosófico. Os poemas comentados são apenas uma mostra, portanto só alguns são comentados.

A proposta não é explicar o poema, o poema não se explica ele é... As temáticas são variadas transitando entre o Sagrado e o Profano, retratando o dualismo da alma humana. Um recorte do cotidiano e, ao mesmo tempo, mensagens que buscam o despertar do interesse pela construção de uma consciência social.

Esta minha proposta é educativo-pedagógica, percorrendo os três Núcleos Temáticos. Estes elos didáticos podem estimular o prazer, a partir da variedade conteudista.
O núcleo temático romântico assume por vezes, ares de erotismo metaforizado. Havendo ainda a abordagem das poesias como pequenas historiazinhas, entre temáticas suaves quase infantis, humoradas e temáticas sérias justificando na práxis a crítica social. Deixando, ainda, margem para outros vôos interpretativos.

Tenho participações em antologias nacionais e internacionais, e-books publicados disponíveis com download gratuito, dois livros no prelo. Três livros interativos publicados no meu site ibernise.com e dois livros solo no prelo (ABVL Editora).Iniciei a escrever em 1970, mas apenas em 2006 comecei a publicar, no Blog de fotos Floguxo da Berna. Foi então que perdi um grande amor... Berna era assim q ele me chamava... Só algumas vezes...



Entrevista:



Pedra Filosofal - Quem é a Ibernise poeta e quem é a Ibernise mulher?

Ibernise - Falar da poeta é fácil. Baseio minhas publicações em princípios de confronto e crítica a forma como as poetisas são julgadas e não lidas. Luto contra isto, o tempo inteiro. Não existe uma visão igual em relação aos poetas. Eles falam e sempre falaram de seus sentimentos. Em todos os níveis, Jorge Amado é lido no mundo inteiro idealizou grandes personagens de todos os tipos de caráter, e nada o tornou menor, sua esposa Zélia Gatai o elogiava em função de sua criatividade. Assim a gente pode perceber que o preconceito existe em relação as poetisas. Assim em confronto com esta lógica tipo "poetisas que descrevem sobre eflúvios noturnos", como pude ler certa vez em um comentário, que nem era meu mas sobre uma análise de Cora Coralina, uma importante poetisa goiana. Assim, quero concluir, eu me proponho a escrever sobre tudo. Me protejo nas temáticas contra o preconceito. Aviso que transito entre o sagrado e o profano, e estas são condições da alma humana. Cito Aristóteles, "...já Aristóteles, na poética, fazia a distinção entre o historiador (conta o que aconteceu) e o narrador (conta o que poderia ter acontecido).” (Álvaro Lins, literatura e vida literária, p. 224). E falo do que leio do que observo para escrever poemas. A sexualidade é forte nas temáticas românticas porque bate de frente com as formas de preconceito. Acho que faltou falar sobre a mulher... Fixo minha vida muito no meu ambiente familiar. A família para mim é tudo. Sou uma leoa em defesa e provisão de minha toca. É o que me ocorre sobre a mulher... Batalhadora, uma guerreira imbatível. Desviei sempre para buscar a compreensão. Bati de frente duas vezes um aos vinte anos, outra aos cinqüenta e seis. Em ambas as oportunidades a minha identidade feminina estava em jogo. Por isto confrontei.

Tania Maria Camargo - Sinto-me honrada em entrevistar Ibernise, mulher, poeta, engenheira agrônoma, pedagoga, historiadora e uma notável brasileira. Com mais de 500 poemas postados aqui no luso, onde denota-se latente uma preocupação com a mãe natureza, sobretudo a terra. Desdobra-se em muitas facetas, publicou métodos para fazer poesia, o que nos causa espanto e admiração ante sua humildade, a ânsia de passar adiante o que aprendeu. Ibernise, comente o livro inter_ativo poética didática.

Ibernise - O meu livro interativo poética didática está publicado com exclusividade no BlogTok no meu Klub/Portal www.ibernise.com este método visa prioritariamente introduzir a poesia nas escolas na primeira fase do primeiro grau. O link do livro www.ibernisepoesididatik.blogtok.com/. No entanto também se propõe a contribuir para que a poesia não seja apenas intuitiva, mas seja também, planejada, pluritemática, podendo ser usada em scripts especiais, propagandas, ou seja obedeça sem problemas, e com êxito, a temáticas previamente estabelecidas. Defendo a idéia de que o poeta se cria, não nasce feito. E coloco a poesia como uma habilidade. Sendo habilidade pode ser amplamente desenvolvida, aprimorada. O mais importante é que, sendo ensinada em tenra idade, a poética formará seres mais sensíveis, mais observadores da natureza. Este ser poético, também compreenderá melhor suas emoções e as dos outros, podendo neste compartilhar se tornar um ser humano mais especial. É isto que penso. E este posicionamento em nada agride a poesia livre pelo contrário lhe dá mais força, pois a idéia da poesia livre data da antiguidade. Os grandes poetas abriram mão algumas vezes do rigor poético para estabelecerem um pensamento mais fiel, embora não sempre, mas o fizeram.

Paulo Afonso Ramos - Ibernise, o que pensas do acordo ortográfico?

Ibernise - Este assunto é polêmico. Mas não vou fugir (risos). A tendência (velada) do acordo é beneficiar amplitude territorial, valorizar a formalidade culta da língua portuguesa. No entanto o que prevalecerá nesta questão é a popularidade, é a expressão popular. A história da língua portuguesa no Brasil conta algo interessante. Existiu alguém que se propôs a fazer um pequeno dicionário de palavras absurdamente erradas que encontrava nas ruas, nas placas, nas formas de falar, palavras que encontravam maior difusão popular. E não se tratava de regionalismos da linguagem. Não... Era simplesmente um registro de palavras que, para aquele autor do registro, eram realmente absurdas. O que aconteceu é que estas palavras gradualmente foram sendo incorporadas na língua como a vemos hoje. Isto comprova o seguinte: a língua é viva é dinâmica e ela se faz na prática de um povo. A norma culta se reserva o direito de acomodar políticas e teorias mas estas também com o tempo mudam. Assim vejo o acordo com uma certa relativização. O quero dizer com “relativização”? É que logo todos os países lusófonos estarão conseguindo se colocar em defesa, na prática de suas identidades culturais. Isto envolve a lingüística ambientada e proporcional ao seu contexto, porque linguagem é contexto, 30 por cento é fala o resto é expressão, isto é cultura de um povo.


Godi - Você acha que a literatura possui alguma função social, depende dessa função social para sobreviver ou ela pode sobreviver independentemente desta? Você acha, por último, que existe o chamado preconceito literário por algum motivo?

Ibernise - Sim no início da entrevista falei sobre isto citando o preconceito na poesia feminina e o preconceito, diga-se de passagem, não é privilégio dos homens as próprias mulheres, entre si, guardam preconceito de formas variadas. A literatura é puramente função social, digo isto considerando desde as suas formas mais populares, indo até a mais alta erudição. A literatura é arte e a arte precede a história e os grandes feitos da humanidade, participa de seu embrionário desenvolvimento e mostra sua forma, em todos os sentidos da existência. Assim, seja sentimento ou matéria (paradoxo, sentimento também é matéria, mas esta já seria uma outra história. Risos...). Se a literatura sobrevive independente de sua função social, a forma de visão influenciará muito porque a aparente ausência de função social num determinado tipo de literatura, já é em si função social. Porque mesmo na sua forma negativa ela carrega em seu bojo o esclarecimento a motivação, o despertar para qualquer assunto a que se transporte e aí está o início da construção social e humana.

Vera Silva - Estás quase a completar um ano de luso-poemas, a 04/10/2008. Qual o balanço?

Ibernise - O balanço é de muito crescimento. Aprendi muito. Me lancei de forma impressionante. Entrei a convite de JSL. Demorei muito a aceitar o convite. Tive receio dos novos procedimentos, mas consegui entender com facilidade devido as informações serem muito didáticas, autoexplicativas. Quando retornei, após quinze dias, me surpreendi porque meus poemas eram campeões, em relação a todos os meus demais sites, Descoberta do Sentimento natalino http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21585 e Espírito natalino http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21583. Mais tarde, bem mais tarde, o JSL me sugeriu que usasse o BlogTok como suporte. Perguntei a ele: O que é usar como suporte? Como seria isto e ele me explicou. Então, a seguir, fiz a integração Luso-BlogTok a partir do Orkut.
Desta forma fui otimizando minha participação no Luso-Poemas. Estou muito agradecida. Por tudo, tantas coisas boas... Além de tudo, há o aspecto de relacionamento. É um site fraternal. Passa sua efervescência cultural que é algo de espetacular, a valorização do ser humano, os debates e críticas acirradas fazem parte desta forma gigantesca e equilibrada com que o site é administrado e como consegue se mostrar ao mundo. Estou realmente feliz em pertencer a esta seleta família de irmãos lusos.

Tania Maria Camargo - Uma pergunta de âmbito mundial à profissional Ibernise: Qual a tua visão sobre os transgênicos?

Ibernise - A minha visão sobre esta questão envolve a minha idéia de preservação do meio ambiente, uma idéia que envolve Darwin (muitos consideram ultrapassado, mas o entendo atualíssimo), ou seja é sobre a adaptação: “Só os mais fortes sobrevivem”. Ora se apenas os mais fortes sobrevivem, e isto se pode observar ainda hoje em fósseis vivos, tudo que venha enfraquecer os seres vivos está pondo em ameaça a vida, colocando em cheque a adaptação no planeta. Acelerar o processo, que é natural, de degradação do meio ambiente, é nefasto para toda a humanidade. Assim chegando nos transgênicos... Vejo que a engenharia genética tende a homogeneizar os seres e a biodiversidade é o grande trunfo da natureza. Se atinge de uma forma ou de outra a biodiversidade, consequentemente, diminue a resistência dos seres, inclusive do ser humano. E isto não deveria estar à venda. O resultado é o aparecimento cada vez mais de doenças em todos os níveis da vida e da natureza em geral. Todo ser vivo padece diante da homogeneidade genética.

Vera Silva - Em relação ao luso-poemas, como vê o crescimento do site, até as polémicas e o papel dos luso-poetas dentro do site?

Ibernise - Acredito que o site luso-poemas interage com os seus irmãos lusos, num todo que o transforma num “ser humano” fenomenal. Aí está a sua beleza e o seu precioso valor. Vejo assim, este ser com vida própria. Assim sendo, há que emergir normalmente um relacionamento de conflito e paz. Justamente nesta ambigüidade, neste dualismo, está a forma pedagógica das relações no site, cujo ponto central é a sua transparência e liberdade. Acho que o grande lance é este “liberdade”. Liberdade para entrar, sair, entrar de novo, liberdade para discordar, espaços adequados e normas de conduta. Tudo como deve ser uma grande sociedade livre. Isto tudo acompanhado de uma ação competente num clima de fraternidade e união entre administradores, que se respeitam e seguem fieis aos objetivos do site, que basicamente são: Difusão cultural, ensino e aprendizagem.

Godi - Ibernise, querida autora e respeitada pela sua presença moderada, concisa e inteligente no site: uma pergunta: como você define literariamente a literatura, se o critério de valor que inclui um texto não é em si mesmo literário e nem teórico, mas ético, social, e ideológico, ou seja sempre extra literário?

Ibernise - Acredito que estar em paz com a sua cultura é o contexto em que os grandes homens e mulheres da história conseguiram realizar, tudo acontece a partir daí. Há muitos lances de personalidades éticas na história, que se colocaram como revolucionários para promoverem grandes mudanças éticas, como Sócrates, Jesus Cristo e outras. No entanto, via de regra, vale estar em paz com sua cultura, até mesmo nos casos de revolução cultural, a busca é por esta paz. Assim, me pautando na Teoria do Agir Comunicativo de Habermas (um dos teóricos de Frankfurt), o que está mais próximo de nós são os valores. São os valores que nos constroem ou destroem. Assim há que se preencher os requisitos deste agir comunicativo, na sua vivência imediata, a qual lidera no poder de decisão. Esta influência está no cotidiano, é influência que recai sobre todos nós. A partir daí, ajustada a convivência, ocorre naturalmente a proposta da mediação lingüistica na sua forma literária mais formal. Aqueles que despertarem mais cedo para isto, mais cedo conseguirão ser reconhecidos, com raras exceções estatísticas da história.

Pedra Filosofal - Quem são os teus autores de referência dentro do luso-poemas? E fora dele?

Ibernise - Eita pergunta difícil (risos). Leio muito pouco e poderia estar cometendo injustiça. Meu tipo predileto de poesia são sempre as formas muito densas... Poderia incorrer em injustiça... Numa coisa eu acredito: Nem sempre os poemas mais lidos são os melhores... Comigo isto acontece quase sempre. Quando um poema meu estoura, eu me surpreendo. Às vezes um poema mais elaborado em conteúdo e forma não chega ao censo popular. Mas falando de uma forma técnica... Não posso. Poderia ser injusta. Quanto aos poetas consagrados, se é que eu entendi, "os de fora", Adélia Prado devido a sua coerência e destemor ao preconceito. Drumond pela sua densidade metafórica. Cecília Meireles simplesmente por ser... (risos). Gosto de Pablo Neruda, Florbela Espanca, gosto de todos os clássicos. E assim por diante...

Paulo Afonso Ramos - O que são, para ti, poetas consagrados?

Ibernise - Poetas consagrados são poetas que ficam... Poetas cujas temáticas ganham universalidade. Esta é a grande mensagem da poesia. A sua constância no tempo. A poesia que toca, que quando se ler parece que ela foi feita para si. Uma poética humana, conflitual e, ao mesmo tempo, prazerosa. Os grandes filósofos da antiguidade eram poetas. Iniciaram grandes civilizações com a sua poesia, que era oral, depois passou a ser escrita. Fusão e transfusão de culturas. História e humanidade. Eis o grande lance da poética consagrada.

Tania Maria Camargo - Que mensagem deixaria a esta nova safra de poetas que adentram ao luso diariamente?

Ibernise - Que leiam muito, que se banqueteiem com as belezas, que procurem o belo em todas as partes da vida, do seu íntimo, da natureza, que internalizem este panorama poético dentro de si... E sobre este sentimento escrevam. Depois que muito escrevem sobre estas condições, ou melhor em paralelo com esta escrita, leiam desenvolvam a habilidade, centrando-se nos clássicos, e finalmente ao encontrarem sua identidade poética libertem as amarras, façam poesias em caixas (rsrsrs) ou livres. Nada mal que iniciem simplesmente falando sobre si e seus sentimentos, isto os enriquecerá porque os tornarão mais conhecidos a si mesmos. E depois desta jornada, ou durante, fica mais fácil entender os outros e finalmente, descobrir sentindo que poesia é vida.

Pedra Filosofal - Uma mensagem a todos os que te lêem nesta entrevista?

Ibernise - Preciso antes de tudo agradecer. Os luso poetas me colocaram onde estou, e digo com muita alegria é um lugar muito confortável. Reconheço que minha participação no luso poemas poderia ser maior, mas faço milagres com meu tempo. Porque a poesia me torna mais viva e assim sendo eu participo do mundo. Na net (este milagre, mundo encantado) e na vida real (paradoxo porque a net é tudo de real, mas enfim...). Estou aposentada há 10 anos, mas continuo na ativa, e entre uma janela e outra eu entro... No mundo da poesia. Assim gostaria de ser mais participativa, me vejo no compromisso de interagir com todos do melhor aos menos experiente, de trocar ideias de mostrar quando um poema está com seu final invertido, quando ele perde a graça e por um pouquinho se tornaria um excelente poema. Nesta interação também aprendo, também cresço... Assim uso mensagens privadas, para esta interação que é acima de tudo um ato de amor e não de competição, porque cada um é o que é, e todo mundo vê... Cada um tem seus valores, suas riquezas e eu amo a todos e sou extremosamente grata por tudo que os luso-poetas e a administração do site, me proporcionaram, me presentearam ao longo deste primeiro ano. É muito mais do que eu merecia, muito mais do que pedi a Deus. Deus os abençoe a todos.

Tania Maria Camargo - O que a mulher Ibernise espera ainda realizar, pessoal e poeticamente falando?

Ibernise - O meu maior sonho é ser descoberta por uma editora. Publicar meus poemas. Isso seria alcançar a posteridade e fazer valer a minha luta por minha identidade feminina. Parece um contra-senso, mas para uma mulher, mesmo hoje em dia, preservar sua identidade é uma façanha sobre humana. Eu senti isto muito cedo, aos 20 anos de idade (quando lutei pelo direito de continuar meus estudos) e me posicionei contra. Hoje vejo que nada perdi, mas isto porque tive coragem para continuar andando e nem sempre foi fácil. A identidade de homens e mulheres é sempre uma conquista difícil. Mas para uma mulher, no caso eu, foi e tem sido algo a ser defendido com muita tenacidade e coragem. Quero deixar este exemplo para outras mulheres, e principalmente filhos, filhas netos e todos que me sucederão. É preciso garra na defesa daquilo que acreditam, desvios sempre confronto em última instância.

Godi - Na nossa contemporaneidade observa-se, através de estudos de teóricos da literatura que o gênero poesia não atinge com mais profundidade e difusão que em épocas anteriores e distintas. Culpam isso pela causa da expansão das culturas de massa e pelo interesse financeiro por trás desta. Então, nessa constatação ainda sobre hipótese, o que devemos fazer para reverter esse quadro?

Ibernise - Este quadro já está sendo revertido, é notório... Há uma evolução positiva na publicação de impressos, apesar da falta de incentivo e subsídio, de uma política adequada. Uma política que levaria em conta o alto preço dos livros, e que mostraria alternativas para se tornarem mais acessíveis, a aquisição popular. Para quem já está na net a cerca de 10 anos é possível se reportar no tempo e ver que a pornografia tomava conta, hoje proliferam mais e mais sites de literatura e poesia. O mundo está fazendo poesia, se sempre fizeram, não saíam de suas gavetas. Agora, na Internet, saem e correm o planeta. As pessoas estão perdendo a cerimônia, digamos assim, de se mostrarem, se falar de delicadezas, sutilezas de seus sentimentos. Hoje a poesia, se projeta muito antes que a pornografia e este é o grande marco, digo a grande marca da atualidade internética. Além disso as crianças estão fazendo poesia, no meu livro interativo série didática tem um capítulo onde eu me proponho a ensinar como aproveitar melhor este espaço. As crianças em seus blogs infantis estão escrevendo poemas, escrevendo suas experiências, isto é fantástico, a poesia germinou, e está dando frutos. E quem fizer uma avaliação diferente está tendo uma visão unilateral do processo, que em sendo processo não é estático é dinâmico. Esta pode ser uma das grandes esperanças da humanidade.

Pedra Filosofal - Ibernise, que pergunta gostavas que te tivéssemos feito, mas que não fizemos? E qual seria a resposta que darias?


Ibernise - A pergunta seria a seguinte (pelo cunho informativo contido). Como você conduz o acompanhamento de seu projeto de poesia? Meu projeto de poesia é pautado em três temáticas educativa, filosófica e romântica. Em cada um destes núcleos eu lanço quase de uma forma equilibrada meus poemas. Seria mais fácil escrever só românticos, pensei no início, visto que eles tenderiam a ser mais procurados. No entanto para surpresa minha, eu percebi que meus campeões são na área educativa. Impressionante. Respiração e fotossíntese www.ibernisemaria.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=559758 na somatória dos sites é a campeã. Seguida dos temas natalinos. Descoberta do sentimento natalino www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21585; Espírito natalino Http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21583; E em seguida os românticos. Não consigo devolver comentários. E os faço eventualmente como rodízio ou como uma oportunidade de um favorito que esteja na hora. Dou muita importância a análise estatística e si, embora às vezes não consiga seguir, os dias e os horários para maior rendimento das postagens. Sei todas as minhas palavras-chaves mais procuradas, sei que o maior instrumento de busca, o Google. Sei que sou mais lida fora no Brasil (só 10 por cento de leituras domésticas). Sei e acompanho meu número de leitores fixos e tenho claro em minha cabeça, quantos livros em função destas análises eu poderia colocar no mercado. A minha maior atenção é com a integração de sites, principalmente Luso-Poemas e BlogTok. Uso como atrativo a ambientação de meus poemas, com vídeos e músicas de difusão mundial, já que meu maior público não é doméstico. E finalmente trago uma inovação no meu projeto que é a série didática, pluritemática, e os poemas comentados. Defendo a ideia que o comentário não complementa o poema, mas o torna parte de um artigo, cujo poema é o centro e ilustração da mensagem poética. Meus poemas educativos também abordam mensagens sacras. Embora não sendo uma proposta religiosa, é, em sua essência, uma chamada aos valores, aos mores, que devem vir no centro de cada proposta educativa. Esta fusão cultural do mundo globalizado. Leva a uma dificuldade na transmissão e processamento dos valores de cada cultura. As professoras e pais sofrem com esta perda, o exemplo não está mais tão perto da família e das escolas como antes, ele está contido num micro, e no mundo, na mídia em geral. Padrões de valores tradicionais são colocados como tipos isolados, e isto atinge a educação, assim meus poemas sacros trazem em seu bojo esta intencionalidade, que eu espero ser mais uma contribuição da poesia didática de Ibernise, cuja exclusividade de leitura eu confiro ao BlogTok que hospeda meu site www.ibernise.com e todos os blogs derivados dos núcleos temáticos como livros interativos e poemas em geral. Muito obrigada.


Navegue pelos artigos
Artigo anterior Setembro 2008 - Cleo Novembro 2008 - Flávio Silver Artigo seguinte
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 03/10/2008 20:30  Atualizado: 03/10/2008 20:33
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Propositadamente não me vou alongar neste meu comentário. A entrevista fala por si, embora apenas diga um ínfima parte da personalidade riquíssima, de extrema humanidade e talento que é Ibernise.Poetisa que venho contactando, amiúde, embora à distância, Ibernise é uma mulher de eleição a quem voto uma da maiores e mais luminosas afeições. Fiquei imensamente feliz em abrir este destaque e mais feliz ainda ficarei em poder continuar a privar com Ibernise neste espaço de amizade e humanismo. Bem haja Ibernise. Receba a minha maior admiração, amizade e apreço. Beijinho.


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 03/10/2008 20:31  Atualizado: 03/10/2008 20:31
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Congratulações aos Administradores do Luso Poemas,
a escolha não poderia ter sido mais justa. É de conhecimento a integridade da Ibernise como mulher,
poeta, profissional e grande amiga de todos nós.
Ibernise que esse seja apenas um começo de novos tempos em sua carreira. Que o mundo literário abra
suas portas para ti, pois tens com certeza muito a oferecer. Parabéns, meu respeito e admiração.
Beijos!
PS.: Adorei ter entrevistado você amiga!




Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/10/2008 20:57  Atualizado: 03/10/2008 20:58
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Poetisa, deu gosto ler esta entrevista, conhecer-te e ter podido conhecer os seus ideais e suas realizações mais profundamente foi um previlégio. Me dá um grande prazer parabenizá-la. Sucesso sempre.
Um beijo e fraterno abraço.
Silveira


Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 03/10/2008 21:11  Atualizado: 03/10/2008 21:12
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida poetisa, apesar de não conhecer muito a sua obra, fiquei a conhecer um pouco mais a pessoa.

Parabéns pela noemação e pela entrevista (excelentes respostas, a mesma fala por si)

Saudações Poéticas
Luis


Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 03/10/2008 21:21  Atualizado: 03/10/2008 21:21
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 679
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Falar de Ibernise é olhar um espelho ...
O amor pela filosofia, a agricultura, a tecnologia, a poesia, enfim ... eis o que consta na minha humilde bibloteca.

Falar de Ibernise é falar de criação. O ser não se limita a viver sem criar e faz essa criação chegar aos outros por via da pedagogia ...

Valores, a genealogia dos valores está na sua alma de poeta filosofa e guerreira.

A elegãncia como põe a nu o simples e o complexo, com a simplicidade a que tudo deve obedecer.

Estou a falar ao espelho e por isso careço de palavras, porque são milhentas as afinidades entre pessoas distintas que uma nova "web" como sabiamente fala nos uniu pela poesia.

Autodidactas que se encontram e que anseiam um dia poderem disfrutar de uma bela partida de xadrez, seja em terra Lusas ou de Vera Cruz.

E como não tenho mesmo palavras faz-me um grande favor:

Abraça por mim toda a gente que amas e como sempre e em especial as criancinhas.

Como será que se descreve por palavras este estar emocionado.

E porque somos seres silvestres .. então ofereço esta mensagem:

Poemas -> Saudade

QUANDO ELE BATE A ASA
SINTO ARREPIOS DE MIL TROVÕES
DO ESTAR SÓ NESTA CASA
QUE É UM NINHO DE SENSAÇÕES.

SOZINHO ESTOU NO ABRIGO
NUMA FOGUEIRA QUE ME ABRASA
ESTOU COM ELE ESTOU COMIGO
QUANDO ELE BATE A ASA.

MERGULHO PARA ALÉM DO DISTANTE
PARA O MUNDO DAS ILUSÕES
E NA NÁUSEA DESSE INSTANTE
SINTO ARREPIOS DE MIL TROVÕES.

INVOCO A TERRIFICA SOLIDÃO
QUE NA SUA FRIEZA ME ARRASA
SÓ NA SUPREMA VIL NEGAÇÃO
DO ESTAR SÓ NESTA CASA.

PASSARINHO LINDO E ENDIABRADO
DIVINO PELOS LIMITES DESTAS EMOÇÕES
ABRIGA-TE NESTE TERNO RECADO
QUE É UM NINHO DE SENSAÇÕES.

in
www.rodinha26.blogtok.com
Relato da solidão e do encontro


Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 03/10/2008 21:33  Atualizado: 03/10/2008 21:33
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7095
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
A escolha do mês dificilmente poderia ter sido melhor.
Felicito a administração por terem escolhido Ibernise, uma poetisa que admiro muito pela qualidade da sua poesia.
A grande vantagem que a eleição para poeta do mês tem, é que nós conhecemos os textos, não conhecemos a pessoa e hoje fiquei a saber que Ibernise, não só pela qualidade dos seus poemas, é uma Senhora com letra muito grande.
Que Ibernise receba os meus mais sincéros e respeitosos cumprimentos.

A. da fonseca


Enviado por Tópico
FatinhaMussato
Publicado: 03/10/2008 22:49  Atualizado: 03/10/2008 22:49
Colaborador
Usuário desde: 17/11/2007
Localidade: Jales (SP / BR)
Mensagens: 2106
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Foi uma surpresa imensamente agradável saber que vc foi a escolhida para a poetisa do mês, Ibernise!
A Administração não poderia ter feito melhor escolha, pois além de excelente poetisa é um ser humano de valores inquestionáveis!
É dona de meu carinho e imenso respeito, tanto que a escolhi para minha patronesse na Academia Virtual Brasileira de Letras!
Parabéns duplos: aos administradores e a Ibernise!

Muitos beijinhos em seu coração!

Fatinha.


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 03/10/2008 23:14  Atualizado: 03/10/2008 23:14
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Minha querida amiga IBERNISE... PARABÉNS!
Você merece ser homenageada, é muito bom saber das suas andanças, das suas conquistas...
Casou-se aos 13 anos...Minha avó, também! Loucura...

Amiga, quero deixar aqui um abraço grande, sentido, amigo e muito feliz! Ninguém mais que você merecia ser o destaque do mês!!!


Beijos especialíssimos!!!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/10/2008 23:20  Atualizado: 03/10/2008 23:20
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Eis uma guerreira de fato!

A palavra que defino essa DEUSA da escrita, é Generosidade.

Primeiro, porque ela é generosa consigo mesmo, diante desta maravilhosa história de vida, onde teve vontade firme e correu atrás dos seus sonhos.

Segundo, porque ela é generosa com todos aqueles que estão a sua volta, incluindo eu, ensinando-me qdo preciso aprender e, ela faz isso com humildade de coração e companheirismo, qdo me ajudou na minha coroa de sonetos. Ela também, sabe reconhecer textos de outros autores, expondo no seu site, e isso ela tbm fez com texto que publiquei e me avisou.

Terceiro, porque ela é generosa com a natureza e se preocupa com o futuro da humanidade, esclarecendo isso nos seus textos, ensinando a todos, de forma carinhosa, como uma mãe educa seus filhos com amor e dedicação.

Eis uma mulher, a quem me curvo e dobro os joelhos para agradecer por sua existência aqui, agora e sempre.

Tenha certeza, minha querida Ibernise, você já está CONSAGRADA no meu coração. Sou tua fã em todos os sentidos.

Receba meu abraço amigo!
Bastante sorte pra você!
Sucesso sempre!

*Parabéns Luso-poemas!

Helen De Rose.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/10/2008 23:31  Atualizado: 03/10/2008 23:31
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns a família Lusa e a querida Ibernise!
Uma mulher forte, elegante; que além excelente escritora tem fantástica história de vida.Feliz com a escolha deixo a autora e a administração um grande abraço.A todos luz, saúde, amor, paz e inspiração!
Bjins, Betha.

PS- Meu afeto também para TÂnia Mara que participou da entrevista.


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 04/10/2008 00:13  Atualizado: 04/10/2008 00:13
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4449
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns Ibernise, por este merecido destaque, gostei da sua entrevista e de conhecê-la melhor como mulher, pois a poetisa já a conheço um pouco.

Beijinhos amiga
Tudo de bom para ti


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/10/2008 02:14  Atualizado: 04/10/2008 02:14
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida amiga Ibernise.

Logo que conheci este mundo de poetas, tive contato com você, conheci um pouco de sua história, e impressionou-me o carinho com que trata a todos deste Site, e não foi diferente para comigo. Cumprimento aos organizadores pela feliz escolha. Há fatos em nossa vida que deixam verdadeiros marcos, a sua amizade, é para mim de muita dignidade. Um grande abraço, amiga Ibernise.

Beijos

Ulysses Laluce.


Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 04/10/2008 03:48  Atualizado: 04/10/2008 03:48
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Ibernise,

Que entrevista!!! Espectacular!!! Parabéns a si e aos administradores.
Que impressionante sua vida, riquissima...me deu um prazer enorme de ler, este bocadinho de sua vida, que por certo grande...e você é como eu digo mulher de "calças." Os meus Parabéns! por lutar contra as seus direitos e os demais, é preciso ser-se de grande coragem e forte para fazer o ocorrido.
Desejo-lhe tudo de bom por sua vida afora e obrigado por empenho e em compartilhar sua sabedoria e poesia.

Um beijinho cheio de luz para seu caminho, Alcina


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 04/10/2008 10:42  Atualizado: 04/10/2008 10:42
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise,

Gostei muito de a conhecer melhor através desta entrevista.

Muitos Parabéns!

Desejo muitas Felicidades e sucesso em toda a sua Vida.

Um Abraço

Maria


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 04/10/2008 11:53  Atualizado: 04/10/2008 11:53
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2716
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Imagino a tua felicidade,
Bela poeta de alva escrita,
Espelhada em mil palavras,
Rebeldes olhos de alegria.
Nasce em ti certa divindade
India branca de cara bonita,
Semeada na terra que lavras,
Entre cada noite e um dia.

A poesia homenageia-se com poesia. Ao ler a entrevista de Ibernise, lembrei-me dos meus sonhos de menino, quando quis ser Bombeiro, Soldado, Médico e comparei-me com o que sou hoje, um eterno estudante. Obrigada por me devolveres a capacidade de voltar a sonhar.


Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 04/10/2008 15:36  Atualizado: 04/10/2008 15:37
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise,

li com emoção a sua entrevista. confesso que pouco conhecia de seu trabalho, pese embora já a ter lido algumas vezes - a vida é isto mesmo, nem sempre caminhamos na direcção de quem nos pode ensinar, e é o caso. penalizo-me por isso, creia. mas agora pouco importa, estarei mais atenta.

Não vou desdobrar-me em palavras, a não ser para dizer-lhe que, hoje e agora, reconheci humanidade em Ibernise. em mil vertentes.

Bem-haja. permita-me que a abrace e lhe diga "força, força".

Beijo da Mel


Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 04/10/2008 19:42  Atualizado: 04/10/2008 19:45
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3479
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Mais uma poetisa a ser distinguida neste mundo povoado por poetas e poetisas do nosso site.
De facto este reconhecimento é merecido porque Ibernise é uma poetisa de mãos cheias, onde as palavras aliadas ao amor, à amizade brincam de boa saúde.
Aos administradores os meus parabéns pela entrevista bem conseguida, onde desvendaram e nos deram a conhecer mais um pouco da Ibernise enquanto pessoa e frequentadora no site.
Parabéns à nossa distinguida do mês, pela simpatia e abertura das suas portas a todos nós e também pelo seu contributo com as suas poesias.

beijinhos


Enviado por Tópico
GlóriaSalles
Publicado: 04/10/2008 21:18  Atualizado: 05/10/2008 23:50
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2008
Localidade: Flórida Pta-SP
Mensagens: 2514
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise, Mestra e amiga!!!
Este presente mais que merecido nem foi só a você, foi a nos todos que temos a alegria e o prazer de ter acesso aos teus escritos.
Cada poema teu não é mais uma descoberta, porque você, poetisa, já é vida e verdade, amor e competência;
Cada poema teu,é uma constatação de que tuas palavras, teus pensamentos, teus versos, são "inconcorrentes", ou seja, não têm nem admitem concorrência em plano de igualdade;
Com que simplicidade, singeleza, e, ao mesmo tempo, profundidade você lida com tantas figuras poéticas, sem abrir mão daquela linguagem que todos alcancem e entendam, sem abdicar de teus gestos e sensibilidade líricos aguçados;
Sou privilegiada por viver neste tempo e poder ler uma artista como você, coberta de sentimentos e emoção...
Parabens querida.

meu carinho sempre...
Open in new window


Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 04/10/2008 22:55  Atualizado: 06/10/2008 20:23
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3651
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
SER É BONITO. ANDAR É VULGAR MAS MISTURAR O AMOR COM A VIDA É INVULGAR. ISSO ACONTECEU É VOCÊ.
PARABÉNS POR SEU MÊS DE CARINHO E ESTIMA DE TODOS NÓS OS QUE VEMOS A VIDA ASSIM.
PARABÉNS POIS E AMOR EM TUDO POIS A VIDA É ASSIM.
CONHEÇO SEUS EBOOKS E OS CONSIDERO REAIS ISTO É BELOS E DE NOVO A CONGRATULO.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/10/2008 18:45  Atualizado: 05/10/2008 18:45
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
...

Distinta Senhora,

a minha vénia.

Quanto a valor do seu trabalho, sabe bem o que penso.

Abraço.


Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 05/10/2008 20:47  Atualizado: 05/10/2008 20:51
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Ebernise
Sua entrevista me deixou maravilhada. Já era sua leitora assídua (embora confesse que poucos comentários tenho feito). A Mulher que está por detrás da poetisa me encantou,mostrou-se um ser de elevada estatura moral e profissional. Obrigada por nos oferecer uma entrevista tão rica e reveladora de uma autenticidade ímpar.
terno beijo
Rosamaria


Enviado por Tópico
vandapaz
Publicado: 05/10/2008 21:38  Atualizado: 05/10/2008 21:38
Colaborador
Usuário desde: 22/11/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 572
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns pela entrevista

Beijinhos


Enviado por Tópico
jaber
Publicado: 06/10/2008 11:37  Atualizado: 06/10/2008 11:37
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 2802
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Em primeiro lugar queria parabenizar a administração por esta escolha acertadissima. A Ibernise é das pessoas mais cultas que andam neste site. Eu quando falo que ás vezes me sinto muito inferior em termos literários é de pessoas como a ibernise que falo. Posto isso quero parabenizar a Ibernise e aproveitar para agradecer as criticas e comentários que normalmente me deixa e me motivam tanto por virem de quem vem, realmente uma figura maior neste espaço.
Um beijo de muito carinho e admiração.


Deste admirador (e leitor assiduo)

José Alberto Valente (jaber)


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/10/2008 11:51  Atualizado: 06/10/2008 11:51
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns!
E Parabéns!!

Li com toda a atenção a sua entrevista e acho que
é merecidissima esta forma de agradecer a sua arte e talento.
Ibernise é absolutamente Única, para mim e para todos é um privilégio conhecê-la e lê-la.

Que extraórdinários livros seriam se publicasse os seus magníficos textos, que têm tanta vida e chama lá dentro.

Um grande, grande Abraço.
Deste seu admirador,
Carlos Teixeira Luis.


Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 06/10/2008 11:54  Atualizado: 06/10/2008 11:58
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
O que acabei de ler aqui e agora, foi uma grande entrevista de uma grande senhora, poetisa e acima de tudo, uma grande mulher!
Fiquei fascinada com toda a sua riqueza cultural e humana.
Fiquei também a conhecer um pouco melhor, aquela figura simpática que de vez em quando me entra pela caixinha dos comentários adentro e me planta sorrisos no rosto.
Alguém que merece toda a minha admiração e respeito!

E as músicas desta grande banda como pano de fundo, deram o toque final a um belo e tão saboroso banquete, que foi esta entrevista e este mais que merecido destaque deste mês de Outubro.

Parabéns!!


Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 07/10/2008 02:04  Atualizado: 07/10/2008 02:04
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns pela entrevista e destaque.

Abraço

Amora


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 07/10/2008 12:53  Atualizado: 07/10/2008 12:53
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Foi um prazer te conhecer mais de perto!Adorei!

Beijinho doce!

Karla Bardanza


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 07/10/2008 13:13  Atualizado: 07/10/2008 13:13
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11102
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise,
Merecida a escolha do mês, recaindo sobre uma poeta isenta, didáctica e de grande valor literário.

Um beijo grande
Nanda


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 07/10/2008 18:41  Atualizado: 07/10/2008 18:41
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14939
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Ibernise

Entrevista fantástica, com muita simplicidade de coração, aqui demonstrou o ser humano lindo que é você por dentro nesta alma iluminada que possui.
Ibernise amei ter conhecido um pouco da pessoa que está atrás da poetisa que cá sempre trás textos muito importantes em suas temáticas.
Quero deixar aqui os meus Parabéns pela entrevista e desejar que você continue sendo esta pessoa maravilhosa.

Um beijo com carinho


Open in new window


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2008 13:15  Atualizado: 08/10/2008 13:15
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Cara amiga poetisa. As minhas desculpas mas sou uma distraída nata! Embora atrasada aqui estou para felicita-la de alma e coração. Adorei a entrevista e o gosto musical está de mãos dadas com o meu. Parabéns
Beijo azul...Sempre!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2008 16:30  Atualizado: 08/10/2008 16:30
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise,
Uma menção mais que merecida, os meus sinceros parabéns pela grande senhora que é.

Beijinho

ConceiçãoB


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/10/2008 13:45  Atualizado: 09/10/2008 13:45
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise, minha amiga.
Se me fosse possível dizer em palavras a alegria de a ler neste espaço, se me fosse dado o engenho para o dizer em poema, escreveria por certo uma epopeia, pois a sua vida é tão plena e tão aventureira, que me sobra a sensação de não lhe fazer justiça nestas poucas e parcas palavras que aqui lhe deixo.
Resta-me só e não é pouco, a alegria de a descobrir colorida nesta entrevista, neste justo destaque que lhe foi dado.
Sou-lhe grato pela sua constante leitura dos meus textos, pelas suas ajudas.
Soubesse eu tributar-lhe de igual medida a amizade.
Um beijo sentido deste amigo sempre à distância de um click.


Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 09/10/2008 18:56  Atualizado: 09/10/2008 18:56
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns Ibernise pelo destaque merecido. Valeu a pena conhecer mais a mulher por detrás da poeta


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/10/2008 20:09  Atualizado: 10/10/2008 20:09
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Parabéns Ibernise!
Pela figura expressiva, pela eloquência da sua obra poética e especialmente pela beleza da pessoa e mulher que você é.
Felicidades minha amiga.
Beijos.
Sandra.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/10/2008 04:26  Atualizado: 11/10/2008 04:26
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Ibernise,

pelo que li na entrevista, fica-me a admiração por uma mulher de alma e coração, de força e sensibilidade, de empenho e sabedoria!
Pelas suas obras, deixo-lhe os meus parabéns pelo merecido destaque.
Um grande beijinho e tudo de bom!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/10/2008 12:12  Atualizado: 11/10/2008 12:12
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise,

Encantada com a pessoa que é, com o que escreve, com o seu estilo, e as mensagens que passa através das suas palavras

Grata por me dar o prazer da sua existência aqui ou em qualquer outro sitio. O que importa é Ser...


Bjs
Dolores


Enviado por Tópico
Homo sapiens
Publicado: 13/10/2008 00:29  Atualizado: 13/10/2008 00:29
Participativo
Usuário desde: 29/11/2007
Localidade: Terra de ninguém
Mensagens: 33
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Remetido desde há muito tempo para mero leitor não poderei deixar de expressar o meu apreço pela sua personalidade, humanidade e trabalho literário. Um beijo de amizade.


Enviado por Tópico
*ci*
Publicado: 14/10/2008 08:20  Atualizado: 14/10/2008 08:20
Colaborador
Usuário desde: 28/02/2007
Localidade: Suiça
Mensagens: 689
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Antes de mais parabens pela entrevista...

Gostei da forma por si so que a entrevista foi organizada, e atribuiçao de uma pergunta a cada administrador parece-me bem,leva a diversificaçao de temas...As suas respostas também foram muito bem escolhidas.Estarei mais atenta aos seus escritos para os comentar de hoje em diante...

beijo da ci


Enviado por Tópico
Ramgad
Publicado: 14/10/2008 13:07  Atualizado: 14/10/2008 13:09
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade:
Mensagens: 944
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Um belo trabalho dos administradores Luso. Foi muito merecida a homenagem à Ibernise, gostei de conhecer um pouco mais esta grande e admirável poetisa que nos presenteou com sua presença no Luso.
Parabéns poetisa.

Abs
Ramgad


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/10/2008 00:13  Atualizado: 15/10/2008 00:13
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Ibernise querida é com grande satisfação e alegria que deixo o meu testemunho a sua homenagem e entrevista sobre tua vultosa figura.

Com 12 meses de site você proporcionou momentos de poesia, lucidez e conhecimento literário, através deste período. Um ano pode até parecer pouco, mas na nossa modernidade, onde tudo gira em questões de segundos e tudo é muitíssimo rápido, trata-se de uma grande vitória sua, e de todos que te apreciam. Sua capacidade e sua vontade de progredir, além do otimismo indissociável, que não deixas apagar é sem dúvida para ser algo positivo e louvável. Estou muito feliz por essa entrevista, porque suas respostas foram de uma pessoa que merece todos os créditos e merecimentos. Faz valer todo o esforço por esta casa, onde, no dia de hoje completo 2 anos de participação. São 24 meses de presença sendo que em 20, se faz de forma direta e responsável, e que alegrias feitas essas que você me proporciona dá-me por garantido todo o meu pequeno esforço em fazer dessa casa um lugar melhor a cada dia que se avança.

Beijos e saudações. Meus Parabéns.

Godi.


Enviado por Tópico
ana alves
Publicado: 16/10/2008 23:59  Atualizado: 16/10/2008 23:59
Da casa!
Usuário desde: 24/01/2008
Localidade: castelo branco
Mensagens: 391
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida poetisa para mim é sem duvida a grande mulher que esta na alma transparece nesse seu olhar. Estou feliz pela escolha ,por si porque merece. Eu sou apenas uma amadora na escrita mas uma amante da poesia.E uma grande fã sua. beijo


Enviado por Tópico
SoniaNogueira
Publicado: 17/10/2008 20:37  Atualizado: 17/10/2008 20:39
Colaborador
Usuário desde: 31/10/2007
Localidade: Fortaleza
Mensagens: 630
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Leio pouco neste site, devido outros afazeres, mas o pouco que li da Ibernise aliado as informações da entrevista, encontro uma mulher dedicada as coisas da natureza, com uma bela históra de vida e engajada com fatores pedagócos de grande relevância. Parabéns ao Luso pela grande escolha e para Ibernise meus cumprimentos. Abs. Sonia


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 26/10/2008 01:36  Atualizado: 26/10/2008 01:36
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3217
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Amiga, Poetisa Ibernise!
É com grande satisfação que li a sua entrevista, diga-se excelente, parabéns aos entrevistadores pela ótima participação, e a você querida amiga Ibernise, conheci mais aprofundadamente sua obra e a pessoa sincera e batalhadora que és!
Tens a minha grande admiração, pelas poesias pela sua cultura demonstrada em tudo o que escreve, é fonte inesgotável para nós poetas.
Ibernise fiquei comovida com a sua simplicidade e carisma, alías você merece realizar todos os teus sonhos, Mulher de garra, exemplo não só para sua família, eu adoro sua criatividade e cultura, tenho uma grande indentificação com seus poemas!
Parabéns amiga Ibernise, você merece muito mais!
Fhatima (Regina Kreft)


Enviado por Tópico
FredericoSalvo
Publicado: 26/10/2008 19:53  Atualizado: 26/10/2008 19:53
Colaborador
Usuário desde: 23/01/2008
Localidade: Belo Horizonte - MG - Brasil
Mensagens: 1327
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Não poderia deixar de vir até aqui e parabenizá-la pela magnífica trajetória e pela sensibilidade e talento que faz de ti uma pedra de imensurável quilate aqui no Luso.
Parabéns, querida Ibernise.
Abraços!
Frederico Salvo


Enviado por Tópico
flavio silver
Publicado: 27/10/2008 11:40  Atualizado: 27/10/2008 11:40
Colaborador
Usuário desde: 24/09/2007
Localidade: barcelos
Mensagens: 1001
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Olá IBERNISE, DESCULPE O MEU ATRASO.
FIQUEI A SABER NESTAS SUAS PALAVRAS (que li há muit tempo) QUE,POR DETRÁS DE UMA GRANDE POETISA, ESTÁ UMA GRANDE MULHER, INTELECTUAL E DE GRANDE PODER DE ENCAIXE.
FOI UM PRAZER CONHECER UM POUCO MAIS DAS SUAS ASPIRAÇÕES POÉTICAS E DO SEU MÉTODO DE ENSINO PARA A NOVA POESIA.
BJS.


Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 28/10/2008 23:16  Atualizado: 28/10/2008 23:16
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3541
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Apesar de estar findando o mês de homenagem a esta maravilhosa pessoa/poetisa, não poderia deixar de deixar umas breves palavrinhas de carinho. Só agora pude retorar de uma viagem por motivo de saúde, mas com grande alegria. Querida poeta, de alma gigante! de talento idem... parabéns de coração!
beijos afetuosos!

Maria Verde


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 01/11/2008 00:26  Atualizado: 01/11/2008 00:26
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Outubro 2008 - Ibernise
Querida Ibernise, foi um gosto enorme e um prazer entrevistar-te. És um MULHER com maiúsculas e uma poeta como poucas. Escreves com sabedoria e mais do que isso, estás sempre pronta a partilhar e a ensinar. Por tudo isto e muito mais foi um orgulho participar na entrevista e é um orgulho ter-te no Luso-Poemas!

Beijinhos e muitas felicidades

Vera

Links patrocinados