Poemas -> Para Visitantes : 

Poesia não se faz com luvas de pelica

 
Eu ando descalça entre os cacos de vidro
Que não cortam mais que a hipocrisia da humanidade
Eu me afogo em copos de cachaça
E vomito os valores num dia de sanidade.

Eu cansei dos poemas emoldurados
“Lindos”, como diplomas pregados na parede
Eu canto com os analfabetos
Eu estou com o Sertão na fome e na sede.

Que se coloque um vestido vermelho na “virgem” Maria
Que se conte a verdadeira história
E quem há de defender a “santa” inquisição?
O que se apagou da memória?
O câncer do mundo sempre foi a religião.
Guerras santas, guerras antas, antas santas...
Quantas?

Eu escrevo sobre o que acredito
Não sobre o que convém
Eu não posso tirar as luvas de pelica
Sem ferir ninguém.

Eu cansei dos poemas de amor
Eu cansei dos sorrisos sem dentes
Eu cansei das novelas de finais felizes
De ignorar as feridas latentes.

Que se tire o esparadrapo do machucado abafado
E que se jogue álcool no pus
O choro há de lavar as faces
Desse meu povo pregado na cruz.

Vou levar minha poesia para a rua
E dormir com ela na calçada
Brigar por um pedaço de pão
Correr dos tiros na madrugada.

Eu vejo os passarinhos presos nas gaiolas
Os homens presos na alienação
A juventude presa nas escolas
Fantoches da programação.

Hei de dar a minha cara a tapa
Aprender malabarismo
Andar sobre as marquises
Sentir a gula do capitalismo
A fome do comunismo.

Há de se gritar até estourar os tímpanos do Brasil
Farrapos, esfarrapados, esfomeados
Retirantes, sem terra, sem renda
Exilados e torturados.

Há de se berrar até estourar os tímpanos do mundo
É o coro dos miseráveis
Africanos, afegãos, brasileiros...
É para quebrar os sorrisos amáveis.

Que se gritem as verdades
As injustiças, as falsidades...

Programas assistencialistas, super-populão, poluição...
Democracia obrigatória – votação
Sinta a minha ferida que queima no peito
Nenhuma palavra há de conseguir transmitir minha aflição.
Que Carlos Prestes e Pagú perdoem...
Essa minha geração.

 
Autor
Punkita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2829
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
54 pontos
46
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/10/2009 19:43  Atualizado: 19/10/2009 19:43
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Poema de quem sabe muito da dor do outro e de todo um país. Poesia de gente grande nas mãos de uma menina.
Você é excelente!
Um beijo


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 19/10/2009 19:54  Atualizado: 19/10/2009 19:54
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10486
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Estou sem palavras, grande menina, escrevendo
poema interventivo de grande força, como uma explosão.

Parabéns, pelo seu saber e pelo seu grito,
que haja muita gente que o leia e reflita nas suas palavras, por um Mundo melhor, mais justo.

abraço
rosa


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/10/2009 19:58  Atualizado: 19/10/2009 19:58
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
um longo fôlego, bravo parabéns

salvé

mario


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 19/10/2009 20:02  Atualizado: 19/10/2009 20:08
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3597
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
por mim estás mais que perdoada, pega lá as minhas luvas de boxe, velhinhas, cansadas é certo, mas ainda devem dar uns bons murros nos ouvidos dos "master do universo".

...é por ti que me orgulho da vossa geração.

"data venia"
(com a devida vénia)

beijo


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 19/10/2009 20:12  Atualizado: 19/10/2009 20:12
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Daqui ouvi o teu grito.
E é bem verdade que a hipocrisia anda a minar o nosso mundo, e que têm a sua pontaria fixada precisamente, na religião, dinheiro e sexo.
Com tudo isso, quem mais sofre, são os indefesos, que é a maioria da população mundial.
Um poema irreverente que já é tua imagem de marca.

Um abraço0!
Abílio


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/10/2009 20:24  Atualizado: 19/10/2009 20:24
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 10301
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Sabes Punkita?
São os jovens como tu, que não se acomodam,
que não se rendem ao politicamente correcto mas... antes, enfrentam os bois pelos cornos, e olham-nos com desdém.
são jovens como tu que nos dão a garantia de não ficarmos amarrados ao mundo da superficialidade.
~`As vezes sinto-me culpada de nada poder fazer (ou fazer muito pouco...) para que a realidade que tu denuncias não seja tão brutal. E isso deprime-me, sim...!
Pungente e tocante poema.
Parabéns Menina GRANDE!
Beijo
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/10/2009 20:32  Atualizado: 19/10/2009 20:32
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
depois de ler-te, que me resta senão chorar o tempo perdido na contenção do gesto.
depois de ver gente na Av. Rio Branco com todos os seus haveres numa sacola, pai, mãe, filhos gerados e nascidos em vão de hall das sedees dos bancos, anos e anos sem nada, perdendo a luz dos olhos, escorraçados por seguranças/cães de fila, o outro lado mais lustroso de uma mesma miséria.
depois de ver Rossinhas e outras favelas que crescem ao quilómetro quadrado nas barbas da ostentação. depois de conhecer sertanejos deambulando na beira das praias do Nordeste, com as marcas da catinga e da raiva.
depois de ler-te, que poderá dizer gente da minha geração que teve também o protesto na boca e na mão e deixou a raiva em casa do pai.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/10/2009 21:31  Atualizado: 19/10/2009 21:31
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
A poesia faz-se desde que autêntica e a que aqui li senti-a autêntica dum dizer que reconheço nem muitos têm coragem! A tua chamada de atenção é oportuna, bem vinda e brilhante!
Um beijo PunKita


Enviado por Tópico
avomilu1
Publicado: 19/10/2009 22:31  Atualizado: 19/10/2009 22:31
Muito Participativo
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: lisboa
Mensagens: 60
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Amiga
Gostei muito, são jovens como tu que mudam o mundo.
Beijo milu


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 19/10/2009 22:50  Atualizado: 19/10/2009 22:50
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4529
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Gritante poema o seu Punkita.
Sentido e sofrido.
A realidade de um mundo onde outras meninas-coragem deviam lançar seu grito de revolta.

Parabens.
Bj
Antonieta


Enviado por Tópico
Frederico Rego Jr
Publicado: 19/10/2009 23:44  Atualizado: 19/10/2009 23:44
Membro de honra
Usuário desde: 15/01/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 330
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Gostei da rebeldia ! O que seria do nosso mundinho sem os rebeldes..


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 20/10/2009 21:14  Atualizado: 20/10/2009 21:14
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7238
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
parabéns ser pensante e livre. não aceites menos que nota máxima na disciplina de português.

beijo,
alex


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 20/10/2009 21:26  Atualizado: 20/10/2009 21:26
Membro de honra
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8104
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Estou felicíssima por ler e ver que tens aqui inúmeros admiradores. Parabéns. Beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2009 18:19  Atualizado: 21/10/2009 18:21
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Minha cara, luva de pelica não combina contigo e, faço coro ao seu pedido de perdão, Carlos Prestes, Pagu, os mortos todos pela ditadura, os torturados todos e desaparecidos por meio das mãos do "trairas" do DOI/CODI, perdoem essa geração que hoje assiste confortavelmente sentados no sofa da sala, o nosso "amado metalurgico" travestido de presidente amarrar os cordéis junto com o "ARRGGHHHH" grupo dos caras mais F..., Mais S... que ja pintou na politica nacional que é o pmdb.

Me perdõe o desabafo, é que é "nojento" demais o que se vê em termos de conchavo para se perpetuar no poder.

Abraços


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2009 18:31  Atualizado: 21/10/2009 18:31
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Passado o momento "desabafo", deixe-me dizer que gosto muito da sua forma de expressar-se, leio tua coisas, fecho os olhos e... que bom que a coragem, um traço hoje tão pouco visto em nossa gente (creio que muitos corajosos ha de ter por ai)pulsa latente em voce, como é necessario isso, como é necessario o seu grito. lembrando Che, "hay que endurecer", é bom ver que voce tem dureza, porem com uma visão do seu mundo muito presente. Continue endurecendo minha cara.

Abraços


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/10/2009 20:16  Atualizado: 22/10/2009 20:16
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Poesia se faz.
E você faz muito bem!
Abraço ( É Punk...)
Edilson


Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 22/10/2009 20:25  Atualizado: 22/10/2009 20:25
Membro de honra
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 896
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
«POESIA DE GENTE GRANDE, NAS MÃOS DE UMA MENINA»
Diz, Sandra Fonseca.
E diz mais; Diz que vc é EXCELENTE!
E agora!? o que me resta, senão mandar-lhe um beijo?


Enviado por Tópico
jessébarbosadeolivei
Publicado: 02/11/2009 14:21  Atualizado: 02/11/2009 14:21
Da casa!
Usuário desde: 14/09/2008
Localidade: SALVADOR, Bahia ---- BRASIL
Mensagens: 368
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
grande manifesto poético. a poesia precisa deste oxigênio.


Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 04/11/2009 12:43  Atualizado: 04/11/2009 12:43
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica p/Punkita
um tapa na cara bem dado da poesiazinha alienada de sarau e de salão.poesiazinha burguesa de fim de semana. beleza. um poema não se faz só com flores. um poema faz-se também com fúria. e, se for preciso, bala.






Enviado por Tópico
Xavier_Zarco
Publicado: 10/12/2009 21:02  Atualizado: 10/12/2009 21:02
Membro de honra
Usuário desde: 17/07/2008
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Poesia não se faz com luvas de pelica
Cara Punkita,
Esta é a força da poesia-vida, aquela que desce as avenidas de punho erguido; aquela que enfrenta a injustiça; aquela que tem a capacidade de ser sonho e mudança porque diz.
Um beijo
Xavier Zarco