http://spumis.pt/
Luís de Camões : Amor é fogo que arde sem se ver
em 30/05/2008 20:01:16 (93978 leituras)
Luís de Camões

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ophis
Publicado: 16/06/2009 18:52  Atualizado: 16/06/2009 18:52
Muito Participativo
Usuário desde: 14/06/2009
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 70
 Re: Amor é fogo que arde sem se ver
Normalmente um poema de amor tem que ser bastante bom para me agradar, ou então soa-me apenas como um monte de disparates piegas. Ninguém melhor para versejar sobre este como o nosso grande mestre Camões que trata qualquer tema com verdade e ao mesmo tempo com uma beleza, não só de palavras mas também de ritmo e métrica, que é praticamente inigualável.
Grande poema, grande obra!

Links patrocinados

Visite também...

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...