Poemas : 

"aBOCAGEado"

 

De joelhos te quero pura
Nesse olhar tao penetrante
De joelhos a todo o instante
Te quero nessa candura

Bebo de ti a água pura
Que me das quando te beijo
Nesse amor, nessa ternura
Se eleva mais o desejo

No mar que nasce em mim
De azul passou a branco
Nasce em cataratas e tanto
Porque tu rezas assim

Minha beata, sou teu santo
Sendo tu a submissa
Deste cálice bebe o quanto
Conseguires em toda a missa

F.Serra

 
Autor
F.Serra.Pintor
 
Texto
Data
Leituras
55
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
A.C.O.R
Publicado: 08/01/2017 15:23  Atualizado: 08/01/2017 15:23
Colaborador
Usuário desde: 17/10/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 569
 Re: "aBOCAGEado"
Gostei muito de ler!

Ana Relvas


Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 08/01/2017 15:51  Atualizado: 08/01/2017 15:51
Muito Participativo
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 98
 Re: "aBOCAGEado"
Francisco
No altar onde te colocaste, deve sobrar um
espaço para mim. E se eu beber durante toda
a missa, ficarei embriagada.
Enfim, está incrível o teu poema.
Beijinho meu
Angeline