Poemas -> Para Visitantes : 

Macaco cidadão

 
Lá vem o macaco cidadão
Carregando o seu rabo
Lá vai o macaco cidadão
Ligando sua TV a cabo
Macaco cidadão
Macaco da globalização

Macaco civilização
Come banana com garfo e faca
Macaco saber computação
Macaco saber ler placa
Mas não entender
O que placa quer dizer.

Macaca da moda
Está sempre na roda
E põe brinco no nariz
Pra ficar bonita
“Macaca é feliz!”
Pra mim macaca esquisita

E vão os macacos com seus camelos
Bebedores de gasolina
Ou viciados em álcool
E se vai de camelo até a esquina
Para poluir o ar
Deixar para os futuros macaquinhos cheirar.

As macacas gostam de ver vitrine
E tosam os pelos
Para botar biquíni
Macaco fêmea nova grita
Quando vê macho bonito
Passa batom pra ficar bonita
“Pra mim macaco fêmea esquisita”

O macaco cidadão
Carrega seu rabo
Como um fardo
Sempre preocupado
De algum macaco poder rir
Então ele deixa seu rabo
Bem escondido e guardado
Pra poder rir do de outro
É tudo planejado.

Macaco cidadão
Preso na sua própria prisão
É macaco cidadão
O tédio e Freud explicam
Sua super população.



Ensinamento Povão:
Não se deve duvidar
Do que a TV fala pra gente
Foi o que me ensinou o meu avô:
Sorria mesmo sem dente
E seja um bom telespectador.

[Punkita]

 
Autor
Punkita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4231
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
16
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Frederico Rego Jr
Publicado: 09/09/2009 23:23  Atualizado: 09/09/2009 23:23
Membro de honra
Usuário desde: 15/01/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 330
 Re: Macaco cidadão
É verdsde não passamos de macacos. Parabéns pela reflexão !


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 10/09/2009 07:54  Atualizado: 10/09/2009 07:54
Membro de honra
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 2999
 Re: Macaco cidadão
Pois é, Punkita, tanta verdade "macaqueada" por aí!... Gostei da sátira, achei inteligente, oportuna e bem delineada... fez-me imaginar um macaquinho puro de vícios, observando o estranho comportamento de mamíferos ainda seus aparentados, mas estranhamente mutantes...

Beijo, miúda!


Enviado por Tópico
avomilu1
Publicado: 10/09/2009 14:05  Atualizado: 10/09/2009 14:05
Muito Participativo
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: lisboa
Mensagens: 60
 Re: Macaco cidadão
Punkita
Amiga adorei a tua sátira, realmente isto tudo parece uma grande macacada...... claro há excepções, pelo menos tu e eu....
Obrigada por ires ao meu site.
Beijo avomilu1


Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 12/09/2009 01:04  Atualizado: 12/09/2009 01:04
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 997
 Re: Macaco cidadão
Punkita

Uma boa sátira, num bom poema, ao "Ramapithecus" do Século XXI...

Parabéns e grato por sua visita

Com simpatia
A.S.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/09/2009 02:27  Atualizado: 12/09/2009 02:31
 Re: Macaco cidadão
da expressão 'cada macaco no seu galho',
que; na pior das hipóteses, se não em terra firme, possamos segurar nos galhos mais fortes, sem influências, e com as próprias mãos.

daqui do outro lado da poça, vão, um beijo e um abração do Carioca
Silveira




Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 14/09/2009 17:24  Atualizado: 14/09/2009 17:24
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: Macaco cidadão p/Punkita
gostei bastante do poema. o crônica bem atual. e muito senso de humor na escrita, mesmo com a realidade sendo triste.

carinho,

j.


Enviado por Tópico
zedaesquina
Publicado: 14/09/2009 17:57  Atualizado: 14/09/2009 17:57
Super Participativo
Usuário desde: 24/04/2009
Localidade:
Mensagens: 110
 Re: Macaco cidadão
Hoje não existem dúvidas que a mãe de todos nós, a Eva mitocondrial, era uma macaca.
Poema giro, que ainda seria + giro se explicasse como a cultura gerou os comportamentos descritos.
Não se pode ter tudo num só poema...