Poemas -> Para Visitantes : 

O Retrato de Uma Juventude

 
Eu grito e arrebento a noite
Mas os ouvidos estão tapados
Me ajoelho sob o pranto das nuvens
Fazendo sangrar meus joelhos estourados.

Eu sinto a vertigem do caos do mundo
Eu sinto a hipocrisia da igreja
Pudor com gosto de vômito
Na mão de quem apedreja.

Eu vejo os soldados fardados
Vagando perdidos entre noites frias
Meninos sedados
Afogados em mentiras sombrias.

Eu vejo a juventude em vitrines
Um jeans rasgado por estética
Morfina na veia do cérebro
O ideal punk perder a ética.

Os sonhos foram comercializados
Oprimidos ao universo do 'comprar'
A TV-ditadura impõe a moda
Biscoito de isopor, tênis da all star...

Eu me ajoelho sob o pranto das nuvens
Até sangrar meus joelhos estourados
Eu arrebento a noite no grito
Mas não acordo os alienados.

 
Autor
Punkita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2060
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
20
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
vanriz
Publicado: 09/01/2010 18:13  Atualizado: 09/01/2010 18:13
Da casa!
Usuário desde: 19/10/2009
Localidade: São Paulo - SP
Mensagens: 437
 Re: O Retrato de Uma Juventude
Punkita,
Não só juventude esta perdida, o mundo esta perdido...por isso a dor ja é comum, gritos calados por nada poder fazer!

Apreciei muito o teu poema!
Abraço!
Van


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 09/01/2010 18:17  Atualizado: 09/01/2010 18:17
Membro de honra
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 1910
 Re: O Retrato de Uma Juventude
Gostei do seu "grito" de protesto com o que ocorre no mundo, onde se valoriza demais o "ter" e pouco valor se dá ao "ser".

Parabens pelo poema!

abraços


Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 09/01/2010 18:44  Atualizado: 09/01/2010 18:44
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1656
 Re: O Retrato de Uma Juventude
Ola

Entre outras coisas a principal: Subscrevo o seu poema. concordo integralmente com ele, apesar de não saber qual o ideal punk... mas concordo com a leitura politico-social apresentada.

parabens
adorei o seu texto
antóniocasado


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 09/01/2010 18:45  Atualizado: 09/01/2010 18:45
Colaborador
Usuário desde: 30/06/2009
Localidade:
Mensagens: 6699
 Re: O Retrato de Uma Juventude
O poema diz da humanidade toda, não somente da juventude.Parabéns!:)
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/01/2010 19:20  Atualizado: 09/01/2010 19:20
 Re: O Retrato de Uma Juventude
tu gritas e expões a letargia dos tempos. os alienados não acordam todos duma vez. os teus gritos chegam mais alto com os dos despertados. e um dia quem sabe uma revolução.

bjs


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/01/2010 16:08  Atualizado: 11/01/2010 16:08
 Re: O Retrato de Uma Juventude
o poema não está, nem será nganado. creiam todos os 'punks', continuem gritando, pois, o percentual de surdos é pequeno. não esqueçam que há 'velhos', muitos outros não tão quanto eu. rs cujos ideais não morreram, estarão ecoando vossos gritos até o ocaso.

"Eu me ajoelho sob o pranto das nuvens
Até sangrar meus joelhos estourados
Eu arrebento a noite no grito
Mas não acordo os alienados."


me emociono quando leio uma jovem como tu, Helen.

um beijo e um abraço carioca.

Silveira


Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 12/01/2010 18:25  Atualizado: 12/01/2010 18:25
Membro de honra
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 896
 Re: O Retrato de Uma Juventude
Poesia PUNKITA... por via da regra, excelente!...


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/01/2010 23:24  Atualizado: 16/01/2010 23:24
 Re: O Retrato de Uma Juventude
Alienado que é "bem" alienado e... ate gosta do estar alienado, esse, esse não acorda com facilidade, ele tem a mente cauterizada minha irmazinha. Abraços pra voce.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/01/2010 10:56  Atualizado: 20/01/2010 10:56
 Re: O Retrato de Uma Juventude
A nossa geração inerte, apatica e indiferente descrita da maneira mais perfeita possivel!
Odeio ter nascido nesta época (neste mundo atual)!! Onde é mais interessante ter estilo, ter um profile cheio de "fãns", ser consumista, ser suicida sem motivo, ser um perfeito idiota do que a mudar alguma coisa neste nosso podre mundo. Geração egoista e hipócrita!
Como já disse antes e digo novamente é por causa de possoas como você que ainda esboço um sossriso em minha face torpe.
O seu grito, o meu grito com certeza não serão perdidos no espaço, essa é a única esperança que ainda me deixa em pé.
Um beijo querida!