https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

a lágrima que não marca presença

 
O meu silêncio engravida a esperança
gerada num lamento não correspondido
chama por mim o vazio das almas
penetradas com a devastação do sentimento
a carne grita e o sexo arde
dominado pelo medo que não me ouve

nem todas os textos fazem sentido
há palavras que festejam a sua ausência
fingem perfeitamente o choro sem chorar
e juntam-se à fonte dos murmúrios da poesia
para culparem a lágrima que não marca presença


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
614
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 04/10/2009 22:42  Atualizado: 04/10/2009 22:42
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: a lágrima que não marca presença
Jorge,

As palavras nem sempre correspondem às nossas ânsias. Poema intimista dos mais belos.

Parabéns!

Núria

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 04/10/2009 23:15  Atualizado: 04/10/2009 23:15
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: a lágrima que não marca presença
As lágrimas as vezes não marcam presença, mas se apresentam como seu poema.