Artigos > Luso-Entrevistas > Luso do mês > Setembro 2008 - Cleo

Setembro 2008 - Cleo

Publicado por Luso-Poemas em 31-Aug-2008 11:00 (6581 leituras)

Introdução


No universo dos Luso-poetas, a nossa escolha para luso do mês de Setembro recaiu sobre uma poetisa de presença discreta mas que deixa a sua marca em todos quanto a lêem. Numa escrita etérea em sentimentos e por isso expressiva, sempre acompanhada por uma imagem e um vídeo, o que a torna num expoente diferente e com uma força que nos envolve. Provavelmente estaremos perante uma poetisa que cria uma nova e assumida forma de estar na poesia e em concreto no nosso espaço.
Depois de tanto dar ao nosso site, a escolha da Cleo é um destaque merecido e é uma escolha, na nossa opinião, que não deixa margem para qualquer dúvida. Com esta entrevista pretendemos dar a conhecer a pessoa por detrás da escrita.
Nesta conversa de amigos, onde não faltaram os bolinhos e o chá, ainda contámos com a presença da Mel de Carvalho como convidada.
Esta entrevista, que tanto nos deu prazer, quer pela poetisa quer pela pessoa excepcional que revela ser, começa então pela biografia da Lurdes ou Cleo, como é conhecida neste mundo da Internet.

Biografia


Nasci a 27 de Maio de 1965, na maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa.
Aos dois meses de idade, os meus pais resolveram mudar-se para a aldeia do meu pai, que por sinal até nem vem no mapa, mas que tem um nome: Pai das Donas. Por lá vivi, rodeada de muito amor e carinho até aos 18 anos, idade em que resolvi soltar as minhas asas e partir em busca de uma vida melhor… mais risonha do que aquela tão rude do campo!
Sempre gostei de ler, embora não me dedicasse muito a fazê-lo.
Entrei no mundo da Internet e comecei a navegar pelo universo da blogosfera, onde me deliciava a ler e a comentar os escritos de tanta gente desconhecida.
Nunca publiquei nada em papel, é nos meus espaços virtuais que tento dar voz aos sentimentos e me entretenho a escrever as palavras que me saem da alma.

Entrevista


Mel - Cleo, como podes imaginar é um prazer enorme para mim ter sido convidada para estar neste momento à conversa contigo. ... Começo por te cumprimentar... abraço, amiga... e aqui vai...”...vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...” e “Estou aqui/ Do outro lado da tela negra/Num sítio incerto/De lugar nenhum...”, são, respectivamente, duas frases tuas. A primeira, designa a forma como te revelas a cada um que te visita (o teu BI poético) e, a segunda, um pequeno extracto de um poema teu, onde, encontrei semelhanças claras entre o “eu-real” e o “eu-poético”. Onde, em rigor, vive a Cleo e onde vive a Lurdes Dias. São dissonantes ou concordantes? Vivem harmónicas ou “digladiam-se”?

Cleo - São dois eus que vivem dentro da mesma pessoa, uma pessoa simples. Na primeira frase, a tal do BI poético, existe um eu que deambula por entre as lembranças de um passado, bem presente e vivo dentro de mim. Apenas lhe junto alguns condimentos de modo a que os meus singelos poemas façam algum sentido e sejam de fácil leitura para quem os ler.
Na segunda frase, existe um “eu” que se sente assim tantas e tantas vezes… um eu poético e ao mesmo tempo um eu real. Os dois “eus” vivem sempre em constante harmonia dentro de mim.

Vera – Como nasceram os nomes que usas, Cleo, Medusa e Impulsos? E porque não Lurdes?

Cleo - Também podia ser, mas não me parece que Lurdes seja um nome apelativo. O nome Cleo não é mais do que um diminutivo de Cleópatra, nick que usava numa determinada sala de chat do MSN, onde comecei a mostrar-me ao mundo cibernauta. Acontece que alguém me começou a tratar por cleo, e foi ficando.
Medusa foi um nome que sempre me atraiu pelo seu significado na lenda... transformava os amantes em pedra. Usei-o no meu primeiro blog, ECOS e ainda o mantenho no MSN. Sempre gostei de coisas que envolvam algum mistério. Impulsos, porque acho que funciono por impulsos e a grande maioria do que escrevo é num impulso!

Vera– Quem é a verdadeira mulher que escreve? Aparentemente a imagem que temos é de alguém com uma doçura infinita, sempre presente, mas que, ao mesmo tempo, se consegue esconder, e que ao mesmo tempo que é frágil, forte e sensual…

Cleo - Quem escreve, é uma mulher que, embora não esteja à vista, também não está totalmente ausente. Ela não se esconde embora por vezes tenha necessidade de se afastar um pouco, pois o cansaço também faz das suas, tendo em conta que não só escreve e publica, como também visita os espaços de muitas outras pessoas que lhe fazem visitas e retribuir é uma forma de estar presente. Por isso a presença "real", muitas vezes sai prejudicada. Tenho outros espaços e tento dividir-me o mais que posso por todos eles. Talvez não saibam, mas também mantenho um blog num espaço do semanário sol, que criei por curiosidade e no qual acabei por fazer algumas amizades também e é lá que por vezes me perco também. http://sol.sapo.pt/blogs/solemio/default.aspx

Paulo Afonso Ramos - O teu texto mais lido na Luso-poemas, “As cores do arco-íris” (http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=8296) fala-nos de algo especial. Que podemos extrair desse texto como sendo o teu sentimento ou desejo?

Cleo - Foi um texto muito sentido e real. Nele referia-me a um episódio menos bom da minha vida. É do conhecimento geral, pelo menos de quem priva comigo, que tenho problemas de visão... pois bem, surgiu um percalço e tive de ser operada ao meu único olho que tem visão, ficando cega durante várias semanas e sem saber se voltaria algum dia a ver as belas cores do arco-íris. O resto já sabem, está bem presente o que senti, nesse meu texto.

Mel - Cleo, num total de 220 poemas, teus, aqui no Luso, 27 são, segundo a tua própria catalogação, poemas de reflexão. Sabendo que as estatísticas valem o que valem, não posso, contudo, deixar de te colocar esta pergunta: a escrita é, para ti e em ti, um ponderador reflexivo? Um questionamento? Uma (in)quietude? O que buscas quando escreves?

Cleo- A escrita para mim, é acima de tudo, uma inquietação. Uma espécie de desafio e de exercício. Procuro sempre fazer melhor e o que escrevo nem sempre é real embora tenha sempre um fundo de verdade...

Mel – Continuando nas estatísticas… dos teus 220 poemas publicados, 12 são dedicatórias (eu mesma, já mereci de ti esta atitude de dádiva – grata, muito grata, Cleo). Em meu entender, este teu modo de estar generoso para com os teus pares de escrita é reflexo de uma igual atitude perante a vida, de um modo geral. O que buscas, em rigor, da vida? Desta que vives no corpo que por hora te está destinado?

Cleo- Quando faço uma homenagem ou escrevo um texto dedicado a alguém, faço-o por impulso e porque essa pessoa, nesse dia ou hora, me ocupou o pensamento e por isso é merecedora da minha atenção e escrever para oferecer, é algo que faço com muito prazer, como forma de agradecimento de uma amizade que de alguma forma me faz feliz. Sinto-me feliz quando o faço. Não procuro destaques nem agradecimentos. Quando o faço, faço-o porque simplesmente me apeteceu! Já dediquei alguns e ainda tenho mais uma meia dúzia na calha, que a seu tempo, verão a luz do dia. Sou eu no meu corpo, sim... E o que busco é principalmente, estar de bem com a vida e se isso for a felicidade, então vou continuar a escrever mais umas coisinhas pela vida fora de modo a manter-me assim… feliz.

Godi - Querida Cleo, faço uma pergunta sob o ramo de comentários. Você prefere qual tipo de comentário? Aquele que o new criticism estipulou, de fazer abstração da vida do poeta, ou de seus atos, para o julgamento dos poemas em questão, ou seja, em miúdos, a análise do poema pelo poema? Ou sob o ponto de vista da análise pela pessoa do poeta, sua biografia aliada a contar nessa avaliação?

Cleo- Para mim, qualquer comentário, mesmo os de crítica construtiva desde que não seja ofensivo, será bem-vindo. Claro que prefiro um comentário que tenha a ver com a análise do poema em questão.

Pedra Filosofal - Soube que tinhas, há pouco tempo, ganho um prémio de dança. Duas artes distintas, a escrita e a dança numa só pessoa. Queres contar-nos como foi esse concurso de dança e, já agora, que outras artes abraças?

Cleo- Bem, aquilo foi apenas uma simples brincadeira numa festa de aldeia. Acontece que o grupo de baile lançou o desafio a quem quisesse participar dançando uma valsa e no final ganharia o par que dançasse melhor, calhou-me a mim e ao meu par... foi só isso. Não, não abraço mais nenhuma arte, apenas gosto de participar nas coisas que me parecem estar ao meu alcance, como foi o caso.

Godi- Conforme confissão sua, a mim, certa vez, você começou a escrever poemas há não muito tempo, e incrivelmente sua poética perfaz-se em moderna, madura, e de grande aceitação por parte do público leitor. Então, qual era o seu pensamento sobre literatura antes de sua gênese literária? E após, o que mudou?

Cleo- Para dizer a verdade, não lia muito. Tudo começou num impulso... Tinha uma amiga com uma gaveta cheia de poemas e um dia incentivei-a a publica-los, acabando eu por seguir os seus passos também, numa espécie de afirmação pessoal, do tipo, "e se eu escrevesse qualquer coisinha também? será que consigo?"

Vera- Cleo como e quando começou o teu "despertar" para a poesia?

Cleo- Não foi assim há tanto tempo... Foi por acaso. No ano de 2005, ofereceram-me um blog virgem para eu fazer com ele o que quisesse e assim fiz. Comecei por escrever umas coisinhas simples, pois a minha linguagem é bastante simples também. Chama-se ECOS e ainda está on-line, aliás, foi através dele que conheci as minhas amigas: Mel, Vera e a Juvelina.

Paulo Afonso Ramos - Cleo, a tua forma de escrever, é sempre acompanhada com uma imagem e um vídeo de música. Esta forma diferente de expressão quando e por que teve origem?

Cleo- Desde sempre que tinha vontade de associar a imagem e a música às palavras, dando-lhe a forma de um todo. Mas nem sempre assim foi, pois só quando comecei a saber adicionar os vídeos é que o meu desejo ficou realizado. Dá-me imenso prazer procurar imagens e vídeos para o que escrevo e a maior parte do que escrevo é inspirado nas imagens que uso. Tenho um monte delas e é lá que busco a fonte da inspiração quando ela não aparece pelas vias normais.

Pedra Filosofal - Falaste que vais buscar a inspiração aos vídeos e imagens quando ela não aparece pelas vias normais. O que são para ti as vias normais? Como sabes que chegou esse momento?

Cleo- Há pessoas que escrevem com extrema facilidade, parece até que as palavras lhes jorram da alma transbordando e derramando-se no papel... mas todos sabemos que nem sempre assim é, tem de haver um motivo, um qualquer acontecimento ou pensamento que abra as portas da imaginação dando corpo à criação.

Paulo Afonso Ramos - Sei que és uma divulgadora do Luso e que já trouxeste pessoas para cá. A pergunta obrigatória. Que balanço fazes do Luso-poemas?

Cleo- O Luso-poemas, para mim, é um espaço onde me sinto bem. É evidente que não consigo ler tudo o que por lá aparece, mas vou lendo o que posso dando prioridade aos poetas que já conheço há mais tempo, mas gostaria de poder ler muitos mais, só que o tempo nem sempre me deixa. De todos os sites em que me registei, o Luso-poemas é o que mais me atrai, talvez por ser o primeiro e não há amor como o primeiro... Sim, trouxe algumas pessoas e gostaria de trazer ainda mais, por isso continuo a divulgar o site com muito gosto e a tentar convencer mais algumas pessoas que gostaria de aqui ver um dia.

Pedra Filosofal - O que mudarias, na altura estrutura do lusos?

Cleo- Penso que já muito foi feito de modo a que o site fosse melhorado e ficou realmente melhor! Não me ocorre nada de especial que melhorasse, confio em quem está à frente da administração do site e no seu mentor, ao qual todos devemos a nossa estadia lá, o Trabis é um génio e tem feito imenso pelo site e pelo nosso bem-estar geral.

Mel - Finalmente, Cleozinha, se te fosse dado em três palavras apenas definir os teus maiores objectivos de vida, que nos dirias?

Cleo- Paz, afecto e saúde.

Paulo Afonso Ramos - Que mensagem queres deixar para quem te lê?

Cleo- Não importa o que procuram, não importa se lá chegam algum dia, apenas nunca desistam... acreditar é meio caminho andado para ser feliz!


Navegue pelos artigos
Artigo anterior Julho 2008 - Henrique Pedro Outubro 2008 - Ibernise Artigo seguinte
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/08/2008 23:08  Atualizado: 31/08/2008 23:08
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Amiga Cleo, que satisfação, abrir o luso e dar contigo neste destaque merecido.
Há já algum tempo que te leio, e recebo de ti uma consideração que muito me orgulha.
Adorei ler-te um pouco mais nesta entrevista, bem conduzida, onde ressalta a tua personalidade madura e uma tranquilidade que nos envolve a todos.
O meu beijo é feito de profundo contentamento.


Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 31/08/2008 23:19  Atualizado: 31/08/2008 23:19
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3367
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Gosto muito e aplaudo a escolha do mês de Setembro.
A entrevista foi muito bem conduzida e ficamos a conhecer mais um pouco desta pessoa excepcional que é a Cleo. Além de ser uma excelente pessoa é uma excelente poeta ou poetisa.
Parabéns Cleo e parabéns Luso por mais este belo momento.

Beijos


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 31/08/2008 23:23  Atualizado: 31/08/2008 23:23
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Aqui ficam as minhas sinceras felicitações para a homenageada e os votos que continue a prestigiar todos os seus leitores assíduos com os seus magníficos textos.
Eu sou uma leitora assídua e por isso me sinto feliz com a escolha.
Parabéns, amiga!
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
quidam
Publicado: 31/08/2008 23:25  Atualizado: 31/08/2008 23:25
Colaborador
Usuário desde: 29/12/2006
Localidade: PORTIMÃO
Mensagens: 1438
 Re: Setembro 2008 - Cleo
De tal maneira discreta que me tinha passado despercebida tão grande poeta… Peço desculpa pela frontalidade, mas é muito sincero este meu comentário... Se não fosse a poeta do mês, eu talvez não fosse ler seus textos tão cedo… esta menção foi o rastilho que fez explodir em mim uma emoção muito forte pelo que li…
PARABÉNS!


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 31/08/2008 23:30  Atualizado: 31/08/2008 23:30
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Merecida distinção por seres autêntica, gentil com teus amigos de site e por teres uma escrita madura, sapiente, de excelente qualidade. Cléo tenhas muitos e muitos momentos de paz, poesia e que grandes inspirações a cerquem pela vida afora. Um beijo, Núria.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/08/2008 23:47  Atualizado: 31/08/2008 23:47
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo, que maravilhosa entrevista vc nos concedeu...

Fiquei emocionada com sua vivência de ficar cega por alguns dias, e isso fez vc colocar todo teu sentimento neste poema sobre o arco-íris, valorizando um momento singular da tua existência. Que lindo exemplo vc nos deu!!

Uma geminiana, nascida no ano da serpente, de alma visionária e intuitiva, na condição artistica e com necessidades intelectuais especificas do teu elemento ar, uma guerreira que dança sua vitória quando há necessidade.

Fico feliz por ter lido sua entrevista, agradeço por esta oportunidade de compartilhar conosco, um pouco deste universo que atende pelo nome: Cleo!

Agradeço pela mensagem final.

Bastante sorte pra vc!

Sucesso sempre!

Helen De Rose.


Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 01/09/2008 00:11  Atualizado: 01/09/2008 00:12
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Admito que Cleo é uma poetisa discreta.Esta entrevista vem levantar um pouco mais o véu com protege a sua riquíssima personalidade. Mesmo assim desde muito cedo o seu talento me despertou atenção, traduzido em peças poéticas de belíssimo efeito, que primam pela sobriedade, simplicidade e grande harmonia.
Apresento-lhe os meus sinceros parabéns e votos das maiores felicidade. E que continue a partilhar o seu talento e amizade.
Um beijinho do tamanho do mundo.
Henrique Pedro


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 01/09/2008 00:19  Atualizado: 01/09/2008 00:19
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14931
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Cleo (Lurdes)
Adorei poder conhecer esta pessoa fantástica
atrás dos escritos os quais muito admiro, você
é uma pessoa linda por dentro e por fora
Parabéns pela entrevista e pela partilha da
sua vida....Um beijo doce n’alma



As cores da tua alma

Um dia no horizonte se perdia
A visão da beleza da vida
Lá no alto um anjo sorria
Era tu Cleo que se movia
Da varanda olhando o céu
Nele pensou haver um véu
E que maravilha ... tudo
Novamente lhe sorria
A beleza da vida e até um
Imenso arco-íris
Com todas as cores pintou
A tua alma de encanto
Magia e pura melodia
Pois assim, é tua alma
Colorida de tanta simpatia

(inspirado no teu poema e na tua beleza de alma)


Enviado por Tópico
Blackbird
Publicado: 01/09/2008 01:09  Atualizado: 01/09/2008 01:09
Super Participativo
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Cacem
Mensagens: 141
 Re: Setembro 2008 - Cleo
A Cleo merece estar aqui, isto sem margem para a minima e absoluta duvida, a Cleo é sem duvida uma dos 5 melhores poetas que eu encontrei aqui nesta grande casa...sem duvida um fenómeno nos dias que correm...eu adoro muitos os poemas dela em especial o: "Eram velhos retratos de gente que me sorria..." esse marcou-me perfundamente e só consegui comentar Huau!!!; pois fiquei sem palavras...a descrião ao longo do poema vem sem duvida acompanhada por vários flashs de imagens que se criam através da leitura, até me parece a mim um quadro cheio de promenores... Adoro simplesmente o seu trabalho!!! que coisas como esta entrevista marquem esta sua passagem que é a vida!!!Bjx do sempre Blackbird!!!


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 01/09/2008 01:17  Atualizado: 01/09/2008 01:17
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Adorei conhecer tuas idéias, tua vida e os teus sentimentos.A escolha não poderia ter sido melhor.Beijo grande!

Karla Bardanza


Enviado por Tópico
ellianaalves
Publicado: 01/09/2008 08:26  Atualizado: 01/09/2008 08:26
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2008
Localidade: Petrolina-PE
Mensagens: 567
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Muito bom,
nos dá felicidade
parabéns querida
vc merece viu.
Bjsssssssss e tenha uma linda
e abençoada semana.


Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 01/09/2008 09:16  Atualizado: 01/09/2008 09:16
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Maravilha das maravilhas... assim começo o meu comentário.

A Cleo para mim é das pessoas mais maravilhosas que tive o prazer de conhecer aqui no Lusos, aliás... tive o prazer de a conhecer num 1º encontro não oficial deste nosso canto

Tenho acompanhado a escrita da Cleo mais no seu blog do que aqui no Lusos, rendido às suas palavras e forma de ver a vida.

Cleo para ti amiga, um bravo, bravissimo e que continues sempre assim...

Um beijinho com amizade
Luis


Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 01/09/2008 11:45  Atualizado: 01/09/2008 11:45
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Fomos recebidos com todo o carinho na casa da Cleo. Ficamos a conhecer mais um pouco da discreta poetiza e da pessoa fabulosa que ela é. A entrevista acabou por ser mais uma conversa. Em boa hora o fizemos.


Enviado por Tópico
Margarete
Publicado: 01/09/2008 11:53  Atualizado: 01/09/2008 11:53
Colaborador
Usuário desde: 10/02/2007
Localidade: braga.
Mensagens: 1199
 para a menina lurdes (cleo)
quando te vi escondida entre outros corpos no encontro reparei que a tua história tinha um pouco da minha, aqui está ela, a lurdes que cresceu na aldeia, na rudeza dos campos e aos dezoito anos decidiu que queria ter asas. gosto do que escreves e fico realmente feliz com esta distinção. há muita gente por aqui que a merece lurdes e tu és, sem sombra de dúvida, um alguém assim.
gosto de te ver assim, transparente.
ainda hoje darei um salto aos teus blogues de medusa, de impulsos, de cleópatra, de lurdes.

um beijo*


deste mar.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2008 11:53  Atualizado: 01/09/2008 11:53
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Minha querida amiga,
Conhecendo-te pessoalmente só uso um adjectivo para te qualificar.
Lindíssima em todo o teu esplendor.

Nem sabes como fiquei feliz ao ver-te aqui e saber mais de ti.
Beijinho enorme.
No teu enorme coração puro.

ConceiçãoB


Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 01/09/2008 12:10  Atualizado: 01/09/2008 12:10
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Lurdes
Lurdes te conheci pessoalmente vai fazer um ano, e maravilhada fiquei com a ternura, a meiguice, a voz doce, que faz de ti uma pessoa excepcional. É verdade sim, apetece quase repousar nossa face no teu ombro e ser envolvida com tamanha meiguice.
Fiquei felicíssima quando abri o nosso site e li a tua entrevista, és merecedora deste destaque faz tempo.....!
Da tua poesia digo simplesmente sou fã e nela muitas e muitas vezes vou buscar inspiração!
Terno beijo e até breve
Rosamaria


Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 01/09/2008 12:18  Atualizado: 01/09/2008 12:18
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1815
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Já tive o prazer de conhecer um pouco do que a Cleo tem publicado aqui no luso e sinto alegria por vê-la no destaque do mês, com todo o mérito pela escrita que patenteia.
Acrescento que a entrevista me dá oportunidade (e a grande satisfação) de conhecer um pouco mais a autora, que é uma pessoa maravilhosa.
Parabéns.
Bjo.


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 01/09/2008 12:28  Atualizado: 01/09/2008 12:28
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Cleo, é um prazer e uma honra conhecer-te mais um pouco.
Uma poetisa discreta, mas com poemas belíssimos e fortes, que agora nos mostra a todos mais um pouco do seu ser. Um ser humano maravilhoso, que tenho o privilégio e a honra de chamar amiga. Uma menina doce e encantadora que vale a pena conhecer!

Um beijo enorme minha linda
Gosto muito de ti


Enviado por Tópico
flavio silver
Publicado: 01/09/2008 12:34  Atualizado: 01/09/2008 12:34
Colaborador
Usuário desde: 24/09/2007
Localidade: barcelos
Mensagens: 1001
 Re: Setembro 2008 - Cleo
fico contente por ter chegado a vez da poetisa Cleo ter o seu destaque.
a sua simplicidade move-se em cada verso, assim como a sua forma de viver e de encarar as coisas.
parabéns Cleo!


Enviado por Tópico
Andy
Publicado: 01/09/2008 14:30  Atualizado: 01/09/2008 17:36
Colaborador
Usuário desde: 01/08/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2164
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo

...vim dar-te os parabéns, pelo justo destaque e agradecer-te a entrevista concedida e que mostrou a Mulher que acompanha a Poeta (não sei porquê, mas não gosto de dizer "poetisa")
...escreves sempre de forma simples, muito objetiva, mas sempre com muito sentimento, tenho-te como uma das excelentes Poetas desta casa e este destaque, veio mostrar-me que o meu pensamento a respeito das tuas qualidades de Poeta e humanas é correcto.
"Não procuro destaques nem agradecimentos. Quando o faço, faço-o porque simplesmente me apeteceu!"
...então que te apeteça sempre, direi eu, escrever! ...e acima de tudo, partilhares o que tão bem escreves!

parabéns e um beijinho!

felicidades!




Andy


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2008 14:52  Atualizado: 01/09/2008 14:52
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Gostei muito desta entrevista e da forma suave, digna, fascinante como a Cleo, que tenho lido pouco ainda, respondeu, revelando a sua personalidade que me parece muito bela.
Estou cá há pouco tempo, vou conhecendo alguns dos autores e muito me espanta pela qualidade e humanidade.
Parabéns à Cleo, à equipa da Luso e a todos os autores, por este espaço único.

Tudo farei para o enriquecer, se conseguir.

Um grande abraço a todos.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2008 15:17  Atualizado: 01/09/2008 15:17
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Gente Lusa,

Ontem li a entrevista da Cleo.Enterneci com sua história e com a simplicidade das suas palavras, mas distraída não havia ligado o nome e história a pessoa, e, como estava meio enrolada (por motivos que não importa agora dizer) nada comentei.
Hoje ao ler as respostas e ver o avatar da entrevistada muito me alegrei, pois enfim liguei o nome a pessoa.Parabéns a administração pela merecida escolha e a Cleo pela extraordinária pessoa que é!Cleo, sucesso, luz e paz!

Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 01/09/2008 15:20  Atualizado: 01/09/2008 15:20
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Muitos parabéns cleo pelo destaque do mês.
com muito prazer li a entrevista e bem...fantástica como os textos que produzes.
Gosto muito de ler-te, de partilhar este espaço com uma enorme poetisa e uma honra ter os meus simples textos ao lado dos teus no mesmo sitio.
Muitos parabéns pelo merecido destaque e que continues a escrever lindo como o fazes.
(desculpa se fiz mal em tratar por TU) :)

beijinhos enormes e cheios de votos de felicidades
João filipe ferreira



Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 01/09/2008 16:49  Atualizado: 01/09/2008 16:49
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo,
como eu gostei de ver-te a
entrevistada do mês!!!
Que pessoa suave és!!!
Que doçura a tua poesia!!!

Eu tenho no coração a imagem eterna
de um poema teu, sabes qual, que
para sempre me prendeu os olhos ao mar,
à ternura da amizade, ao azul intenso
daquele momento tão especial.
E me apego à Clarice Lispector:
“ saudade é um pouco como fome,
só passa quando se come a presença.
Mas às vezes a presença é pouco:
quer-se absorver a outra pessoa toda...
é um dos sentimentos mais urgentes
que se tem na vida.”



Em meu coração, um mundo
admirado, inteiro de afetos para ti,
minha querida!!!


Lágrimas, beijos, abraços, sorrisos

Amora


Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 01/09/2008 16:49  Atualizado: 01/09/2008 16:49
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Setembro 2008 - Cleo
olá querida Cleo

A minha ultima função como administradora deste site foi votar em ti para a entrevista, fiquei muito feliz de a ler agora.

Sabes que gosto muito de ti como pessoa e como escritora, adoro as composições que fazes entre as imagens , as palavras e a música. Proporcionas-me muitos momentos agradáveis.

parabéns pela entrevista

e muitas felicidades para ti

Beijos muitos


Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 01/09/2008 17:19  Atualizado: 01/09/2008 17:19
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Só se me oferece dizer que é muito bom partilhar este espaço com pessoas como tu, pois são essas que diluem os venenos e fazem com que tudo se mantenha verdadeiro.

Valdevinoxis


Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 01/09/2008 17:29  Atualizado: 01/09/2008 17:56
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo,
Foi com muita emoção que li o destaque do mês que, na minha opinião, foi bem merecido.
Lê-lo não foi apenas tomar nota de alguns dos teus dados biográficos e poéticos. Foi também uma revisitação ao passado, aos meus primeiros passos no Luso. Como é do teu conhecimento, fui uma das pessoas que chegaram ao luso pelas tuas mãos.
O que me aproximou foi exactamente o tu nick, isto é, a coragem de alguém que se atreve a intitular-se de Cleópatra, figura histórico-mítica, maquiavélica, demoníaca mas muito sedutora, capaz de alterar e comandar destinos a seu belo prazer.
Da leitura da tua poesia surgiu uma empatia pela força sui-generis como és capaz de catalizar emoções, estados de espírito, sonhos e fantasias de uma forma singela apelativa e significativa capaz de tornar dizível o indizível.
E de leitura em leitura de comentário em comentário livre e espontâneo, motivado pela força dos conteúdo e das formas diversificadas dos teus poemas,fui alicerçando uma amizade que me levou a outros poetas de muito valor.
Por tudo isto, agradeço a tua amizade e a oportunidade para que eu conhecesse e partilhasse um leque tão variado de poetas.
Parabéns e muitas felicidades
Muits beijinhos


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 01/09/2008 18:29  Atualizado: 01/09/2008 18:29
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Há uma coisa, entre tantas, que ao longo da entrevista revela-se a minha suspeita:" A supremacia dos criadores",que únicos e o mais originais, oferecem-nos uma visão mínima e sem grandeza do seu próprio mundo. Seu testemunho é o que criam, no teu caso...A poesia.

Confirmado...A Poesia és tu, Cleo seu nome!

Beijo


Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 01/09/2008 18:58  Atualizado: 01/09/2008 18:58
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo,

Hoje abro uma excepção, cuja explicação é desnecessária, para manifestar publicamente o meu total apoio. É uma grande honra ter-te por cá. Obrigado pela mais valia que tanto tens dado a este site, mesmo sem que o percebam, tem sido importante.
Tu, que és generosa e amiga de todos, mereces sempre o melhor.

Beijo grande

PS: Obrigado por mais um grande momento que esta entrevista nos deu.


Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 01/09/2008 19:02  Atualizado: 01/09/2008 19:02
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Parabéns ao Luso poemas pelo justo destaque da poetisa Cleo. Parabéns a vc Cleo querida.Meus cumprimentos aos entrevistadores, ficou muito bom o trabalho. É uma grata satisfação conhecer o ser humano, seu ambiente na vida real.Rs. Para nós que somos @migas na virtualidade, esta aproximação é um presente de afeição e generosidade.Sua mensagem é de fé, esperança e coragem Cleo. Parabéns. Bjs. Seja muito feliz.

Ibernise


Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 01/09/2008 19:23  Atualizado: 01/09/2008 19:23
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Cleo...

que te posso dizer aqui que ainda te não tenha dito?
que tive imensaaaaaaa sorte um dia, quando dava tímidos passos na blogoesfera me ter cruzado com os teus Ecos. E, muito rapidamente nos reconhecemos como amigas. Uma amizade que não cobra nem exige nada. Podemos estar meses sem "tagarelar", mas isso não impede que saibamos que somos presente nas comuns vidas. E, como muitos já sabem, devo-te a minha vinda para o Luso... tu é que ma agarraste a mão e me disseste: Mel, anda daí... sem medos! E cá estou! Por isso, também por isso, foi uma honra estar como convidada nesta tão merecida homenagem.

Beijo, minha irmã Cleozita
até já, logo ou amanhã... PARABÉNS!!!!!!


Enviado por Tópico
sandrafonseca
Publicado: 01/09/2008 20:53  Atualizado: 01/09/2008 20:53
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2006
Localidade:
Mensagens: 2478
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Parabéns pela distinção merecida. Me agrada a suavidade e a elegância da sua poesia. A presença discreta e amiga, uma marca que tenho de você.
É um prazer ler um pouco mais da pessoa e ver reconhecida a poetisa.
Beijo.





Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 01/09/2008 22:50  Atualizado: 01/09/2008 22:50
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5590
 Re: Setembro 2008 - Cleo
A entrevista está ótima.
E a poeta é das melhores!!!!
Cleo,mesmo não te conhecendo muito,apenas por textos ou alguns comentários,fica fácil dizer:
Muito merecido o destaque!
Bjs
Edilson


Enviado por Tópico
salomé
Publicado: 02/09/2008 15:47  Atualizado: 02/09/2008 15:47
Da casa!
Usuário desde: 25/01/2008
Localidade:
Mensagens: 409
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo adorei saber que era a luso do mês,bem merecido.Embora ande um pouco afastada daqui não deixei de passar e ler seus textos aqui e no blog.Uma entrevista que nos dá a conhecer mais um pouco da grande mulher que por aqui se esconde atrás de seus escritos maravilhosos.Beijos Cleo e nunca deixe de ser discreta e como é.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/09/2008 16:12  Atualizado: 02/09/2008 16:12
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo! Sou distraida...Não me apercebi que a amiga no meu perfil e que me comentou eras tu...Mas aqui estou para te felicitar pela justa homenagem e reconhecimento pelos teus escritos. Beijo azul...Sempre!


Enviado por Tópico
SoniaNogueira
Publicado: 02/09/2008 18:08  Atualizado: 02/09/2008 18:08
Colaborador
Usuário desde: 31/10/2007
Localidade: Fortaleza
Mensagens: 608
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo, bem merecida escolha para o mês, venho parabenizar-te por fazeres parte deste mundo poético que tanto nos envolve e que, para ti são momentos de reflexão, prazer e encanto. Abs.


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 02/09/2008 20:28  Atualizado: 02/09/2008 20:28
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo!

Que bom ver-te por aqui!

Falando sério... fiquei muito contente quando vi que eras tu a "Luso" do mês. És das pessoas que considero mais "antigas" neste nosso cantinho. Merecida distinção apesar de tardia.

Gostei muito de ler a tua entrevista, simples e sincera.

Muitas Felicidades e muito sucesso, Amiga.

Beijos cheios de poesia


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 02/09/2008 23:30  Atualizado: 02/09/2008 23:30
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4396
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Ui Cleo, muitos parabéns por este merecido reconhecimento, foi muito bom conhecer-te um pouco mais amiga, para alem da tua doce poesia, (poetisa de várias vidas)
Um dia conhecermo-nos-emos quem sabe aqui na minha ilha paradisiaca...
Continua a presenter-nos com a tua diferenciada poesia

Um abraço desta amiga da ilha, que estará sempre aqui para ti...
Tudo de bom


Enviado por Tópico
Marco
Publicado: 03/09/2008 00:47  Atualizado: 03/09/2008 00:48
Da casa!
Usuário desde: 18/03/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 228
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo. Apesar de não ser muito assíduo do Luso, acho muito justa esta tua distinção. Já te disse uma vez que me identifico muito com o teu estilo e que aprecio a tua escrita simples e forte. Fiquei orgulhoso quando na altura disseste que também te identificavas com o meu estilo. Foi dos melhores comentários que tive aqui no site.


Beijo.


Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 03/09/2008 01:13  Atualizado: 03/09/2008 01:17
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2262
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo, não queria deixar aqui um comentário sem ter lido primeiro uns 10 poemas teus. Saltei a prosa e torpecei logo no primeiro 'À boleia do silêncio'. Lindo, premonição, favoritos!

Gostava de indicar aqui outros dois não perder:
Estranho sonho
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=9535

e

Do tanto
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=4989

Poemas curtos e para reflexão.

Posso dizer que me identifico muito com a tua escrita, com as palavras que me tiras da boca, com a liberdade que dás ao pensamento. Voei!

Foi um prazer esta hora que por cá passei.
E sempre que o vento por ti passar e o teu perfume me encontrar, cá voltarei.

Um abraço!

(Ah, divide o abraço com a Mel, ou melhor, outro abraço para a Mel que ela também merece, foi fantástica!)

(Ah, e obrigado pela menção na entrevista ao trabis, sinto saudades dele por aqui)


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/09/2008 14:32  Atualizado: 03/09/2008 14:32
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo, gostei de ver, sentir o que se esconde por detrás das suas palavras...
Do que já li e espero poder continuar a ler

Foi um prazer

Os meus sinceros parabéns..

Dolores Marques


Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 03/09/2008 16:25  Atualizado: 03/09/2008 16:25
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Reforço o meu apreço e amizade, lamentando a polémica em que involuntariamente se viu envolvida e que, de forma alguma, merece.
Beijinho

Henrique Pedro


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 03/09/2008 17:37  Atualizado: 03/09/2008 17:37
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11076
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo querida,
Gostei de ler a entrevista que me possibilitou conhecer-te um pouco melhor.
Já te apreciava, agora fico certamente mais próxima.
Desejo-te muita luz e sucesso na vida, sempre próxima de todos nós.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/09/2008 00:08  Atualizado: 04/09/2008 01:04
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Cleo.

Logo que criaram esse sistema de adotar um amigo, fiz questão de convidá-la, e esse avatar ornamenta a minha página. Conheci um pouco de sua história, o que disseram os seus amigos, o que você fez em cada agradecimento homegeando a cada um com o próprio poema, e deu para ver a adorável pessoa que é,nas palavras deles. Sou novo nesse mundo da poesia, mas muito me orgulha ter uma companheira com a sua linhagem.
Homenagem mais que merecida.
Parabéns

Beijos

Ulysses


Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 04/09/2008 00:59  Atualizado: 04/09/2008 00:59
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Olá Cleo,

Parabéns por esta tua entrevista!!!Está linda assim como os teus poemas, que agradam-me muito...
O mais lindo das entrevistas é saber um pouco da pessoa que está por detrás da poesia... vejo que és uma mulher simples, delicada e que já passas-te por momentos curciais nesta vida...sei o que isso foi e é para ti...mas o que interessa é dar a volta e sorrir por mais um dia...pela esperança...

Te desejo tudo de melhor pela vida fora, e continua sempre a escrever o fazes lindamente...
Um beijo, Cina



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/09/2008 10:59  Atualizado: 04/09/2008 10:59
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cara Cleo,
Este merecido destaque permitiu que passasse a conhecer os seus textos e, deixe-me que lhe diga, ganhou uma fã. :-)
Escreve com delicadeza, ternura e seriedade. Realmente deu para constatar que é uma pessoa discreta e madura (como todos têm dito aqui nos seus comentários) e, acima de tudo, muito humana.
Resta-me dar-lhe os parabéns por ser quem é e pelo destaque aqui no site.
Um grande beijinho!


Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 04/09/2008 22:50  Atualizado: 04/09/2008 22:50
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3541
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Parabéns Cleo!

Ando ausente do luso-poemas, por motivo de trabalho e estudos... e depois perdi minha senha do luso por uns dias... rsrsrs
mas, quero dizer que me agrada a forma com que o destaque do mês é escolhido pela administração e me entristeceu a polêmica em torno do assunto. Como as coisas positivas devem sobrelevar o todo... deixo aqui meus cinceros parabéns!
entrevista linda... gostosa de ler!
feliz por te conhecer

beijos

Maia Verde


Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 05/09/2008 00:39  Atualizado: 05/09/2008 00:39
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3651
 Re: Setembro 2008 - Cleo
PECA POR NÃO TE TER RECONHECIDO MAS A ALEGRIA FOI INTENSA AO VER ALGO DE BOM NA IMAGEM DESTE MÊS.
DEPOIS HOJE VO E LI A CLEO DA IMAGEM DA PALHAÇA E VEJO BOM SENSO NA ENTREVISTA SER COM MUITOS ESCRITORES TAMBÉM.
A VISÃO DAS FÉRIAS QUE UM DIA SONHO AO PASSAREM POR MIM E VER DESSA ALEGRIA NAS PESSOAS ESTÁ MUITO BEM ENTREGUE NA SUA MESTRIA DE VERDADEIRA ARTISTA SE ASSIM PODE SER.
LI ALGO QUE NEM VEJO NO MUNDO ACERCA DAS ESCOLHAS MAS ALGUÉM TEM DE DIVULGAR O MUNDO E A ARTE E EM SI ACHO QUE FOI MAIS QUE CERTA A ESCOLHA EM TUDO.
DEUS A PROTEJA.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/09/2008 23:31  Atualizado: 05/09/2008 23:31
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Maria de Lurdes (Cleo)

Este é o centésimo comentário. Ainda bem que é o meu.
O que dizer de você. Cleo, Cleo é a representação ou transfiguração certeira da boa poesia portuguesa. Foi tocada pelo canto e o culto da poética na maturidade. E mais do que isso, acreditou no sonho, e em se orgulhar a continuar a empreitada. Feliz de todos nós, seus leitores.
Sua poesia é mais que moderna. É pós moderna. Traz a semiótica, aliada ao modernismo, que encaixa perfeitamente ao seu estilo de escrever. Junta tudo onde possa haver sugestão poética e enfim... a poesia. Assim, a modernidade (aqueles que comentam, não deixa de ser um estudo de suas composições) considera mais do que justa a condição singular em ser unanimidade aqui.
Parabéns por tudo, e digo abertamente que sou fã de tua poesia. E de tua pessoa, de quem sabe, se um dia nessa vida tenha oportunidade de conhecer.

Parabéns! Beijos e saudações do outro lado do oceano,

Godi.


Enviado por Tópico
aflordapele
Publicado: 06/09/2008 19:30  Atualizado: 06/09/2008 19:30
Participativo
Usuário desde: 11/04/2007
Localidade:
Mensagens: 17
 Re: Setembro 2008 - Cleo
É com muito orgulho que te dou os parabéns! Desculpa não ter vindo há mais tempo, mas como vês não falhei.Claro que para mim, nada disto é novidade em relação a ti, mas é mt bom ver o teu talento reconhecido e apreciado.
mas essa da dança eu ainda não sabia!! Mas acho mt bem, pq para mim dançar faz tão bem á alma como escrever!Parabéns, miúda!
Beijo doce


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/09/2008 04:07  Atualizado: 07/09/2008 04:09
 Re: Setembro 2008 - Cleo
No turbilhão dos últimos acontecimento eu fiquei um pouco dispersivo. Mas, claro, sabia eu que logo estaria aqui; parabenizando-a e agradecendo-a pela linda e comovente entrevista, e pela última nota:

"Não importa o que procuram, não importa se lá chegam algum dia, apenas nunca desistam... acreditar é meio caminho andado para ser feliz!"

Um beijo e meu afetuoso abraço, desejando sucesso e mil felicidades.

Silveira




Enviado por Tópico
Sant'Ana
Publicado: 11/09/2008 22:55  Atualizado: 11/09/2008 22:55
Participativo
Usuário desde: 13/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 34
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Não podía de forma alguma deixar de registar aqui o meu apreço por ti. Pela tua escrita. Pela tua sentimentalidade. Pela fragilidade. Pela força. Pela mistura que me faz explodir e aninhar-me. Pelo todo de ti.

Obrigado Lurdes
Um beijo sentido.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/09/2008 00:48  Atualizado: 16/09/2008 00:48
 Re: Setembro 2008 - Cleo
...

Lurdes,

o que tinha para te dizer, disse-to pessoalmente e em público.

até uma próxima.

um beijo.


Enviado por Tópico
Carlos D
Publicado: 21/09/2008 10:32  Atualizado: 21/09/2008 10:35
Da casa!
Usuário desde: 05/07/2007
Localidade:
Mensagens: 261
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Neste mundo virtual que é a blogosfera, onde as pessoal são reais, foi com alegria que encontrei o teu nome como estaque do mes de Setembro. Não só pela escrita simples, profunda e meditativa, como foste uma das primeiras pessoal que li quando entrei neste mundo. O que me deu força nesta minha caminhada pela blogosfera. Não destaco nenhum poema teu , mas sim a escrita que encontro em todos eles, simples bela e como ja disse meditativa.

Parabens

um beijo e um sorriso


Enviado por Tópico
FredericoSalvo
Publicado: 21/09/2008 13:43  Atualizado: 21/09/2008 13:43
Colaborador
Usuário desde: 23/01/2008
Localidade: Belo Horizonte - MG - Brasil
Mensagens: 1327
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Oi Cléo!
Muito bom poder conhecer um pouco mais de ti aqui nessa ótima entrevista. Deixo um grande abraço de parabéns e expresso o meu desejo para que continues a nos presentear com tua bela escrita.
Um beijo!
Frederico Salvo.


Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 22/09/2008 10:55  Atualizado: 22/09/2008 10:55
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 679
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Cleo

Com estas confusões à volta do ser ou não ser Luso da Hora, quase me esqueço de deixar o meu comentário habitual ao Luso em destaque.

Como fui parco a dar-te algo resta-me prometer-te mais leitura de ora em diante, se me ajudares é claro (espera, vou ver algo no teu perfil), a formar o teu próximo Blog na comunidade BlogTok.
o Convite já vai a caminho á boleia de um qualquer email.

À tua enorme sensibilidade junto e ofereço-te as palavras de um poeta maior:

"Basta-me o bastante que me basta"

Um bem haja. Sempre


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 27/09/2008 14:26  Atualizado: 27/09/2008 14:26
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3216
 Re: Setembro 2008 - Cleo
Querida Poetisa Cleo!

Li a tua entrevista e fiquei conhecendo a pessoa simples e maravilhosa que és, gosto da sua forma espontânea de ser!
Teu altruísmo e as tuas poesias nos cativam e fazem de você um ser extraordinário. Parabéns Cleo, estou aqui sempre torcendo pelo teu sucesso e que venham sempre mais poemas, pois és uma pessoa que nos dá paz, afeto e sinceridade.
Merecido reconhecimento para uma pessoa tão carinhosa e meiga e com um imenso talento!

Beijinhos de luz!

Fhatima

Links patrocinados