https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Helena sem nome

 
Por seres tão forte e corajosa,
Trazes no colo a amargura
De quem te quer mal. (Loucos!).
Esquecem que és quem nada teme,
Aquela que lhes ergueu monumentos
Com sonhos de bravura e dedicação.
A vida madrasta derruba-te,
Apenas para te voltar a erguer
Com muito, muito mais força!
Disfarças a guerreira
Debaixo de uma pele de mulher,
Como quem esconde do mundo
A sua enorme força de viver.
Não deixes nunca de ser quem és.
O teu ser em flor deu fruto
E é por ele que deves viver,
Para que nunca seque a seiva
Que te alimenta os sentidos.
Não importa o ódio dos outros.
Serás sempre a menina mulher,
De alma corajosa e intocável.
Isso, eles não podem mudar!
Porque a cobardia não tem nome,
Mas tem muitos rostos (os deles!).
Porque a frontalidade não tem medos,
Mas tem muitas vitórias (as tuas!).
Porque a amizade não tem fronteiras,
Mas tem muita cumplicidade (a nossa!).


Fui à floresta porque queria viver profundamente,sugar o tutano da vida e aniquilar tudo que não fosse vida.E não,ao morrer,descobrir que não vivi. (Dead Poet Society)

 
Autor
Paula Correia
 
Texto
Data
Leituras
3367
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 06/07/2007 21:18  Atualizado: 06/07/2007 21:18
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Helena sem nome
Triste, revoltado mas com muita esperança embutida em bons sentimentos.

Uma escrita forte!

Beijos

Enviado por Tópico
Hisalena
Publicado: 23/01/2008 22:23  Atualizado: 23/01/2008 22:23
Colaborador
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Leiria
Mensagens: 758
 Re: Helena sem nome
Gostei do seu poema (não porque até tem o meu nome real :)), mas porque tem muita força e sentimento.
Parabens,espero que continue com essa força e essa intensidade.
Hisalena