Poemas -> Sociais : 

Poesia da Favela

 
Ele subiu o morro, pois queria chegar lá no alto
E de lá, não queria apenas contemplar a cidade
Nem talvez tomar as luzes poéticas de assalto
Mas somente chegar perto de sua realidade...
~
Serenou-se quando fixou o olhar nas estrelas
Procurou entre elas a que mais brilhava
Mas de repente, nem estivesse a vê-las
E somente com o olhar as chamava...
~
Estava tão perto do céu, que esticou a mão
E por sob seus dedos uma vida empobrecida
Não encontrou sequer uma inspiração
Ao ver a baixo, sua favela escurecida...
~
Por um momento ele até quis ser Deus
E imaginou um novo mundo encantado
Matando a sede de justiça dos seus
Mas ser Deus seria muito complicado...
~
Armou-se de fome ao descer a ladeira
Beijou a terra e ainda olhou para trás
Pronunciou uma frase quase que derradeira
“Hoje mais um Pobre, aqui jaz...”
~
Queria no desejo voltar apenas, a ser o filho
Brincar sem ter medo do quem vem depois do muro
Esconder-se no campo, entre as roças de milho
Poder crescer, planejando melhor um futuro...
~
Hoje roga aos pés de um filho que fora pregado
E troca às posições ao fazer o sinal da benção
Pede a Deus, o retorno de algo que foi lhe negado
E roga para o seu povo, um pouco mais de atenção...
~
Pensa ele, se Jesus a terra tivesse regressado
Certamente seu calvário não seria em uma cruz
Moraria em uma favela, seria mais um desempregado
E a Deus, também rogaria por alguma luz...

 
Autor
marco_ramos
 
Texto
Data
Leituras
14260
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 06/08/2007 20:31  Atualizado: 06/08/2007 20:31
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Limeira - SP
Mensagens: 3514
 Re: Poesia da Favela
E na Favela é mesmo assim.

O que mata além da violência, é a discriminação.

Beijinhos

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 06/08/2007 22:06  Atualizado: 06/08/2007 22:06
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14627
 Re: Poesia da Favelap/ marco_ramos
Querido poeta

A realidade da vida é dura
e em teus versos li o quanto
este povo precisa de luz uma
luz de olhos mais atentos que
veja que na favela também tem
além de tristeza há beleza....
Muito bom seu poema...Adorei

Beijo doce n'alma
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...