Poemas : 

o fim a final

 
.
um mar de mal salgado nos inundou
secou-nos o sangue vermelho molhado
a cor do som do sol

um conto de ponto num canto nos encantou
não trocou o mel pelo fel que trazemos ao pescoço preso
num anel

o cordel de corda borda os nossos ossos
agora destroços
outrora esboços
de corpos fortes e fartos gastos
de desgostos
descurados pela cura
descuidados por cuidado
num fim afinal


o prólogo do princípio
só valeu pelo que varreu
de um feitio, feito, desfeito
culminando no cúmulo
de um epílogo de um túmulo


Saudosa doentia saudade







e sou do sítio das borboletas monarcas azuis

You close my eyes and soothe my ears
You heal my wounds and dry my tears
On the inside of this marble house I grow
And the seeds I sow will grow up prisoners too
 
Autor
AliceMaya
Autor
 
Texto
Data
Leituras
137
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
4
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 31/03/2024 23:56  Atualizado: 31/03/2024 23:58
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1901
 Re: o fim a final
.
.
.
...muitas vezes somos os principais construtores da própria casa de mármore cedo demais; se cresce, amadurece-se e de súbito nos vemos à mercê do entendimento de que o tempo urgiu e nos enclausurou no tempo do tempo sem a gente sentir que;
"as sementes semeadas também crescerão como prisioneiras"

daí;
entendo eu que;

"o prólogo do princípio
só valeu pelo que varreu
de um feitio desfeito
culminando no cúmulo
de um epílogo de um túmulo"


(Te ler é um desafio encantador.)
Meu abraço caRIOca!


Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 02/04/2024 12:14  Atualizado: 02/04/2024 12:14
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1898
 Re: o fim a final
Olá; AliceMaya

No fim, afinal encontramos o recomeço
É na despedida que surge a esperança
Um novo horizonte um novo endereço
No ciclo da vida uma eterna dança!

No fim, a finalidade se revela como uma narrativa de introspeção que nos leva até às profundezas de nós mesmos. No fim, as emoções se entrelaçam, haverão suspiros de interrogação, ao mesmo tempo será uma libertação rumo ao desconhecido onde o tumular fica presente, e quiçá, novos mundos a descobrir!


Cordiais saudações

Enviado por Tópico
Aline Lima
Publicado: 02/04/2024 17:00  Atualizado: 02/04/2024 17:00
Usuário desde: 02/04/2012
Localidade: Brasília- Brasil
Mensagens: 591
 Re: o fim a final para AliceMaya
Querida, Alice.
Fiquei encantada com seu poema "O Fim a Final". A leitura me envolveu completamente e me fez mergulhar em um mar de reflexões.
As palavras escolhidas com tanta maestria, as metáforas e imagens vívidas criaram uma atmosfera única, criaram uma atmosfera única que me prendeu do início ao fim.
A forma como você abordou temas como a perda, a saudade e o fim da vida me tocou profundamente. A delicadeza com que você tratou de assuntos tão sensíveis me fez pensar sobre a fragilidade da vida e a importância de valorizar cada momento.
"O Fim a Final" é um poema que me fez sentir, pensar e questionar.
Parabéns, Alice!
Beijinhos,
Aline.