https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Hoje me sinto a morrer

 
Tags:  morro    chorei    sofridas    caidas    esquecidas    esqueço  
 
HOJE ME SINTO A MORRER

Hoje, contei as folhas esquecidas
Que o vento não levou!
Soltavam lágrimas sofridas
Como mágoas de alguém que chorou.
Olhei-as e estremeci!
Ficou meu peito noite escura
Ao silêncio me remeti
Fechei a fala à vida dura.

Também contei as rugas em mim
Como a velha àrvore chorei
Juntámos as lágrimas e por fim
Teci um doce canto, cantei.

Velhas folhas esquecidas,
Que o vento não desprendeu
Choravam lágrimas perdidas
Tão feridas quanto eu!
Na doce tarde morrendo
Me ponho a meditar:
Será que um dia DEUS me recebendo
Meu olhar irá secar?
No silêncio fico, ninguém responde.
De que serve perguntar?!
Por onde anda minha vida, por onde?!
Que me sinto a naufragar.
Open in new window


Se há coisas que não esqueço!?
É que estou deixando de ser!
Ainda ontem era o começo.
Hoje me sinto a morrer.


rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3024
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
16
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Blackbird
Publicado: 01/02/2010 01:01  Atualizado: 01/02/2010 01:01
Super Participativo
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Cacem
Mensagens: 142
 Re: Hoje sinto-me a morrer
Duas palavras:

Soberbo e brilhante...

"Hoje, contei as folhas esquecidas
Que o vento não levou!
(...)
Ao silêncio me remeti
Fechei a fala à vida dura.

Também contei as rugas em mim
Como a velha àrvore chorei
Juntámos as lágrimas e por fim
Teci um doce canto, cantei."

Esta parte em particular tem um sentido metaforico brilhante, e dá o sentido ao poema que é subtil mas magnifico, aplaudo de pé!


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 01/02/2010 01:08  Atualizado: 01/02/2010 01:08
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8081
 Re: Hoje sinto-me a morrer
Dentro da possibilidade de tristeza que o poema nos oferece, também o achei delicado e maravilhoso, sobretudo na indicada por Blackbird.
Parabéns Rosa.
Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/02/2010 11:09  Atualizado: 01/02/2010 11:09
 Re: Hoje me sinto a morrer
Triste e intenso por vezes a vida pode ser madrasta e cruel mas ha que seguir em frente.
Continue em frente amiga.
Gostei do poema


Enviado por Tópico
Lara Adam
Publicado: 01/02/2010 11:25  Atualizado: 01/02/2010 11:25
Da casa!
Usuário desde: 16/05/2008
Localidade: Ponte de Lima
Mensagens: 448
 Re: Hoje me sinto a morrer
Existem dias assim Rosinha, em que nada parece fazer sentido, mas nessa altura olhamos nos olhos de Deus e dizemos: "Senhor tende piedade de nós", e amanhã o dia começa a clarear! Beijinho.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/02/2010 12:08  Atualizado: 01/02/2010 12:08
 Re: Hoje me sinto a morrer
Este Sol as folhas renovará
assim como a essa nostalgia
a primavera surgirá
e fará da vida alegria


Beijinho


"Grapilho"


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 01/02/2010 12:23  Atualizado: 01/02/2010 12:23
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: Hoje me sinto a morrer
todos os dias morremos ao pedaços, mas há dias que esses pedaços são tão pesados.

um dia de cada vez..certo?

poema inquietante que perfura os poros da alma.

beijo


Enviado por Tópico
Moreno
Publicado: 01/02/2010 12:28  Atualizado: 01/02/2010 12:28
Colaborador
Usuário desde: 09/01/2009
Localidade:
Mensagens: 3486
 Re: Hoje me sinto a morrer
as lágrimas derramadas às folhas esquecidas... quanto Amor brota dos teus versos, amiga Rosa

beijinho


Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 01/02/2010 12:58  Atualizado: 01/02/2010 12:58
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2087
 Re: Hoje me sinto a morrer p/ rosafogo
Olá Rosafogo, estava aqui admirando este teu momento poético que, apesar de triste, deixou-nos uma mensagem. Cada momento (triste ou alegre) que vivenciamos intensamente, deixa sempre uma sensação que a vida não depende da morte ou vice-versa, ela é um segmento contínuo da nossa consciência, por onde nossos sentimentos nos levar. Adorei ler. Um ótimo dia pra vc, e viva bastante, por favor!!...rs