http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3048
 
Textos -> Tristeza : 

As Lágrimas Limpam a Minha Alma e Fortalecem-me

 
O Mundo caiu em cima de mim, nunca pensei que fosse tão pesado.
O peso do Mundo é algo brutal, nunca pensei que o Mundo em que vivo fosse tão cruel e tão vazio mesmo com milhões de pessoas habitar nele.
Sempre desejei viver para além da eternidade sem sofrer, sempre acreditei que não ia ver as pessoas que amo a morrer, mas isso é pura ilusão é um autêntico contra censo, mas por momentos acreditei que fosse possível.
Esta semana tenho vivido os piores tempos da minha vida, em alturas da vida fiz grandes dramas em torno de merdas sem importância, sempre tentei crescer com tudo o que de mal me aparece.
Sempre fui um lutador, e sempre venci mas esta semana a tua morte venceu-me atirou-me completamente para o tapete do Ringue da Vida, fiquei completamente K.O
Custa-me perceber como é que Deus te levou tão jovem, mas mesmo assim não vou questionar Deus, até porque o amo e tenho fé nele e acredito que se ele te levou para junto dele é porque precisa de ti no exército celeste, precisa de ti para o ajudares a tomar conta do seu grandioso exército de almas boas e puras tal como a tua, que sempre a tentas-te conservar límpida apesar dos pecados que nós humanos cometemos na nossa vida e que dá todo o gozo cometer porque experimentamos a sensação do bem e do mal, o que dá prazer e o que magoa, a felicidade e a tristeza, a dor e a sensação de sermos leves sem dor.
Atravessas-te o Atlântico, no meio de transporte mais seguro e mais perigoso do Mundo, chegas-te como um emigrante com ganas de vencer…Conseguis-te! Trabalhas-te e conquistas-te o teu espaço, realizas-te e planes-te projectos, foste uma pessoa completa em todos os sentidos. Não entendo como é que foste e não voltas-te, a viagem era igual a tantas outras e sempre da mesma forma, o mesmo trajecto as mesmas pessoas, a mesma carrinha, as mesmas conversas, tudo igual que ficou perdido a 45 minutos da tua chegada a tua casa em Espanha, fatidicamente o teu amigo adormeceu e o choque violente roubou-te a vida a ti aos que estavam contigo.
A minha irmã despediu-se de ti, tal como todos nós, a tua filha que vai nascer não te vai ver mas vai sentir a tua presença, e quando ela nascer tu vais estar lá a dar a força que ela precisa, o carinho que ela não ver mas vai sentir, o carinho e amor difíceis de compreender como tu dás mas que ela vai sentir, quando estiver com um problema e se sentir iluminada por ti que a vais guardar e dizer nos sonhos dela o quanto amas.
Sinto a tua falta, queria te ter comigo mais uma vez para te dizer tudo o que não te disse, o quanto te admirava, choro a tua morte o tu desaparecimento mas as Lágrimas Limpam a Minha Alma e Fortalecem-me. Adoro-te…


Este texto é para o Deusima Ferreira Cunha, vítima do acidente de Segóvia – Espanha a 17 de Agosto de 2009…
 
Autor
tbernardo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1902
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...