Poemas, frases e mensagens de silvania1974

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de silvania1974

“ Euconfesso que apelei!

 
“Que Eu confesso que apelei!

“Eu confesso que apelei, perdi o controle, já não aguento mais, vou falar de mim, vou chutar o balde!
Quero mudar meu jeito de ser, quero mas não consigo, não sei o que vou fazer. Sou muito ansiosa em tudo, tudo, digo até que sou exagerada, tenho consciência disto mas não me controlo, qualquer coisa me faz perder o sono.
Sinto-me de tal forma, que nem eu mesma consigo explicar.
Se gosto de alguém, gosto excessivamente, já perdi amigos por eu gostar tanto ao ponto deste amigo me achar estranha, pensar que meus sentimentos são de mulher para homem. Mas não é verdade. Qualquer coisa me conquista, deixa-me alegre demais ou até mesmo muito triste.
Parece que estou enlouquecendo, estou engordando demais, não sei se é pela ansiedade, só sei que num ano engordei dez quilos.
Sou do tipo que tem que ser agora, senão daqui a pouco já me estressa. Se quero algo, tem que dar certo, faço qualquer coisa para dar certo, mesmo que seja uma loucura, faço e, as vezes, por um instante me arrependo, mas em seguida se sinto necessidade faço tudo novamente. Acho que não tenho motivo, mas me sinto muito carente, carente em tudo, sinto que sou impulsiva, excessiva. Nada é suficiente, as vezes, até percebo que em alguma coisa chego ser viciada. Estou descontrolada em minhas atitudes, mas é que foge do meu controle.
Gente, eu já acho que nem sou normal, preciso de uma solução mas não sei qual. A única coisa que até hoje ainda não senti, é ódio, que bom pelo menos isto não sinto, pois tenho medo que possa acontecer, pois tudo meu é excessivo.
Se sinto que preciso ajudar alguém, mesmo que me comprometo e até nem consigo, mas eu tento, senão consigo fico muito estressada.
Me sinto angustiada. Este conto não é apenas um conto para tentar escrever algo, é minha realidade. Por favor, sem crítica, me ajudem, as suas palavras podem, talvez, me ajudar, sou uma pessoa amorosa até demais, mas tudo em mim é excessivo e com isto sofro muito. Mas, o que sinto é mais forte que eu, alguém de vocês já conheceu alguém assim? Vocês acham que existem tratamento para isto?
Por onde começo?
Acho que vou ficar louca.
Obrigada pela atenção de vocês!
AUTORA: Maria silvania dos santos
Silvania1974@oi.com.br
 
“ Euconfesso que apelei!

Será que me perdi de mim mesma?

 
Será que me perdi de mim mesma?
 
Será que me perdi de mim mesma?

_ Porque há momentos na vida da gente que sentimos fracaçado, em meio tanta gente, mas parece estar a distancia?
_ já notei que eu procuro, procuro aproximar-me das pessoas e não alcanso, me pareço invisivel.
Pareço andar-me contra o destino, não sei.
_ As vevez choro desesperada tentando lavar minha dor mas não é possivel, é como se com estas lagrimas eu formasse um poço o qual eu me sufoco nas minhas proprias lagrimas com um pedido de socorro, um grito de resgaste a minha alegria mas parece ninguem ouvir...
_ Sinto-me, em um momento, como se não ouvesse dia nem mesmo a noite, pois o dia a o brilho do sol, a noite o clarear da lua e o brilho das estrelas.
Mas em minha vida, sinto-me, na escuridão, tendo um marido que jé nem sei se o conheço, os filhos que sofrem , pagam o preço que não devem...
Isto me deixa triste, angustiada, me sinto em um buraco sem fundo, nas trevas da solidão, queria para minha vida uma razão, sentir meus pés no chão, em terra firme, recuperar minhas forças e sentir que ainda sou capaz...
_ As vezes procuro e não vejo, cade aquele sol que brilha para todos mas não a minha direção?
Cade as estrelas que mesmo entre nunvem alguém conseguem a ver, e eu a procuro e so consigo entre as nuvens negras me perde?
Será que me perdi de mim mesma?
Será que eu preciso me encontrar para meus sonhos realizar?
Mas onde estão minhas forças?
Sem elas não posso lutar!

Autora; Maria silvania dos santos
 
Será que me perdi de mim mesma?

FILHINHO DE PAPAI! 19/05/2011

 
FILHINHO DE PAPAI! 19/05/2011
 
Em uma família Sempre a o bonzinho o carrasco e a vítima.
Em minha família não é diferente, somos sete irmãos.
Eu sou a mais velha.
Também tenho abaixo de mim mais três homens e três mulheres, a mais nova, a rapinha do tacho como dizem os de mais idade, é a mais rebelde!
Já um dos irmãos homem, sendo o do meio é o que tudo pode, tá sempre certinho na opinião dos nossos pais, ele sim é o segundo pai, segundo chefe da família, na ausência do nosso pai quem da às ordens é ele e até minha mãe acata as ordens, assim, ele se sente o poderoso.
Mas acontece que isto crio uma revolta entre irmãos, uma situação muito complicada, pois já tem pessoas dentro da família que não suporta a ele, tomou raiva dele, já foi dito não suporta ouvir a voz dele, por outra pessoa ele já foi ameaçado de morte.
Pois ele é o tão queridinho dos pais, o tão certinho, que ate ordem que pegue minha irmã mais nova para corrigir, dando a surra que se fosse a maneira correta de corrigir deveriam ser nossos pais a dar, pois eles não são invalidos, mas meu irmão tem a autorização a dar.
Mas acontece que minha irmã já tá mocinha, hoje 19/05/2011 ela já tem dezesseis anos de idade, já não é mais uma criancinha e as ordens continuam, cada vez com mais autoridade.
Já a irmã um pouquinho abaixo de mim, eu não sei dizer se é a vitima ou o carrasco, pois na verdade eu reconheço que ela tem o dom de envolver em problemas, ela é uma pessoa muito difícil de conviver com ela, ela é muito brigona, e entende tudo ao contrario.
De certa parte a família se sente desprezada por ela, pois só nos procura na hora de muita dor, mesmo assim tem que ser do jeito dela e não as nossas condições e se não pudermos ele se irrita.
Mesmo assim, nas maioria das vezes, nós é quem temos que nos humilhar se queremos ah ajudá-la.
Até a ajuda ou até mesmo um conselho ela prefere aceitar de uma pessoa estranha do que da família.
E sendo assim ela sofre muito, só entra em problemas.
O pior que ela se envolve em problemas e envolve toda família, ela as vezes até nos coloca em perigo.
Hoje 19/05/2011 a data que escrevo este desabafo, faz 47 dias que eu e meu marido e meus três filhos tivemos que sair de Ribeirão das Neves a cidade que nós morávamos há 12 anos.
Saímos de lá por problemas dela e Por este motivo estamos passando certa dificuldade financeira, não estamos conseguindo fazer nem para o sustento alimentício.
Ela não aceita que ela tenha culpa em partes, mas na verdade acreditamos que sim, pois além dela e as crianças dela sofrerem tanto, ainda transbordo o problema para a família, pelo fato de querermos a ajudá-la.
Ela envolveu com um cara que além de usar droga ele a maltrata fisicamente, verbal mente e até ameaçando de morte com arma em mãos e na frente das crianças deles, e também nos ameaça, citando até o nome de minha filha de quatro anos.
Segundo outras pessoas ele já disse que vai consumir minha irmã, mas que antes disto, irá faze-la sofrer bastante.
E com isto achamos que o motivo dele querer nos fazer mal, seja pelo fato de ser da família dela, pois se alguém deseja fazer o próximo sofrer, nada melhor que tocar na família, além de sermos da família, uma vez minha irmã decidiu deixá-lo e denunciou ele a policia por agressão física e ameaça de morte, em seguida ela foi para minha casa. Mas o pior que ela parece não ter medo de nada ou perdeu a vontade de viver, pois um mês depois ela volto pra ele e ainda engravidou novamente pensando que se o dar um menino homem ele mudaria o jeito de ser.
Pois ele teria muita vontade de ter um menino, Ela conseguiu dar a ele um menino, mas percebemos que ela enganou, pois tudo continuou como antes, ou quem sabe até pior.
Mas o que ela não se pôs a pensar antes de engravidar novamente, é que antes destes filhos com ela, ele já tinha outros com outras mulheres e nem se preocupava.
Hoje está minha irmã com três filhos, sendo a mais velha com três anos e sete meses de idade, sendo esta uma filha de outro relacionamento de antes, e que hoje também sofre junto com a mãe, assistindo tudo que a mãe sofre.
E como se não bastasse ainda o desprezo também, ouvindo até o padrasto a dizer que a odeia, e que lá ela irá sofrer muito.
Seguindo a historia , Hoje dia 05/06/2011 minha irmã parece ter decidido tomar um rumo na vida, deixou o marido e está morando ela e as três crianças com nossos pais. Mas o triste é que ainda acreditamos que ela irá voltar para o es, pois ela já confesso que ainda gosta dele e que não vai conseguir o esquece-lo. A gente teme pelo pior, pois isto é o que acontece com muitas mulheres que não denuncia as violência dos maridos ou se denuncia retira a queixa e volta viver junto ate que eles mesmo a mata.
Mas temos que viver só nos lamentos e pedindo A DEUS por ela , pois conselho a ela não adianta, ela finge não ouvir e continua fazer tudo como antes e ainda encontrando com ele, só nos resta orar a DEUS por ela. Já o meu irmão, o filhinho de papai, continua sendo o perfeitinho, o preferido dos pais.
Tanto que já foi dito por nossos pais que em falta deles, quem tem direito na herança do pouco que nossos pais possui é este irmão, pelo fato de todos nos já saímos de casa e fomos forma nossa familia, mas isto não me assusta, se for preciso abro mão de tudo. Este meu irmão é tão perfeito que controla até no orçamento dos quais já casaram, ele soma cada gasto, cada prejuízo e tudo que pode, ou pelo menos pensa que pode.
Todos outros tem defeito, não tem cabeça, ele sim, é quem sabe tudo. Eu dizendo por minha própria pessoa, eu não tenho nenhum ressentimento por ele, apesar de não aceitar as ordem, ou fazer a vontade dele.
Mas as vezes digamos que nos temos o privilegio mais que todas as outras pessoas, pois todos tem um só pai e nós temos dois.
Agora vamos ver até quando este juiz terá sua cadeira por direito né!

Maria silvania dos santos.
 
FILHINHO DE PAPAI! 19/05/2011

Entre suspiros e delírios

 
Entre suspiros e delírios
 
Entre suspiros e delírios

Lembre-se que de baixo dos lençóis, tudo parece lógico, sem duvida tudo é erótico.
Construindo nossa arte de amor, sem pensar meu coração você conquisto.
Então venha por favor, me de mais uma noite de amor.
Vamos agir loucamente, entre suspiros e delírios, carinhos e imaginações.
Deixar queimar nossos corações com o fogo da paixão!
Autora; Maria silvania dos santos
Silvania1974@oi.com.br
 
Entre suspiros e delírios

Talvez seja a vergonha do passado

 
Talvez seja a vergonha do passado
 
_ Quando começou nossa amizade?
_ Você sabe?
Por que eu nem me lembro.
_ Ah! lembro sim!
Lembro que fizemos uma reunião meia intima com parentes e alguns amigos convidamos, e por coincidência da vida você era amigo de alguns amigos meu, e ali você apareceu.
Ficamos amigos eu e você, ou seja, você e eu.
Você estava carente e eu muito contente, mas na verdade nenhum de nós imaginava, que com o tempo tudo iria acontecer, mas em seguida nossa amizade morrer.
Não deu outra, hoje cada um de nós para um lado, corações estam magoados, um com o outro não queremos falar.
Talvez seja a vergonha do passado, que nos coloca de lado.

Maria Silvania
 
Talvez seja a vergonha do passado

Morte é missão cumprida!

 
Morte é missão cumprida!

_ Vó, com nosso coração em lágrimas tentamos entender que realmente chegou o seu dia, vê se que já cumpriu sua missão aqui na terra e teve que parti, para nós, não está sendo uma facil despedida, em nosso coração ficarás saudade, lembranças cravada em nossa memória...
Vó, sabemos que foi um chamado de DEUS e quando DEUS nos chama não da para adiar, estaremos aqui por um tempo determinado, assim que cumprir-mos nossa missão, teremos que parti e não foi diferente com você.

Iremos sentir muito sua falta, mas também sabemos que somente seu corpo que já está cansado e precisa se descansar...
Também sabemos que seu espírito permanecerá vivo entre nós, pois ninguém morre quando é permitido morar no coração de alguém, e você, você eternamente estará em nosso coração..
Todos nós temos medo da morte, isto não da pra negar né vó...
Mas está claro que morte é missão cumprida, é vida eterna, é paralisação dos pecados, libertação da alma, esperança garantida, espírito renovado ao trono de DEUS...
A morte é ruim para os que ficam sentir o sofrimento da perca, assim como nós iremos sentir sua perca.
Mas queremos que descanse em paz, pois um dia, nós também iremos termina nossa missão e sendo assim, do outro lado da vida iremos nos encontrar...

AUTORA; MARIA SILVANIA DOS SANTOS.
Silvania1974@oi.com.br
 
Morte é missão cumprida!

A chave do portão...

 
A chave do portão...
 
Ao dono desta imagem, se preferir é só dizer que retiro imediatamente, obrigada!
A chave do portão...

A chave do portão...

( R... ) Hum dia, um dia a muitos anos atraz, quando ainda eramos pequeninos, quase ainda com o cheiro do leite materno, eu com + ou - uns oito para nove anos de idade, e você com dois ou três anos talvez, não me lembro bem.
HÀ mas eu confesso que eu já sofria, me sentia solitaria, triste e sem sentido para viver.
Para mim, as cores eram pálidas, as flores dos jardins eram murchas sem vida, eram galhos secos já pedindo poda, ou novas sementes a ser semeadas.
O sol já não brilhava e nem aquecia, tanto o dia quanto a noite era frio, era escuridão, eu vivia embriagada pela solidão.
Apesar de ser criança, mas eu não tinha mais esperança.
Eu não agreditava na alegria, pensava que alegria era fantasia de quem queria ser feliz.
Mas para mim, a vida era com um buraco sem fundo, onde a tristeza não tinha como parar.
Mas um dia para minha suprema alegria, o que era escuridão virou dia, para minha quase que infinita fantasia, eu te conheci, e juro que naquele dia, algo novo, algo diferente em meu coração eu pude senti.
Eu não pude acreditar, mas em minutos você já me fez sorri, me fez sentir criança, me fez perceber a vida e encher de esperança, você me mostrou que a felicidade existe mesmo que por alguns momentos.
Naque momento, tudo para mim se transformou magico e pela primeira vez, eu pude sentir um abraço sincero, carinhoso e inocente, pude sentir o calor humano, naquele momento o sol volto a brilhar, as flores dos jardins ganharam vida, as cores firmaram seus efeito e tudo se transformou quase que perfeito.
Mas como diz o ditado, tudo que é bom dura pouco, você teve que parti e a saudade invadiu meu coração e roubo o meu sorriso.
Eu te comunico, que o jardim que você plantou em meu coração, as flores já quase não desabrocham mais, estam morrendo, precisa ser regado e só você tem a chave do portão...
Então venha, estou sentindo sua falta, venha, retira do meu peito esta solidão!..

Autora; Maria silvania dos santos
 
A chave do portão...

Eterno amor!

 
Eterno amor!
 
Eterno amor!

_ Para expressar o meu amor por você, eu não preciso escrever grande texto, até porque, mesmo que eu escrever inúmeras paginas, um caderno inteiro, talvez livros e livros, não irei conseguir expressar meus sentimentos.
Mas em poucas palavras quero que você saiba que, te amo com loucura, não sei se você será capaz de compreender, mas ainda sinto o seu cheiro, o seu suor, o seu perfume, ainda está em seu palitó que comigo ficou.
Quando ouço o teu nome, minhas pernas ficam trêmulas, parece que vou desmaiar, fico fora de controle.
A primeira carta que você me escreveu a vinte anos atraz, ainda está guardada, as letras já estão quase apagada, quase não se ver mais, a folha já se escureceu, e está quase rasgada, mas ela ainda está gurdada entre alguns bolso do teu palitó, que se encontra entre inúmeras peças de minhas roupas.
Lembra-se à quinze anos a traz, a noite em que você terminou com nosso namoro?
Lembra também que naquela noite era mês de junho e fazia muito frio?
Poise, Com muita clareza eu ainda me lembro que naquela noite você estava usando um palito branco, e eu trêmula de frio e bem longe de casa, você gentil-mente, tirou o seu palito e me deu para que me aquecesse.
Nele estava preguinado o seu perfume, o qual eu ainda consigo sentir, eu não deixo um só dia de sentir o seu cheiro.
Você também deve-se lembrar que naquela noite, eu usava um batom vermelho bem cremoso, pois sabia que você gostava.
Só não sabia que naquela noite tudo entre nós acabava, pois você diz por outra está apaixonado.
Lembra-se também que chorei muito né?,
Poise, e eu com aquele batom vermelho tentando secar minha lágrimas em seu palitó branco e ao mesmo tempo sentir o seu cheirinho, acabei marcando o seu palitó com o batom vermelho.
Mas eu o guardei, guardei o teu palitó, e o meu amor por você também, pois você foi o meu primeiro e único amor e sempre irá ser, ainda me guardo para você, pois você, é o meu primeiro e eterno amor.
Jamais irei te esquecer!

Autora; Maria silvania dos santos.
Silvania1974@oi.com.br
 
Eterno amor!

Amor fraterno, sentimento eterno!

 
Amor fraterno,  sentimento  eterno!
 
Amor fraterno, sentimento eterno!

Amor fraterno, sentimento eterno!
Se por acaso você algum dia, entre um site e outro, você encontrar alguns de meus textos, logicamente irá saber que falo é com você, é, com você mesmo!
E se você não se lembra mais de mim, certamente irá lembrar e jamais irá me esquecer.
E Sempre irá ter a certeza de que , entre os intervalos do pensamento, assim que eu me lembrar de você, irei me inspirar e algo sobre você irei escrever.
E se por acaso for sua esposa que o meu escrito entre os site ela encontrar e contigo quiser brigar, um recado peço a te para a dar, diga que o que sinto por você, não é nada do que ela possa imaginar e que no coração eu não posso mandar.
Mas que apesar de que sentimentos ninguém pode medir, pesar ou sentir o que o outro senti, para definir ou mesmo saber o grau de cada um, Garanto que o amor que sinto por te, seja o mais puro e verdadeiro que qualquer um possa imaginar.
E que em meu peito, para a a saudade não à mais lugar.
E que apesar de tantos acontecidos entre nós, tantos dez-encontros, e que seu coração comigo esteja aborrecido, o meu apenas entristecido, e sob carregado pela saudade, e que o amor que sinto por te , jamais será vencido, amor fraterno, sentimento eterno!
AUTORA: Maria silvania dos santos.
Silvania1974@oi.com.br
 
Amor fraterno,  sentimento  eterno!

Receba minha saudação!

 
Receba minha saudação!
_ Receba minha saudação, lembre-se, uma saudação, a qual seja de coração, a qual seja dita com emoçao, que seja um olá, um bom dia, uma boa tarde ou noite, um desejo do bem seja o qual for, é apenas uma semente de amizade que está sendo semeada, lembre-se também que, se ela nascer, podera crecer e multiplicar... Então vamos nos comprimentar, minhas mãos estão abertas podem as aperta!

Autora; Maria silvania dos santos
 
Receba minha saudação!

Volta para mim!

 
Volta para mim!
 
Volta para mim!

Recordando o passado, no tempo fico parada.
Fico imaginando se neste momento nós estivesse juntinho e só.
O que poderia estar acontecendo?
Já percebi que meu amor por você ainda não morreu, ele é somente seu, quando estamos perto um do outro, só atravez do olhar o meu corpo vibrar, começa a reagir, eu não posso me controlar.
Em reação de um desejo, começo a imaginar seus beijos, começo a suar, quero te abraçar e loucamente te amar.
Você não percebe, mas quando estou perto de você, olho a cada traço do seu corpo que me deixa loca.
Quero lhe aperta, acariciar, te beijar, sentir sua pele sobre a minha.
Imagino você me acariciando, me beijando, nosso amor ficando chama.
Irmos correndo para a cama com a cena de quem ama.
Fico enloquecida com você de longe de mim, não aguento mais viver assim, volta para mim. Te amo, e a cada dia este amor me consome.
Volta para mim!

Autora Maria silvania dos santos

Silvania1974@oi.com.br

[/center]
 
Volta para mim!

Jovem triste (HPV )

 
Jovem triste (HPV )

Sou uma jovem triste, apenas vinte anos, e já já não tenho vida, o meu sorriso escureceu, o meu coração ainda pulsa mas na verdade já morreu...
Vivo chorando, no passado lamentando, quem tanto dizia me amar hoje nem comigo quer falar, será que eu terei um alguem com quem eu possa contar? Um alguem que minha lagrimas ainda possa secar? Ou nelas eu terei pouco a pouco me sufocar?
Como eu queria poder voltar ao tempo passado.
Fazer alguem sorrir e pelo mundo sentir abraçada.
Se isto pudesse acontecer, ÀH se isto pudesse acontecer, se isto pudesse acontecer e o futuro eu pudesse prever, quantas coisas eu mudaria em meu destino!
Mas como valtar atraz e prever o futuro ninguem pode prever, terei eu que sofrer enquanto viver.
Se eu tivesse uma segunda chance, apenas mais uma chance de voltar atraz, iria refletir e muitas coisas que fiz pensando em curtir a vida, hoje eu faria diferente...
Fui rebelde, fiz meus pais sofrer, os seus concelhos eu mal interpretei, fugi de casa, quiz aproveita a vida, tive varios parceiros, mas não sabia que em meu coração eu mesma abriria uma profunda ferida, a qual hoje sangra, dói, me mata aos poucos e me tira a liberdade, liberdade de sorri, liberdade das das antigas amizades, se é que era amizades, me tira até mesmo a liberdade de viver, pois viver assim prefiro morrer,
Estou com o viro HPV, como se fosse pouco também estou com cancer...
Vivo chorando, estou cada vez me isolando, meus amigos estão afastando.

Não sei o que fazer, só sei que para cada ação à uma concequencia, e a minha é pagar pelo que fiz, é colher o fruto que plantei, só me resta arrepender e pedir perdão a DEUS pelo que fiz...

Maria silvania dos santos
 
Jovem triste (HPV )

JESUS ESTÀ A TE SEGURA!

 
JESUS ESTÀ A TE SEGURA!
 
JESUS ESTÀ A TE SEGURA!

Sei que você esta ai, tem medo e quer fugir, mas não adianta porque não irá conseguir. Seu caminho só você pode seguir.
Nele tem espinhos e está a te ferir, tem pedras e nelas você está a tropeçar, se você cair, levante e vá, siga!
JESUS está a te segurar, a ele suas dores você pode entregar, uma mensagem em seus ouvidos ele irá soprar, com certeza ele não irá te desamparar.
Sua cruz só você pode carregar, ninguém poderá te ajudar, Se você tem um preço a pagar, terá que pagar!
Não dezespere, não dispense sua cruz, ela te conduz, sua estrada é longa e de sua cruz você ira precisar, ao longo de seus caminhos, longas pontes você irá encontrar, as quais só com sua cruz você ira atravessar.
Hoje você está ai, perdido, desiludido, coração ferido, não sabe o caminho a seguir, Sei que você tem algo a pedir, mas não sabe como dizer o que está a sentir, pois tem medo que possam pedras te jogar, mas não se preocupe, JESUS está ate guiar e de te, ele irar sempre cuidar.
Abaixo de JESUS, você tem um ombro amigo, o qual você pode se apoiar, venha!
Estou de braços aberto a te esperar, venha!
Antis de parti, meu abraço quero lhe dar, minha missão está a me chamar,
Eu também tenho uma historia, a qual não acaba aqui, meu caminho vou ter que seguir, e comigo você não poderá ir.
Já é tarde, já é hora.
Vou ter que parti, terei que te deixar aqui, quero me despedir.
Eu também tenho minha cruz, terei que carregá-la, e meu caminho, com minha cruz vou seguir, ele é estreito é apertado nele tem espinhos, tem perdas, e estão calejando meus pés, a muitas encruzilhadas, as quais cada uma indica para um lado, e se numa destas encruzilhadas, cada um de nós formos para um lado e nós não mais nos vermos, pode ser que saudade de te eu irei ter, e se isto acontecer, de algum lugar irei ligar pra você, e se for outra pessoa que atender irei pedir pra falar com você, e com palavras de esperança sempre irei te dizer, você é (o) filho(a) de DEUS, levante a cabeça, lute, tenha fé, JESUS está conosco, ele é nosso guia, você irá vencer!
E terá uma historia de gloria e muita alegria!

Acredite!

Silvania1974@oi.com.br
 
JESUS ESTÀ A TE SEGURA!

ONTEM CHOREI, HOJE TAMBEM, AMANHÂ TALVRZ A FALTA DE ALGUEM!

 
ONTEM CHOREI, HOJE TAMBEM, AMANHÂ TALVRZ A FALTA DE ALGUEM!
 
ONTEM CHOREI, HOJE TAMBÉM, AMANHÃ
TALVEZ A FALTA DE ALGUÉM!



Ontem chorei, hoje também, amanha talvez a falta de alguém.

Este alguém talvez seja você que não queira me vê.

Mas o que posso fazer? Lutar por você? Perde-te sei que não
convem, A amizade é tudo que temos. Pois ás vezes me perco na solidão, queria
aperta suas mãos, dizer o que sinto no coração, tantos anos te esperei, muita
amizade pra te guardei.

Da amizade vencemos as tempestades da vida.

Ás vezes parecemos perdidos, mas por força temos os queridos
amigos.

Por força da amizade damos nosso respeito, e tudo se
transforma quase perfeito.

SE errarmos ou sentimos magoado, aprendemos da o perdão,
pois a amizade e o perdão nascem do coração.

Amizade de verdade, não tem idade, de todos é uma
prioridade, e tem total qualidade.

Vivemos na saudade, e não causamos maldade, quando amigos de
verdade.

Amizade nos ampara nas necessidades, garantimos amigos de
verdade, esta é a realidade.

Pois DEUS deu esta capacidade, vamos seguir na lealdade.

Amizade não se pede, se conquista, se perdeu porque também
não conquisto.

Amizade demonstra valor, principalmente na hora da dor.

Conquiste também o seu, mostre que também deseja ser e ter
um amigo!

Prove seu amor, mostre que você também tem um grande valor!

AUTORA: Maria silvania dos santos
silvania1974@oi.com.br
 
ONTEM CHOREI, HOJE TAMBEM, AMANHÂ TALVRZ A FALTA DE ALGUEM!

_ Ordens do pai soberano!

 
_ Ordens do pai soberano!
 
Á momentos em nossa vida, que por alguma colaboração do destino ou não, falta de informação ou não, tomamos escorregões na vida que nos leva ao pó do chão, fere nossos corações, mas nos servem de lição.
E não resta outra opção a não sermos segurarmos nas mãos ensangüentada de Jesus, que por nós foi morto lá cruz, e pedir que ele nos conduza.
E com a nossa fé, firme como uma rocha tentarmos sermos mais forte.
Erguer nossa cabeça em Deus, e nos levantarmos, seguir em frente, tentarmos sermos valente.
E contando com a ajuda de outras pessoas, e com a cabeça erguida, procurarmos outros meios de vida, e com a fé no soberano Deus a nossa luta será vencida!
E por obra do destino ou não, não sei qual foi à razão, mas talvez por uma decepção, por um bandido com seu coração ferido, e não sendo o nosso amigo, perdemos a razão de viver, a profissão de nos matar ele quis exercer.
E nós pelo medo e a vontade de viver, até de Deus viemos a esquecer, agimos errados, e sem pedirmos a orientação do nosso pai soberano, agimos como o mesmo ser humano, demos ao destino um pequeno empurram e perdemos tudo que tínhamos em mãos.
Perdemos ate mesmo nossa moradia, o que era além da vida o tudo que tínhamos naquele dia. Fizemos com certeza o que não devíamos ter feito, agimos talvez pelo medo, pela falta de fé, e fomos embora, fomos morar de aluguel em outra cidade, fugimos da nossa real realidade.
Entramos em dividas, por muitos fomos cobrados, sem medir esforços por muitos pressionado, humilhado, até quando um dia, pensamos ter sido vitima de um trote, mas à quem me dera!
Antes que fosse acabamos voltando para Ribeirão das Neves, e hoje estamos aqui, a historia de antes estamos a seguir, estamos desiludidos, perdido com a precisão de partir novamente, estamos ameaçado de morte, e para não fazer o erro mais forte, e nem perde a vida para a morte, vamos tentar a vida em outro lugar.
Sabemos que a nossa vitória vamos ganhar, pois temos a certeza de que a vontade de Deus é firme como uma rocha, e nela precisamos apoiar e sermos forte.
E sendo assim venceremos até a morte se a hora do soberano não é agora!
Na vontade de Deus, estamos arrochados, e sei que com certeza, por ele seremos lembrados ao em vez de sermos abandonado.
Hoje, não sabemos se estamos vencendo ou não, mas temos a certeza de que a um grande Deus em nossa direção, o qual por tudo que estamos passando, fará apenas um aprendizado, e nossa historia, com vitória no fim será contada!
Também percebemos que tudo isto serve para que abrimos os olhos, para que vimos a vida do outro lado, e a entregamos a Deus.
Antes nos vivíamos lutando, mas em Deus, talvez nem o pensávamos, apenas pensando em nosso poder humano.
Mas hoje sim, temos outra maneira de ver, primeiramente é o poder de Deus em nossa vida quem vai exercer!
Hoje, temos outra maneira de pensar e até de agir, entregamos nossa vida a Deus, deixamos que ele abra nosso caminho a seguir, e assim sabemos que nossa luta será vencida, e nunca perdida.
E no fim, sabemos que no jardim da vida iremos chegar, uma flor com cheira da Vitória vamos ganhar, e lá iremos ver quantas flores no jardim a nos acenar.
Pois neste jardim, não a só espinhos, a muitas flores com seu perfume a exalar!
Hoje, com nossa fé arrochada no senhor Jesus, o qual por mim, por você, por nós, morreu na cruz, estamos fazendo novos planos para o futuro, pois sabemos que DEUS irá nos ajudar a levantar, e a alguém futura mente poderemos nos ajudar sem olhar para traz o que viemos a passar.
Eu Sei, eu creio que o que estamos passando é apenas um aprendizado, é uma escola para os maus informados, é uma escada para os caídos levantar, e no fim, não ficaremos lesados.
Sei que um dia iremos olha para traz, para dar glória pela graça alcançada, e não tentarmos subir pela mesma escada ou se tentarmos, que seja em degrau por degrau.

E Não vamos agirmos pelo poder humano, e sim pelas ordens do pai soberano!
Pois é ele quem está nos guiando.

Silvania1974@oi.com.br
 
_ Ordens do pai soberano!

Já estive inspirada

 
_ Já estive inspirada

_ Já estive inspirada, hoje estou quase parada, não consigo mais escrever só sei pensar em você, se um dia eu te esquecer sei que vou poder escrever, irei colocar no papel a dor que você no meu peito faz doer...
Autora; Maria silvania dos santos[/center
 
 Já estive inspirada

Dizem que a felicidade anda por ai!

 
Dizem que a vida é curta, mas não é verdade.
A vida é longa, para quem consegue e sabem viver pequenas felicidades.
E esta tal de felicidade anda por ai, disfarçada como uma uma pequena e inocente criança que não á no coração♥ a menor má intenção de machucar alguém.
Mas que pena que não encher gamos as maravilhas que a vida nos oferece para encontrarmos a felicidade.
Infelizmente, às vezes não percebemos e passamos partes de nossa existência lembrando e lamentando coisas dolorosas.
Esquecemos que a vida é emocionante, que a vida é felicidade, que
a vida é benção, pois só de estarmos aqui é uma benção, mas que não fazemos menor questão de percebe-la e valoriza-la, e muitas vezes ate nos defasemos desta benção. Enquanto nos devemos aproveitar com amor a cada tempo a cada momento, pois a vida é uma passagem e o pai um dia nós chamará.
Devemos viver a vida, sentir a vida, porque a vida é uma benção e a vida é agora...
Não devemos ter medo do futuro, devemos apenas lutar e esforçar ao Máximo, para dar e receber o melhor, e para que o futuro seja para todos como desejamos.
Mas também não devemos ter medo da morte, pois a morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nos enquanto vivemos.

AUTORA; MARIA SILVANIA DOS SANTOS

silvania1974@oi.com.br
 
Dizem que a felicidade anda por ai!

Movido pela força do vento!

 
Movido pela força do vento!
 
Movido pela força do vento!

_ Às vezes me sinto mergulhada em uma grande solidão, de tudo
parece que perco a razão.
Meu dia transforma em imensa escuridão, o sol parece não
mais brilhar, o mundo parece parar. Fico sempre a Desejar uma nova paixão, mas
tenho medo de me confundir por força da solidão, transformando em apenas mais
uma ilusão que possa ferir meu coração.
Talvez meu medo seja pelas cicatrizes causadas pelas
decepções passada.
Pois vivi momentos que não me sentia muito querida, no mundo
me sentia perdida,
Não sei se é coisa da vida, mas lagrimas derramei as
escondida, pois talvez não fosse compreendida e ainda seria ofendida.
Às vezes penso pelo mundo ser esquecida, de amigos,
despercebida, na vida me sinto inútil, entristecida, apenas um corpo sem vida,
movido pela força do vento.
Silvania1974@oi.com.br
 
Movido pela força do vento!

Fogo da paixão!

 
Fogo da paixão!
 
Fogo da paixão!

Deixa-me apreciar cada parte do teu copo...
Cada traço de seu corpo, me deixa loca, na sensação de quem quer amar.
Nas curvas de seus braços quero me perde, em seu calor quero me aquecer.
Quando estou junto a você, transpiro-me o ar do prazer.
No impulso de uma adrenalina, venho a me perde, começo a gemer, gemidos sufocante e completamente agonizante.
Te quero amigo amante, praticar um amor delirante, é maravilhoso quando chegarmos juntos na fonte do prazer.
Nos encaixe da emoção, perdemos a total razão, queremos incendiar no fogo da paixão!
Autora; Maria silvania dos santos
Silvania1974@oi.com.br
 
Fogo da paixão!

Isto aconteceu comigo!

 
Isto aconteceu comigo!
 
Isto aconteceu comigo!

_ Já notei que muitas das vezes, por um motivo do nada , talvez um pouco de preconceito por nossa parte quem sabe, agente pensa não simpatizar por alguem.
Mas lá no fundo é quem no futuro irá nos conquistar, e suas mãos nos estender, e quem sabe seja até a nossa cara metade.
As vezes é preciso uma certa distancia prolongada , um fato forte, um acontecimento desagradável ou não, para que notamos sua existência e percebermos seu valor.
Muitas vezes é até o nosso vizinho de porta, que não damos a mínima, nem olhamos para ele. As vezes nunca desejamos um bom dia por pensar que não simpatizamos, e por isto não damos uma só oportunidade e também não conhecemos suas qualidades.
As vezes também, não sabemos que esta pessoa com seu jeito simples de ser, pelo fato de ser muito tímido, mesmo de longe, somente em nos ver, já pensa em nós de um jeito especial.
E que também irá nos ensina a descobrir aquilo que não somos capazes de descobrir sozinhos.
Só é preciso esperar que o destino nos uni.
Poise, isto aconteceu comigo, quando eu tinha dezesseis anos de idade, fomos morar eu, minha mãe e meu pai, em casa que alugamos, e no mesmo quintal havia mais três vizinho alem de nós, um era, uma senhora bem idosa já aposentada e seu filho já rapaz que era um pouco manco, por uma pequena deficiência que ele tinha, os outros agente quase nem via.
Minha mãe era muito comunicativa, todos para ela era boa gente, e eu, eu era muito fechada, não fazia questão de fazer amigos, não gostava de sair para me- diverti, principalmente se dependesse de lotação, para mim era o fim. Eu sempre dizia, ai eu não tenho saco para aguentar lotação cheia, com aqueles pés rapado todo suado me aperta daqui, me aperta dali, pisando nos meus pés, estragando minhas unhas quando eu chegar onde tenho que chegar, já estou fedorenta assim como eles, à prefiro ficar em casa. Hoje eu digo até que eu era um pouco preconceituosa.
Falou em idosos?
À eu queria distancia!
Na minha cabeça, para que eu tão jovem, tão linda ia ficar perto de velhos gagas?
Mas eu esqueci de varias coisas importantes, esqueci que aqueles velhos gagas como eu dizia, também foram no-vinhos como eu, e quem sabe bem mais feliz.
Pois na verdade eu não me sentia feliz, felicidade para mim não existia, existia quem sabia fingir a felicidade.
Minha mãe, uma mulher trabalhadora, muito caridosa, também muito simples e que tinha que dar duro junto com meu pai, para termos uma vida digna, sempre me falava;
_ Filha, procura fazer amizade pelo menos com os nossos vizinho, seja humilde, nossos vizinhos são nossa familia.
_ Mas isto era motivo para mim gargalha de minha mãe.
Dizia eu;
_ Pra-que mãe?
Estou muito bem assim!
_ Dizia minha mãe;
_ Filha eu e seu pai temos que sair cedo para o trabalho e nem sabemos se voltamos, agente sai de casa mas não sabe se volta, e você fica só, se um dia você precisar? Com quem você poderá contar?
_ Eu toda orgulhosa dizia, nada, eu não vou precisar, eu me viro.
_ Minha mãe;
_ Tudo bem filha, com o tempo a vida irá te ensinar, espero que não seja de uma maneira cruel.
Mas isto não durou muito tempo, meus pais tendo que tomar lotação todos os dias para o trabalho, Um dia mais cedo que eu pensava meu orgulho foi quebrado.
Um dia já passava do horário que meus pais chegava, eu já me preocupava pois não era o costume, eu comecei a ficar, entrando e saindo, até quando o vizinho manco, como eu o chamava vindo do portão para minha direção e diz;
_Me per-doe pela noticia que tenho que lhe dar, mas seus pais faleceram, Eu ainda sorri da cara dele e disse, que brincadeira é esta o manco? Se quer me conquistar não tem um outro papo não?
Ele diz;
_ Preferia que fosse uma brincadeira, mas infelizmente seus pais sofreram um acidente de ônibus e faleceram no local.
Vamos para reconhecer o corpo, é, até que enfim minha ficha começou a cair, chegando ali vendo meus pais naquela situação, confeço que eu não sabia o que fazer, e o desespero para completar me invadiu.
Quem me valeu neste momento foi o vizinho manco, foi ele quem arco com todas as dispensas, e quando voltamos do enterro ele ainda me diz;
_ Se precisar, não se preocupe me procura ok.
Mas Eu, nem muito obrigada, em meu pensamento, procurar pra que? Mais uma vez eu pensei, eu não vou precisar.
Mas precisei muito rápido, eu não trabalhava, não sabia fazer nada, tinha que pagar o aluguel, eu não tinha dinheiro, os alimentos foram acabando, e o vizinho sempre vinha pergunta, se eu precisava de alguma coisa, eu tentei rejeitar, mas também não foi por muito tempo , até que um dia o aluguel já atrasado por três meses o dono veio pedia a casa, pois já sabia que eu não poderia pagar, me deu uma semana para que eu arrumasse um lugar.
O desespero outra vez tomou conta de mim, Pensei eu, é, o jeito é procurar o manco e a velha gaga, eu os procurei para pedir ajuda, mas para minha surpresa eles já me esperava também, pois quando eu comecei a desabafar e pedi para ali eu ficar, ele diz;
_ pode ficar o tempo que precisar, o seu quarto, já está arrumado.
Com o tempo, com a velha que eu pensava gaga, aprendi muitas coisas, aprendi gostar e ver o outro lado da vida, o manco, conquistou meu coração e me mostrou até quem eu era e eu mesma não sabia.
No máximo dois anos eu descobri que eu pelo manco, estava apaixonada, apaixonada não, amando loucamente.
Aos pouco mudei minha maneira de ser e pensar, descobri que a felicidade existe, que em certos momentos de nossa vida só depende de nós para sermos felizes.
A cada dia meu amor pelo manco, foi aumentando, e ele nada me dizia, até que eu mesma não aguentei esperar, e eu o confessei que o amava, foi o momento que, ele também se declaro, e diz, que isto ele deixo parti de mim, pois ele queria ter certeza de que me conquisto.
Hoje, somos casados e vivemos felizes, só me falta a mãe que perdi e nem posso agradecer pelo que ela me aconselhou, queria tanto ter mudado de uma maneira mais simples!

Autora; Maria silvania dos santos.
Silvania1974@oi.com.br[/center][/center]
 
Isto aconteceu comigo!